Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Que Hulk faça cinco gols e deixe a massa feliz

Na hora em que for eliminado da Libertadores, pois esse time mediano do Galo não chegará à final, os idiotas vão me dar razão e meter o pau em Hulk


03/05/2021 04:00

O atacante Hulk é uma das esperanças de gols do Atlético amanhã contra o Cerro Porteño, pela Libertadores(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O atacante Hulk é uma das esperanças de gols do Atlético amanhã contra o Cerro Porteño, pela Libertadores (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Nunca me importei em trabalhar sábado, domingo, feriado, Natal, Carnaval, Semana Santa e outros feriados importantes. É a minha profissão e faz parte do jogo. Mas confesso que ontem não assisti a Cruzeiro x América. Dois foram os motivos: minha mulher viajou para o Brasil e estou sozinho com os meninos, e porque mais importante que o clássico é escrever hoje sobre Atlético x Cerro Porteño. É Copa Libertadores, 1 milhão de vezes mais importante que campeonatos estaduais. E sou muito coerente no que faço. Quando o Galo caiu para a Segundona, no ano em que disputou a competição, dei mais importância ao Cruzeiro, na Série A, do que a ele, na B. “Quem diz a verdade não merece castigo”, diz o velho ditado.

Galo e Cerro dividem a liderança do grupo com quatro pontos. Uma vitória do Galo praticamente o classifica. Não pelos sete pontos que o colocará na liderança isolada, mas sim pelo fato de ter mais três jogos, contra América de Cali, na Colômbia, e Cerro Porteño, no Paraguai. E o último jogo contra o Deportivo La Guaira, no Mineirão. Mesmo que perca fora de casa, o Galo deverá vencer o time venezuelano, no Mineirão. Chagará aos 10 pontos e, deverá garantir sua classificação às oitavas de final. Isso tudo na teoria, pois, na prática, a Libertadores tem sido uma competição traiçoeira.

Idiotas me mandam fotos e mensagens sobre Hulk, que fez os dois gols da vitória sobre o América de Cali, e um no triunfo por 3 a 0 sobre o Tombense, que praticamente garantiu o Galo na final do Mineiro. Praticamente, só porque o jogo de volta não foi realizado. Quando e em qual planeta o Tombense vai fazer quatro gols no Galo, sem tomar nenhum. Esqueçam. O Galo está na finalíssima. Aliás, final de uma competição que nada vale. Os estaduais são competições falidas, retrógradas e ultrapassadas. Escrevo isso há pelo menos duas décadas, e eles insistem em manter isso. Prejuízo de público, quando havia nos estádios, antes da pandemia, financeiro e técnico. Os estaduais, de Norte a Sul do país são vergonhosos. Iludem os torcedores, e, quando começam as competições que valem, a realidade é dura.

Cuca vai implantando sua filosofia aos poucos. Não existe trabalho de treinador nenhum a curto prazo. Só mesmo os fanáticos e doentes imaginam isso. Facções organizadas não podem decidir o futuro dos clubes. Não podem contratar, nem demitir. O que estamos vendo no Brasil é vergonhoso. Aliás, até na Europa há bandidos, travestidos de torcedores, ameaçando dirigentes e jogadores. Tenho um amigo que diz que “o mundo está acabando”. Parece mesmo que é o fim dos tempos. Já vi idiotas –, faço questão de usar esse termo pejorativo –, porque um cara que diz que o time de futebol é mais importante que sua família, só pode ser um idiota.

Continuo a favor da rescisão do contrato de Hulk, que para os idiotas que não sabem, estava no radar dos dirigentes atleticanos. Na hora em que for eliminado da Libertadores, o que, com certeza, acontecerá, pois esse time mediano do Galo não chegará à final, afirmo isso com todas as letras, os mesmos idiotas vão me dar razão e meter o pau em Hulk. Achei uma frase maravilhosa do meu amigo Lui, filho do maior zagueiro que vi jogar, Luizinho, do Galo. “Pensei em revidar, mas olhei a vida que você leva e deixei pra lá”. Ele está certo. Não vamos bater boca com torcedores, ignorantes, doentes e revoltados com suas vidas. Fracassados em tudo o que fizeram. Desses, Deus vai cuidar.

Voltando ao jogo de amanhã, o Galo tem todas as chances de vencer. O Cerro Porteño é uma equipe mediana. Empatou com o La Guaira, assim como Galo, e venceu o América de Cali. Ambos estão no mesmo ritmo. Não me canso de repetir: o Atlético gastou R$ 300 milhões em contratações medianas, na gestão passada. Nacho Fernández, contratação da nova gestão, é o único grande jogador. Esse, a hora que Cuca conseguir montar um esquema que o favoreça, vai arrebentar. Porém, não o suficiente para tornar o Galo campeão. Flamengo, Palmeiras, Grêmio e São Paulo são superiores neste momento.

Tomara que Hulk faça cinco gols amanhã. Que os idiotas e doentes encham minha caixa de Instagram, revoltados por eu ter dito que o melhor seria uma rescisão amigável entre clube e jogador. Um dia, eles saberão a verdade sobre a contratação de Hulk. Não é o momento de falar. Há coisas que a gente guarda debaixo de sete chaves. Ao Atlético, instituição, que tem o meu maior respeito, boa sorte. É preciso avançar num grupo tão fraco, onde ele foi apontado como grande favorito. O problema da Libertadores é que “porco magro é quem suja a água”. As surpresas são muitas e o Atlético não pode bobear. Que tenhamos um grande jogo e que o vencedor seja o alvinegro. A massa, aquela sã e consciente, merece dias melhores.

Após o jogo, leia a minha coluna on-line, no nosso site no Estado de Minas. É exclusiva e você tem que assinar. É baratinho e está bombando. E assista ao meu comentário no meu Blog, no Superesportes, um dos sites mais acessados do Brasil, com centenas de milhões de views por mês, e meu canal de youtube. Bom jogo aos torcedores do bem. “Aqui é Galo, porra!”. Eu não sou atleticano, mas gosto de ver o futebol mineiro lá em cima, apesar dos idiotas!
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade