Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Blogs e canais virtuais espalham 'notícias' sem o mínimo critério

Aos "pseudojornalistas', que escrevem o que querem, sem responsabilidade, pois nem o diploma de jornalista têm, uma sugestão: façam a faculdade, aprendam a trabalhar e se habilitem a um emprego


postado em 16/01/2020 04:00 / atualizado em 15/01/2020 22:29

Mesmo com informações atravessadas de alguns blogs, Fábio não vai abandonar o Cruzeiro(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Mesmo com informações atravessadas de alguns blogs, Fábio não vai abandonar o Cruzeiro (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)


No mundo atual, qualquer um escreve em blogs, grava no YouTube e dá notícias como se fosse jornalista de verdade. Alguns nem o português sabem falar. A maioria entra na seara do futebol, pois cada brasileiro sente-se um entendedor do esporte bretão. Gostei quando o goleiro Fábio, o “Paredão Azul”, como o batizei, veio a público desmentir vários blogs e canais que davam versão àquilo que ele nem sequer havia dito ou tratado com o Cruzeiro. Fábio é um daqueles jogadores à moda antiga, de caráter, que ama o clube e que tem uma linda história, construída em 15 anos na Toca da Raposa. Foi o responsável pela conquista de vários títulos, com defesas impossíveis que só os grandes goleiros fazem. No momento mais difícil da história do clube, eu sabia que ele não iria abandoná-lo. Como escrevi outro dia, o teto salarial foi definido em R$ 150 mil mensais, mas isso não implica dizer que tem de ser para todos os veteranos. Fábio é um dos mais bem pagos e fez por onde. Portanto, em caso de redução salarial, não pode sair do patamar em que está para os R$ 150 mil. No caso dele, deve haver um meio termo, pois as pessoas têm compromissos a saldar dentro da realidade do que ganham. Se o Cruzeiro abrir uma exceção e até mantiver o salário de Fábio, acho justo por tudo o que ele fez e faz na defesa do gol cruzeirense. É o único ídolo da torcida e será fundamental na campanha da Série B. Com ele o Cruzeiro vai voltar ao lugar de onde jamais deveria ter saído. Sem ele, tenho minhas dúvidas. Que a diretoria olhe o caso de Fábio com mais carinho e compreensão. Sei que ele vai fazer o possível e o impossível para atender às exigências da nova realidade, porém, tudo dentro de uma lógica e coerência. O Cruzeiro sem Fábio seria como o Flamengo sem Zico. E aos “pseudojornalistas”, que escrevem o que querem, sem responsabilidade, pois nem o diploma de jornalista têm, uma sugestão: façam a faculdade, aprendam a trabalhar e se habilitem a um emprego. A quantidade de blogs e canais de gente despreparada, tendenciosa e maliciosa deveria ser proibida. Ainda bem que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é a favor da exigência do diploma para se trabalhar em jornalismo.

É preciso fazer uma limpeza geral e separar o joio do trigo. Eu não perco meu tempo em ler ou ouvir besteiras de gente desqualificada. O cara acha que porque é torcedor do time tem o direito de montar um canal e ficar falando besteiras, algumas de forma irresponsável. Ainda bem que a delegacia para crimes cibernéticos está atuante e ainda mais aparelhada. É preciso punir alguns até com cadeia, tamanha a irresponsabilidade no que falam e escrevem.

Time a ser batido

O Flamengo está renovando com suas duas peças principais: Bruno Henrique e Gabigol. Contratou três jogadores de alto nível e manteve a base do time heptacampeão brasileiro e bicampeão da Libertadores em 2019. É sério candidato a ganhar tudo o que vai disputar novamente e a decidir a Copa Libertadores consecutivamente. Neste ano, a final será em 21 de novembro, no Maracanã, seguindo o novo critério da Conmebol de anunciar a sede com antecedência, em jogo único, copiando os moldes da Champions League, principal competição de clubes do planeta bola. Vejo algumas equipes se organizando, porém, dentro das limitações. Até o Palmeiras, que gastava à vontade na gestão Mattos, fechou a torneira e Luxemburgo terá que trabalhar com o que tem, privilegiando alguns jogadores da base. O técnico já indica que Felipe Melo, aquele volante “sanguinário”, será zagueiro. São os novos tempos em que a mecenas parece não querer mais pôr dinheiro no clube. Já colocou R$ 170 milhões e, é claro, num momento vai cobrar. Já o Galo a mim agrada por sua postura realista e de contratações pontuais. Mandou embora um monte de come e dorme e está contratando de forma cirúrgica. Não há dúvida de que o time a ser batido é o Flamengo. Não sei se os concorrentes irão conseguir. Porém, caso o Mister, Jorge Jesus, só fique até maio, quando vence seu contrato, o rubro-negro pode desandar, embora tenha Jorge Sampaoli na manga da camisa.

Copinha

O Cruzeiro foi eliminado nas penalidades. Que fase! O Galo avançou e está vendo seu atacante Calebe despontar na competição. Reinaldo, o maior centroavante que vi jogar – numa entrevista na Turquia, Zico me disse que “foi o Rei o jogador que mais se aproximou de Pelé” –, elogiou Calebe de todas as formas. “Palavra de Rei não volta atrás”, diz o velho ditado. Portanto, pode estar surgindo uma nova joia alvinegra, que, espero, seja muito bem lapidada e que não seja vendida tão cedo.



Publicidade