Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

De volta ao Brasil, cacique Raoni prepara encontro em Brasília

Líder indígena vai conversar com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado no próximo dia 19


postado em 10/02/2020 04:00

Raoni protestará contra política de Bolsonaro para áreas indígenas(foto: ERIC FEFERBERG /AFP)
Raoni protestará contra política de Bolsonaro para áreas indígenas (foto: ERIC FEFERBERG /AFP)

 
Raoni
Encontro em Brasília

O cacique Raoni, chefe das tribos indígenas brasileiras, recém-chegado da Europa, dia 19 próximo irá a Brasília para se encontrar com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, para tratar da questão indígena. Vai apresentar aos dirigentes parlamentares o manifesto produzido na reunião de 600 índios de 45 etnias no Xingu em janeiro, protestando contra a política do governo em relação aos indígenas brasileiros. Maia já se posicionou favoravelmente aos indígenas no que toca à invasão de suas terras.


Café
Safra 2020

Segundo informe enviado à coluna pela Embrapa, a primeira estimativa da safra de cafés a se registrar no país em 2020 deverá variar entre 57,2 milhões e 62,2 milhões de sacas, acreditando-se que a colheita deverá chegar a uma produção média de 60 milhões de sacas de 60 quilos. A área cultivada é de 1,88 milhão de hectares, superior em 4% à área da safra anterior. A estimativa sobre a quantidade média dos dois tipos de café a serem produzidos estabelece que 75% da produção será de café arábica. O restante será de café da espécie conilon, cultivado no Espírito Santo. Minas Gerais, como sempre, produzirá a maior quantidade de café arábica do país.


Efemérides
Descobertas perpétuas

A data de hoje marca o falecimento de duas grandes personalidades da história humana, cujas realizações, embora em tempos passados, permanecerão permanentemente na Terra. Não terão condições de ser apagadas. Uma delas é o filósofo francês Montesquieu, que morreu em 1755. Em seu livro O espírito das leis, estabeleceu a divisão dos poderes nos governos dos países da Terra: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário. Estabeleceu também todas as formas de governo: democracia, república, monarquia, tirania, etc. Afirmou que a corrupção é o câncer de todos eles. Já em 10 de fevereiro de 1923, morreu o cientista alemão Wilhelm Roentgen, que realizou, em 1895, a descoberta incrível dos raios X, que atravessam o corpo o humano e veem o seu interior. Foi um dos maiores feitos da física e da medicina em todos os tempos.
 
Turismo
Brasileiros nos EUA

Em 2018, o número de brasileiros que vistaram os Estados Unidos foi de 2,2 milhões, maior em 15,5%, do que em 2017. Em 2019, ainda não há dados a respeito, mas o número de turistas também foi grande, apesar das dificuldades de se tirar visto de entrada, da oscilação do dólar e da crise econômica. Já para este ano, as previsões não são nada otimistas. O dólar está batendo recordes, a ameaça do coronavírus cresce, Trump permanece irredutível, e as tarifas aéreas oscilam. Aliás, chovendo no molhado, no presente momento as previsões para o turismo mundial são as piores possíveis. Futuro incerto.
 
Surpresa
É cada uma que acontece

A divulgação nas redes sociais de uma foto do publicitário Luiz Galeazzo em companhia de duas gentis senhorinhas nuas, em que ele aparece mordendo a nádega de uma delas, colocada na internet pelo deputado Alexandre Frota com o provável intuito de anular a nomeação de Galeazzo para o cargo de diretor do setor de canais digitais da Secretaria de Comunicação Social do governo federal parece que vai alcançar seu objetivo. No fim de semana, comentou-se que a nomeação de Galeazzo deverá ser reconsiderada. O publicitário disse que a foto é antiga e que se trata de um ataque covarde e criminoso à sua pessoa.
 
Aplicações
Qualquer descuido...

A queda dos juros, se é boa para incentivar a economia do país e facilitar os negócios, por outro lado, como a coluna já divulgou, é péssima para os aplicadores de dinheiro na poupança. Nesses últimos dias, aumentaram desmesuradamente os golpes de empresas falsas na internet que anunciam retorno rápido e excelentes lucros para investidores em seus planos. O poupador, sem alternativas, acaba caindo na esparrela. Inclusive, muitas empresas bolaram planos enganadores que, nos primeiros dias, fornecem lucros atraentes e, logo em seguida, desaparecem do mapa. No setor, qualquer descuido pode ser fatal.
 
Retorno
Trem da Vale

Turistas que foram a Ouro Preto no fim de semana interessados em um passeio no trem turístico mantido pela Vale entre Vila Rica e Mariana se depararam com o fato de que, devido às fortes chuvas na região, as viagens foram suspensas. Agora, com a ligeira estiagem registrada, o trem composto por uma composição ferroviária dos bons tempos volta a circular normalmente. Junto com a torcida, é claro, para as chuvas se acalmarem.

Saudades
Panair do Brasil

Até hoje tem gente saudosa da Panair do Brasil, companhia aérea pioneira que, por muito tempo, foi modelo na aviação comercial na América do Sul. Pois bem. Hoje, completam-se 55 anos da decisão do marechal Castelo Branco, o primeiro presidente do regime militar, que decretou, de uma hora para outra, o fechamento da Panair. A justificativa da medida, que espantou o país, é que a empresa devia impostos ao governo e que iria quebrar. Mais tarde, descobriu-se que a manobra teria sido orquestrada pela Varig, que queria as linhas da Panair para a Europa. Já em 2009, foi declarada pela Justiça a falência da Varig, outra empresa que também deixou saudades. Aliás, 16 outras empresas aéreas do país tiveram o mesmo fim. Falência.

Fiemg
Jovens lideranças

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) está em busca de representantes da nova geração para compor o Conselho Fiemg Jovem. Por meio de um conjunto de conhecimento e educação estruturada, os novos líderes que irão formar o Fiemg Jovem terão acesso a ferramentas que servirão para aprimorar seus negócios e também para desenvolver suas habilidades gerenciais, emocionais e sociais. As inscrições para os jovens empresários estão abertas até 14 de fevereiro e podem ser feitas no site da Federação (www.fiemg.com.br). O perfil necessário para participar do colegiado é ter entre 20 e 37 anos, ser um industrial, sucessor ou executivo na indústria em posição de decisão, estar ligado ao ecossistema industrial de forma relevante e ter disponibilidade aproximada de quatro horas mensais.

Cultura
Acertando as contas

O ato de demissão da reverenda Jane Silva (Janícia Ribeiro Silva), pastora por 20 anos da Igreja do Evangelho Quadrangular de Belo Horizonte, do posto de secretária-adjunta da Secretaria Especial de Cultura do governo, do qual ela ainda não tinha tomado posse oficialmente, foi assinado pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e não pela secretária de Cultura, Regina Duarte, que pediu a saída de Jane. Vai daí que a notícia da demissão, na interpretação de parte da imprensa, foi atribuída ao único ministro mineiro do governo Bolsonaro, que não teve nada a ver com o peixe. A propósito, a posse oficial de Regina Duarte no cargo está marcada para o próximo dia 19. Enquanto isso, espera-se a indicação de um novo nome para o lugar de Jane Silva. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade