Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DE JAECI CARVALHO

É uma vergonha a eliminação do Cruzeiro para o CRB

Ao Cruzeiro resta agora apenas a Série B


26/08/2020 18:37 - atualizado 26/08/2020 21:47

Jogo do Cruzeiro em Maceió deu sono(foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Jogo do Cruzeiro em Maceió deu sono (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro foi eliminado da Copa do Brasil, pelo CRB, em Maceió, com o empate em 1 a 1 com o dono da casa. Na verdade, o time mineiro entrou com poucas chances, pelos desfalques que tinha e por ter sido derrotado no jogo de ida, no Mineirão, antes da pandemia do Coronavírus, por 2 a 0. Agora, resta ao time azul apenas a disputa da Série B, onde tem mostrado deficiências, carências e muita preocupação do torcedor.

Leia também:


O jogo foi um tanto curioso. Não acontecia nada. As duas equipes estavam causando sono em quem acompanhava pela TV. De repente, já no final do primeiro tempo, aconteceram as melhores chances. A primeira delas exatamente aos 45 minutos, quando Giovanni recebeu na esquerda, entrou na área e chutou cruzado, fraco, mas bem colocado, no canto do goleiro alagoano. Cruzeiro 1 a 0. 

Logo depois, Manoel salvou boa chance com Diego Torres, fazendo o corte preciso. No último lance do jogo, em lançamento na área, Magno Cruz ajeitou e Igor finalizou para boa defesa de Fábio. O que era improvável, começava a acontecer. O time azul foi para o vestiário precisando de mais um gol para levar a decisão da vaga para as penalidades, ou de mais dois, para passar direto. 

Dessa vez, não havia como reclamar do estado do gramado. A bola rolava perfeita no Rei Pelé. A gente sabe que a Copa do Brasil reúne equipes de várias séries e há jogos sofríveis. Como o CRB venceu no Mineirão, o jogo de ida, num momento conturbado da vida do Cruzeiro, levou essa vantagem para administrar. 

A competição copia as Copas Europeias, mas, por aqui, entram 91 equipes. O CRB entrou com a vantagem e queria segurá-la até o final. Jogava pelo empate, nitidamente. Pediu até uma penalidade, mas a bola bateu no ombro do zagueiro do Cruzeiro.

O segundo tempo começou tenso. Jadsom subiu para disputar a bola com Ígor, e houve um choque de cabeça. O jogador do CRB levou a pior e ficou desacordado no gramado. A ambulância entrou no gramado, os médicos puseram um colar cervical em Igor, e ele foi levado a um hospital de Maceió. Muita preocupação de todos. Por causa disso, o jogo ficou parado até que outra ambulância, com UTI, chegasse. Foram 16 minutos de interrupção. 

A partida recomeçou, e, pelo jeito, beneficiando o time da casa. Cruzamento de Luidy, da direita, Léo Gamalho domina, se aproveita do escorregão de Leo, e chuta forte, sem chances de defesa para Fábio. 1 a 1. 

Agora, o Cruzeiro voltava a precisar de dois gols para levar a decisão para as penalidades. Luidy arriscou, de fora da área. Sobre o gol de Fábio. O Cruzeiro precisava de gols, mas tinha um ataque inoperante. Com os titulares, o time azul tem enfrentado dificuldades, imaginem sem 7 jogadores! 

Realmente tudo caminhava para a eliminação azul. Dessa vez não há o que reclamar. O CRB jogou pelo resultado, administrou bem e garantiu a vaga e os R$ 2 milhões pela classificação. 

Sei que é duro para o torcedor azul entender isso, mas, para quem quer voltar à elite, disputar uma competição apenas e se concentrar nela, é melhor. Mesmo porque, o Cruzeiro não tem time forte e corre sérios riscos de não atingir seu objetivo, que é a volta à Série A em 2021, ano do Centenário. 

Insisto naquilo que venho dizendo desde janeiro: com esse time, temo que o Cruzeiro não suba. É preciso contratar, antes de o time perder o contato direto com os ponteiros da competição. O hexacampeão da Copa do Brasil foi eliminado pelo CRB e perdeu a chance de ganhar R$ 2 milhões. Uma vergonha!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade