Publicidade

Estado de Minas COMIDA DA TERRA

Ouro Branco - Por Júnia Freire


postado em 09/03/2016 22:10 / atualizado em 09/03/2016 23:01

A história humana começa: nós, bípedes frágeis, caçadores nômades, limando pedra na pedra até virar instrumento de corte, uma ou outra fagulha no processo e surge, então, o fogo – monumental, fulgurante, que aquece a morada, ilumina e assa a carne crua. O começo de toda a gastronomia. Aí vêm as parcerias. A parceria total do homem com o eu cavalo. Talvez a mais bela até hoje. E os rebanhos dos herbívoros que se deixam domesticar e oferecem o sagrado leite branco que vem das suas matrizes. Dessas, a vaca é a mais imponente. Suas tetas majestosas, de cujo leite vira queijo, iogurtes e manteiga. Caseiramente falando, um litro de leite com um pouquinho de vinagre, assim que ferver você tampa e deixa descansar e no dia seguinte tem uma ricotinha fresca para comer com pão, proteína pura ligeiramente salgada. E o soro funciona bem em todo pão, bolo ou biscoito que você faça para abastecer a sua casa, usando em substituição ao leite. Acho curioso hoje em dia essa intolerância generalizada à lactose. Questionar um dos mais antigos alimentos humanos, ao qual só deveríamos agradecer. Por nos manter em pé, ossos fortes e com dentes fortes. A raça humana tem que parar de digitar e voltar a pensar. Vivemos um momento de profundo estresse. Um balançar na rede, uma prece, a semente de uma vida nova. Uma receita com leite e sementes, que alimenta sinceramente corpo e mente, aprenda agora.

Rapadurinha de nozes

Os ingredientes

  • 4 xícaras de chá de leite integral
  • 1 colher de café de bicarbonato
  • 6 xícaras de chá de açúcar refinado
  • ½ kg de nozes moídas na hora (pouco a pouco no liquidificador)


Os segredos


>> Coloque na panela 2 xícaras de chá de açúcar para queimar. Quando estiver derretido e pardo, junte o leite quente com o bicarbonato. Acrescente o açúcar restante e mexa até ficar em ponto de bala.

Observação
Para verificar o ponto de bala, despeje um pouquinho da calda em uma vasilha com água fria.Procure juntar essa calda com os dedos. Fez uma bolinha? É o ponto de bala.

 

>> Adicione as nozes moídas, tire do fogo e bata até açucarar. Despeje num tabuleiro antiaderente, corte em quadradinhos e enfeite cada um com um pedaço de noz.

Dica: varie também com amêndoas, avelãs, castanha-do-Pará, de caju, baru, amendoim, coco, sementes.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade