Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas VIDA POSITIVA

Aprenda sobre a importância da respiração

Quando respiramos profundamente, os pulmões se enchem até a base e tocam o diafragma com mais intensidade; além disso, abraçam o coração de forma suave, como um aconchego. O abraço do coração!%u2019


postado em 15/12/2019 04:00


 
A melhor maneira de se acalmar é respirando profundamente. O corpo tem a capacidade de nos acalmar em segundos, enquanto a nossa mente pode tentar, por mi- nutos, e não conseguirá apenas dizendo ao corpo que fique calmo. Essa maravilhosa capacidade de atenuar o cérebro acelerado, em pânico ou atordoado pode ser feita de forma muito simples. Respirando profundamente. E todos nós fazemos isso no piloto automático e nem percebemos.
 
Repare! Quando recebemos uma notícia ruim, costumamos colocar a mão sobre o peito, fazendo uma leve pressão na região do coração. E dizemos algo como “me deixe respirar fundo primeiro”. Isso é o nosso melhor calmante. A respiração profunda acalma nosso cérebro. Como? A base dos pulmões, o músculo diafragma, e o coração recebem terminações nervosas de um nervo muito importante – o nervo vago. Quando respiramos profundamente, os pulmões se enchem até a base e tocam o diafragma com mais intensidade; além disso, abraçam o coração de forma suave, como um aconchego. O abraço do coração!
 
Assim, ao respirar bem profundamente, tudo feito em 10 segundos (em torno de cinco segundos para inspirar e cinco segundos para expirar), teremos um estímulo do nervo vago, que manda a mensagem muito rapidamente ao cérebro, avisando que 'tudo aqui embaixo está bem'. O cérebro libera a acetilcolina, neuromodulador que regula a calma e ativa o córtex pré-frontal esquerdo, que nos acalma e traz foco. A acetilcolina corta a noradrenalina, que, por sua vez, corta a produção exagerada de cortisol. Isso desaquece a mente in- quieta em segundos. E tudo isso com um abraço no coração dado pelos pulmões, numa respiração mais lenta, em torno de 10 segundos. Chamamos isso, em neurociência, de coerência cardíaca. Até relógios e aplicativos hoje em dia, ensinam a respirar nesse tempo.
 
A mente não consegue se acalmar dizendo a si mesma que fique calma, que tudo ficará bem. Ela precisa desse autorregulador – a respiração mais profunda. E o que fazemos enquanto meditamos ou praticamos o ioga? Respiramos mais profundamente. Portanto, agora você pode aprender a se acalmar praticando as dicas que deixo aqui semanalmente, mas, principalmente, aprender a respirar profundamente algumas vezes ao dia. Isso acalma e limpa a mente.
 
O corpo é sábio. Ele sabe que o caminho é esse. Agora, dê uma ajudazinha nas horas em que estiver cansado ou estressado. Lembre-se do poder desse simples exercício, que você pode fazer a qualquer hora do dia. Recomendo que você até coloque um timer em seu relógio ou celular que possa lembrá-lo de respirar algumas vezes ao dia de forma mais profunda, e se recupe- rar das muitas vezes em que se estressa.
 
A vida é única e seu corpo também. Cuide-se melhor. E esse poderoso exercício não depende de nada e nem de ninguém. Você pode começar agora:

» Dê uma pausa no que faz
» Sente-se com a coluna ereta ou se deite por um momento
» Coloque uma mão sobre o peito e outra sobre sua barriga
» Observe o ritmo natural de sua respiração nesse instante. Apenas veja como ela é curta
» Agora, pare e respire bem devagar, contando até cinco segundos inspirando pelas narinas e levando o ar até sua barriga se distender e sua mão se elevar. Pode deixar expandir suas costelas, que se abrem também. Deixe o ar sair naturalmente, devagar e suavemente, contando até cinco segundos e murchando a barriga e encolhendo as costelas
» Repita o movimento, sentindo como o ar entra e sai por suas narinas, como suas mãos se elevam e se abrem nesse movimento mais lento da respiração, sempre contando cinco segundos para inspirar e cinco segundos para soltar o ar. Observe o ar entrando e saindo. Como sua respiração acontece
» Fique atendo às sensações de seu corpo e à paz que começa a sentir
» Respire assim por uns minutos, até sentir-se mais calmo
» Agora, observe seu bem-estar
» Você pode fazer esse exercício pelo menos três vezes ao dia. Ele é simples e você gasta um minuto para fazê-lo

Sua saúde mental traz mais saúde física. Quer acalmar quem está destruindo sua saúde? Respire profundamente.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade