Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Enquanto espera pela cura do mundo, empresária mantém os sonhos

Clo Wanderley é a convidada do projeto Diário da quarentena, que mostra como as pessoas vêm lidando com estes tempos de isolamento social


postado em 12/04/2020 04:00


 
A quarentena chegou aqui num momento bastante intenso.
Felipe, recém-formado, iniciando a pós-graduação e fazendo entrevistas para o tão desejado primeiro emprego. Julia, estudante apaixonada de medicina, presidente da comissão de formatura da sua turma, cheia de atividades acadêmicas. Lucas, quase fazendo 14 anos, no auge da adolescência e de sua mais nova paixão: o skate. Henrique, como sempre, trabalhando enlouquecidamente, cheio de projetos. E eu... continuo viajando nas minhas viagens e nas de meus passageiros.
 
Que pena! Meu setor, o turismo, foi um dos primeiros a sentir as consequências dessa pandemia que virou o mundo de cabeça para baixo. O mundo que é o meu sonho!!! O mundo com o qual trabalho, realizo meus maiores sonhos e os sonhos de quem me confia suas viagens. O mundo onde me descubro, onde me encontro, onde me realizo, onde amo os que estão comigo e sonho em levar os que amo e não foram comigo para aquele lugarzinho...
 
O mundo que adoeceu, se fechou e se confinou. O mundo que eu amo tanto...
Mas enquanto não posso voltar para o mundo, sonho com as minhas próximas viagens e com o que posso fazer para que meus queridos passageiros continuem sonhando com este mundo tão lindo para onde eles, num belo dia, sonharam em me pedir uma viagem!
 
Na minha rotina de quarentena, me exercito, cuido do corpo e da mente, cuido dos meus filhos, da nossa casa, da comida que vamos comer, cuido dos deveres e dos estudos do caçula, cuido para estarmos juntos, proponho atividades agradáveis em família. Cuido para que cada um receba o carinho e o incentivo para não parar de acreditar que tudo isso vai passar.
 
Assim, vou cuidando dos que amo, dos que estão perto de mim e dos que não estão fisicamente tão perto. E cuido, com todo amor que posso oferecer, do meu marido, que tem como missão de vida, desde sempre, cuidar das pessoas. Assim como tantos outros, ele atua na linha de frente da área da saúde e precisa estar forte, preparado para cuidar de nós e de todos que precisarem.
Enfim, uns pelos outros, vamos cuidando da nossa saúde e, consequentemente, da saúde de tantos outros que nem sequer conhecemos. Cada um faz a sua parte em prol do todo.
Para finalizar, digo que estou aqui torcendo para que o meu tão amado mundo se cure rapidamente e possamos voltar para ele de braços abertos!

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade