Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas JAECI CARVALHO

Sampaoli mexe mal e Galo leva empate no fim

O Atlético ainda está na luta pelo título. Como venho dizendo há tempos: o Brasileirão será decidido na última rodada


20/01/2021 21:41

Realmente é muito difícil entender a cabeça desse técnico(foto: Lucas Uebel/Grêmio))
Realmente é muito difícil entender a cabeça desse técnico (foto: Lucas Uebel/Grêmio))
O Galo teve o domínio de boa parte do jogo, mas entregou o ouro ao Grêmio, no finzinho da partida, quando sofreu o empate. O 1 a 1, não foi bom para ninguém, mas o alvinegro ainda está na briga pela taça. O time gaúcho ficou mais distante. Vale lembrar que a sequência de jogos para o Galo, teoricamente, é mais tranquila do que para os concorrentes, mas isso não quer dizer muita coisa. Sampaoli, mais uma vez, mexeu mal no time, e isso foi um complicador. Realmente é muito difícil entender a cabeça desse técnico. 

Sem o volante Jair, suspenso, Sampaoli inventou, mais uma vez, e entrou com 3 zagueiros, sendo o fraco, Ígor Rabelo, um deles. Antes do jogo do Galo, eu estava assistindo Botafogo 1 x 3 Atlético-GO. E lembrar que no turno o Galo foi derrotado pelo time carioca, que será uma dos rebaixados. Ah, Sampaoli, você inventa demais e perdeu pontos preciosos para equipes fracas! Todos os treinadores dão entrevistas antes de o jogo começar. Sampaoli, não! Que marra! E ninguém fala nada. O argentino manda e desmanda no Brasil! Não concordo. Ele trabalha no futebol brasileiro, ganha o dinheiro no nosso país, não se importa em aprender o português e não faz a menor questão de ser respeitoso!

Bola rolando e as equipes se estudando muito. O Galo estava mais em cima, e o Grêmio, se fingindo de morto, para explorar os contra-ataques. A primeira grande chance foi com Savarino. Ele chutou, de longe e a bola passou perto da trave. O Grêmio deu o troco com jogada de Jean Pierre, pela esquerda, que a zaga do Galo pôs à córner. O jogo era bem disputado no meio-campo. Ninguém queria se arriscar, por medo de tomar o gol. Aos 29, trama do Galo, Vargas tocou de calcanhar para Arana, mas Thaciano toca em Arana e comete a penalidade. Hyoran bateu forte e fez 1 a 0. Num contra-ataque, Keno recebeu e chutou longe. O Grêmio não ameaçava o goleiro Everson, e o primeiro tempo terminou com o Galo somando 56 pontos.

No segundo tempo o Galo voltou com Gabriel na vaga de Réver. O titular sentiu uma indisposição. Keno faz o cruzamento. Vargas cabeceia para fora. O Grêmio voltou como no primeiro tempo, com o freio de mão puxado. Não conseguia uma jogada sequer. Tocava de um lado para o outro, sem nenhuma objetividade. Keno fez outra grande jogada pela esquerda e cruzou. Vargas bateu forte e Vanderlei fez excepcional defesa.

O Grêmio fez duas mudanças. Maicon e Pinares entraram. E eles entraram bem, pondo o time mais à frente. O Galo era forte no contra-ataque. Vargas recebeu, novamente e chutou forte. Vanderlei pegou. Numa bobeira na saída de bola, Keno recebeu e quase marcou, diante de Vanderlei. O segundo gol do Galo, que mataria o jogo, estava amadurecendo. O Galo pressionava a saída de bola. Renato Gaúcho resolveu atacar e pôs Ferreira e Luiz Fernando. Sampaoli também mexeu. Sasha e Dylan entraram. Keno deitava e rolava pela esquerda, mas o Galo precisava definir o jogo, para não correr riscos. Everton foi a última mudança do Grêmio. Luiz Fernando bate cruzado. Ninguém chega. O Galo se segura como pode.
 
Os 3 pontos são fundamentais para continuar a brigara pela taça. Mas, aos 40, Everton chuta da entrada da área e empata 1 a 1. Um castigo para o Galo, pois foi o time que mais procurou o gol. Allan falhou feio no lance. Sasha recebeu na entrada da área e chutou para fora. Os jogadores do Galo precisam se ligar no jogo o tempo todo. Não pode relaxar. As mexidas de Sampaoli pioraram o time. As de Renato, melhoraram o Grêmio. Ferreirinha limpou e fuzilou. Everson defendeu. O Galo perdeu dois pontos preciosos, pois dominou boa parte do jogo. O Grêmio saiu no lucro, pois não jogou nada. O Atlético ainda está na luta pelo título. Como venho dizendo há tempos: o Brasileirão será decidido na última rodada.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade