Publicidade

Estado de Minas O FATO EM FOCO

Tom Paixão: A irreverência de um âncora negro na TV mineira

Ele trabalhou nas grandes rádios de BH, se transferiu para a TV e comandou jornal de grande repercussão quando quase não havia jornalistas negros nas emissoras


21/11/2021 10:04 - atualizado 21/11/2021 10:13

Tom Paixão, de chapéu
Tom Paixão: irreverência no modo de falar e de agir (foto: Redes sociais/Reprodução)
O jornalista Tom Paixão deixou sua marca como repórter e âncora de jornal na TV mineira. Ele foi um dos poucos apresentadores negros que atuaram nas grandes emissoras do país na primeira década dos anos 2000.

Após se destacar nas reportagens do programa jornalístico Aqui Agora, do SBT/TV Alterosa, Tom Paixão se transferiu para a Rede Record onde comandou o Cidade Alerta Minas.

O jornalista mineiro sempre é lembrado pela irreverência no modo de falar e de agir,  o que ajudou a levar os programas dos quais ele participava a cair no gosto do povo.

Em entrevista a O Fato em foco, Tom Paixão fala sobre trabalho, desafios, consciência negra e representatividade.
Foto em preto e branco da equipe do Aqui Agora
Tom e a equipe do Aqui Agora, do SBT/Alterosa (foto: Reprodução)
 



 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade