Publicidade

Estado de Minas CONTA-GOTAS

Como acabar com a cárie


postado em 26/01/2020 04:00

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

A cárie, provocada pela falta de higiene, hábitos alimentares ruins ou hereditariedade, pode se manifestar em três tipos. A coronária ocorre quando a cárie se localiza na superfície dos dentes ou entre eles. Já a radicular é mais frequente em pessoas de idade avançada, período da vida onde ocorre maior retração das gengivas, e por fim a cárie recorrente, que costuma atingir restaurações existentes. Segundo o dentista Gustavo Menegucci, caso não seja tratada, a cárie pode evoluir para uma infecção na raiz do dente. “Nesses casos, é necessário recorrer a cirurgias, tratamentos de canal ou até mesmo à extração do dente para reverter o problema”, alerta. A prevenção é simples e deve se basear em alimentação, uma boa escovação e consultas periódicas ao dentista. “A escovação deve ocorrer pelo menos três vezes ao dia, preferencialmente após as refeições. Já antes de dormir, a escovação é obrigatória, pois à noite a salivação diminui, aumentando a quantidade de bactérias.” Na alimentação, o consumo de açúcares deve ser mais reduzido, pois o ingrediente é o prato preferido das bactérias. Outro hábito alimentar que pode ajudar a prevenir o problema é aumentar a ingestão de cálcio.

Saiba como evitar a gripe de verão

Hábitos característicos do verão ajudam a tornar a gripe uma doença comum também nesta época. O uso excessivo de ar-condicionado, por exemplo, diminui a umidade do ar, provocando o ressecamento da camada protetora de muco do nariz, o que pode deixar o organismo mais vulnerável a infecções pelas vias aéreas. Mudanças bruscas de temperatura também afetam o sistema imunológico, assim como a exposição prolongada ao sol, que pode desidratar o organismo. É importante manter uma alimentação equilibrada, dando preferência a alimentos ricos em vitamina C. Hidratar o organismo também é essencial, por meio do consumo de água, sucos naturais, água de coco, chás e sopas leves. Além disso, é fundamental não se descuidar da higiene das mãos. “É preciso ficar atento se há aumento da febre, mudança na cor do catarro ou se os sintomas duram muito mais de uma semana. Maiores de 65 anos, crianças e pessoas que sofrem de enfermidades crônicas precisam de mais atenção no tratamento contra a gripe. Para todos eles, é fundamental que consultem um médico”, diz Adriano Ribeiro, farmacêutico da rede Extrafarma.

Os riscos das dietas milagrosas

Dieta de pouco carboidrato, de muita proteína, da Lua, do chá, da sopa são algumas das dietas malucas que muitas pessoas fazem para perder peso rápido. Segundo o médico Henrique Eloy, especialista em cirurgia e endoscopia bariátrica e gastroenterologia, essas dietas da moda podem até fazer efeito, ou seja, uma perda de peso considerável nos primeiros dias. “Na maior parte dos casos, esse emagrecimento é temporário, pois ocorre uma alteração rápida na composição alimentar, causando perda de água no corpo, e não gordura”, explica. Em muitas dessas dietas, os pacientes não consomem de forma adequada as vitaminas e os sais minerais que são essenciais ao equilíbrio do nosso organismo. A falta desses minerais, como sódio, potássio, cálcio e magnésio, pode ocasionar problemas como cólicas intestinais, vômitos, diarreia e arritmias cardíacas em casos extremos.

Interrupção de tratamento pode gerar danos à saúde

Muitas doenças necessitam de medicamentos de uso contínuo para ser controladas e não gerar complicações de saúde aos pacientes.A adesão correta a esses tratamentos é fundamental, mas pode ser negligenciada, principalmente em períodos de feriados e fins de semana prolongados, em que há uma mudança mais profunda na rotina e dia a dia dos pacientes. De acordo com levantamento da Medisafe, plataforma para gerenciamento de medicamentos, em parceria com a Merck, empresa de ciência e tecnologia, durante esses períodos, a taxa de regularidade do uso dos medicamentos diminui. “Enquanto a taxa de adesão normal gira em torno de 77%, observamos que nos feriados e fins de semana a taxa cai 3,5%”, afirma Paula Coelho, gerente de digital da Merck para franquias de cardiometabolismo. A falta de adesão ao tratamento pode levar a uma série de consequências evitáveis, assim como afastamento do trabalho e perda da produtividade econômica. “Muitos pacientes não fazem ideia dos malefícios de interromper o tratamento de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e disfunção da tireoide, que podem provocar o retorno de alguns sintomas até descontrole agudo da doença”, afirma Luiz Magno, diretor médico da Merck.

Exercícios de gratidão

A gratidão é um sentimento que pode e deve ser exercitado. No livro Minuto da gratidão, da psicóloga e escritora Márcia Luz, publicado pela Luz da Serra Editora (preço R$ 44,90), a autora traz 90 exercícios diários para se tornar uma pessoa mais grata e, consequentemente, mais feliz. “O que a gratidão faz é mudar o seu foco, ou seja, você para de olhar para os problemas e começa a ver as bênçãos; deixa de prestar atenção aos obstáculos e enxerga as oportunidades; para de reclamar e começa a agradecer.” Veja 10 passos retirados da obra para agradecer mais em 2020 e fazer deste um ano mais grato.

1 – Abra seu coração
2 – Mude seu foco
3 – Você é viciado em reclamar?
4 – Um elogio pode mudar o dia de alguém
5 – Aprenda a receber presentes
6 – Aprenda a trabalhar em equipe
7 – Não existe felicidade sem gratidão
8 – Ria de si mesmo
9 – Valorize o que você já tem
10 – Demonstre a sua gratidão



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade