Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Assinante do Pay-per-view compra gato por lebre


postado em 13/05/2019 05:04 / atualizado em 13/05/2019 10:14

O Atlético jogou com o Palmeiras, no Mineirão, na tarde de ontem, sem transmissão da TV Globo ou Pay-per-view. O Palmeiras não fechou com a emissora carioca. O Atlético recebeu normalmente sua cota, pois está no grupo dos times que fecharam com a TV. Aí eu pergunto: e quem pagou Pay-per-view para ver os jogos do Galo, que se dane? É assim que a TV Globo trata seus clientes? Ela não vai ressarcir cada um que pagou para ver um produto que não foi entregue? São questionamentos pertinentes de quem pagou pelos jogos do Atlético, mas não pôde ver nada. Porque os torcedores do Galo não vão ao Procon, reclamar seus direitos? Estou falando dos consumidores sérios, que pagaram para ver o jogo nos canais fechados, sob o comando da TV Globo, pois aqueles que têm o chamado “gatonet” não merecem o respeito de ninguém. Estão burlando a lei, cometendo um crime. Não me importa se é Globo, Record, SBT, Band ou Rede TV. Aquela que vendeu o produto ao consumidor tem que entregá-lo. Que a Globo se resolva com o Palmeiras e que o torcedor das equipes que assinaram contrato com a emissora possam ver os jogos pelos quais pagaram.

O Galo foi derrotado pelo Palmeiras por 2 a 0. Meu amigo atleticano, que me disse que “o Galo só havia vencido time de Segunda Divisão: Avaí, Vasco e Ceará”, estava com a razão? Em seu primeiro teste contra um time da Série A, acabou perdendo, e no Mineirão. Já disse que este time do Atlético, limitado e fraco, comandado por Luan, tem que jogar no Independência.


Cruzeiro

No Sul, o Cruzeiro foi derrotado pelo Inter por 3 a 1, em sua segunda derrota para equipes fortes – a primeira foi para o Flamengo, na estreia, no Brasileirão. Continuo achando o time azul com grupo e time fortes, mas, quando enfrentou os grandes teve dificuldades. Seu grupo na Libertadores era fraco, mas ele foi muito bem, marcando 15 pontos em 18. Resta saber se este time é confiável para disputar todas as taças, como venho dizendo, ou se é apenas fogo de palha. E o artilheiro Fred, que marcou muitos gols no Mineiro e contra adversários de qualidade duvidosa na Libertadores, no Brasileirão não está correspondendo. Não adianta ter 15 gols contra equipes que nada acrescentam ao futebol. Tem que marcar é nos grandes clássicos. Ainda acredito no Cruzeiro, mas precisa confirmar aquilo que dele se espera. Hoje tem sorteio para saber quem ele vai pegar nas oitavas da Libertadores. Grêmio, River e Athletico-PR podem estar no caminho.

Luxa no Vasco

Que um dos maiores técnicos que já vi trabalhar, ao lado de Telê Santana e Carlos Alberto Silva, possa fazer um grande trabalho no Vasco. O time é limitado e ruim, mas Vanderlei Luxemburgo é o único técnico pentacampeão brasileiro, conhece esquema tático como poucos. É um dos treinadores que já em 1993/1994, bicampeão com o Palmeiras, tinha conceitos modernos, que até hoje os técnicos usam. Sei que há uma ala em BH que não gosta do Vanderlei e o detona sempre. Mas quem gostam do bom futebol sabe reconhecer o trabalho desse grande técnico. Boa sorte, Luxa, você é dos melhores que vi na vida.

Campeão Inglês


O Manchester City, de Pep Guardiola, sagrou-se campeão inglês ontem, com um ponto a mais que o vice, Liverpool. Porém, o time da terra dos Beatles está na final da Champions League, ao passo que o time do príncipe catariano terá de assistir ao jogo pela tevê. E o que é pior: uma final entre rivais, Liverpool e Tottenham. Guardiola só ganhou Champions quando dirigiu Lionel Messi. Fracassou no Bayern de Munique e no City. Nem por isso, deixa de ser grande técnico. A propósito, Gabriel Jesus e Danilo, titulares da Seleção de Tite, são reservas no City. Danilo, inclusive, está de malas prontas para a Inter de Milão.

Anderson Silva

O eterno campeão deveria parar de lutar, pois está se expondo ao ridículo. É campeoníssimo, mas, aos 44 anos, não tem mais o fôlego e o talento dos jovens lutadores. Fica feio, a cada luta, Silva, perder no primeiro ou segundo round sem acertar nem um golpe sequer. Aposente-se com dignidade, grande campeão. Ninguém é eterno e absoluto. Você é um grande vencedor! Jéssica “Bate-estaca” levou o cinturão ao nocautear a americana Rose Namajunas. Fiquei preocupado quando vi Rose bater a cabeça no solo do octógono. Temi por uma tetraplegia. Felizmente, nada de mais grave aconteceu.


Publicidade