Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DE JAECI CARVALHO

Cruzeiro decepciona, cai na Copa do Brasil e demite técnico

O maior vencedor, com 6 conquistas, está na lona, nocauteado, sem reação


09/06/2021 21:28 - atualizado 09/06/2021 21:53

Cruzeiro deu adeus à Copa do Brasil após mais um vexame(foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Cruzeiro deu adeus à Copa do Brasil após mais um vexame (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro está eliminado da Copa do Brasil ao ser derrotado pela Juazeirense, nas penalidades, por 3 a 2, deixando sua torcida envergonhada. No tempo normal o time baiano venceu por 1 a 0, mesmo placar do jogo de ida na vitória do time azul. Nas penalidades, os jogadores do Cruzeiro perderam três cobranças. Além da eliminação, o time mineiro perdeu a premiação de R$ 2,7 milhões, quantia que a Juazeirense vai receber por ter chegado às oitavas de final da competição. O maior vencedor, com 6 conquistas, está na lona, nocauteado, sem reação. 

No vestiário, depois da eliminação, o presidente Sérgio Santos Rodrigues anunciou a demissão técnico Felipe Conceição.


O Cruzeiro jogava pelo empate para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. A Juazeirense, em seu acanhado estádio, precisava de dois gols para passar direto, ou de 1, para levar a decisão para as penalidades. O time azul vem de derrotas consecutivas na Série B, onde é o lanterna. Sóbis estava no banco. O técnico, Felipe Conceição, para mostrar autoridade por Sóbis ter se rebelado no último jogo, acabou prejudicando a equipe, já que o atacante é importante num grupo tão combalido.

Enquanto isso, Marcelo Moreno, preterido pelo treinador em outros jogos, que agora vai disputar a Copa América pela Bolívia, é o artilheiro das Eliminatórias. Vejam como tem muita coisa errada e mal avaliada no Cruzeiro.

 Sei que a Copa do Brasil dá chances às equipes de várias séries, mas, jogar futebol no gramado da Juazeirense é uma brincadeira. Totalmente irregular, onde a bola não rolava. É uma vergonha a CBF permitir jogos em estádios assim!

O primeiro lance de perigo foi do Cruzeiro. Bola mal atrasada, Airton dominou e chutou em cima do zagueiro. O troco veio em falta cobrada por Clebson, que Fábio encaixou bem. Que joguinho horroroso! Clebson pegou um rebote de primeira. Fábio segurou firme. A bola ficava mais no alto do que no chão. Era impossível qualquer tabela naquele gramado. Dizer o que de um primeiro tempo tão ruim?

Nos 45 minutos finais, era tudo ou nada para a Juazeirense. O empate era o bastante para o Cruzeiro. É muito difícil analisar uma partida de futebol num gramado tão ruim. Imaginem para os jogadores desenvolverem um bom futebol. O Cruzeiro teve até 3 boas chances no começo do segundo tempo, mas nada que pudesse empolgar sua torcida. O time baiano chegou com perigo e quase marcou.

Airton perdeu a melhor chance do jogo. Cabeceou para o chão, cara a cara com o goleiro da Juazeirense, mas a bola foi para fora. Que lance! Thauan também teve sua grande oportunidade, mas chutou para fora, diante de Fábio.

Aos 40 minutos a Juazeirense fez 1 a 0, com Thauan, que recebeu na pequena área e fuzilou. Com esse resultado, a decisão ia para as penalidades. Que coisa horrorosa! O Cruzeiro não consegue se impor nem mesmo contra equipes de Série D! E no último lance do jogo, Rômulo chutou e o zagueiro salvou, segundo o árbitro, em cima da linha. Para os cruzeirenses, gol. E no rebote, o Cruzeiro chutou na trave. Foi o último lance do jogo e com esse resultado, a decisão foi para as penalidades, já que no jogo de ida o time mineiro venceu também por 1 a 0. 

Nas penalidades, o Cruzeiro perdeu 3 cobranças, e a Juazeirense venceu por 3 a 2, eliminando o maior campeão da Copa do Brasil. Que vergonha para o Cruzeiro. Um time combalido, na lama, sem reação. É preciso fazer algo urgente. O torcedor azul não suporta mais!

CRB

Em São Paulo, o CRB derrubou o Palmeiras, eliminando-o da Copa do Brasil, nas penalidades. 4 a 3 para o time alagoano. A coisa anda feia para os grandes times do Brasil. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade