Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Fiquem em casa. Lavem as mãos. Um dia, vai passar

A atriz Cynthia Falabella fala de seu cotidiano 'infectado' pelo coronavírus. Ela é a convidada desta segunda-feira do 'Diário da quarentena', que entra em sua terceira semana


postado em 06/04/2020 04:00



Diário da quarentena

Uma hora, vai passar

Cynthia Falabella 
atriz

Notícias da China na rádio em dezembro.

Dirijo o carro, é Natal, não dou tanta atenção, acho distante e triste. Irresponsável a omissão do governo local.

Voltando de Belo Horizonte, no aeroporto, em janeiro, ouço um homem atrás de mim dizendo que o corona estava chegando. Me preocupa.

Janeiro. Notícias da doença em outros lugares. Chegando perto. Uma gripe mais pesada. Me preocupa. Penso na Lis, nos meus pais, na minha família, nos meus queridos.

Fevereiro, pandemia chega avassaladora. Itália devastada. 
Lavem as mãos, usem álcool em gel!

Em uma semana, toda a estruturade vida mudou aqui em casa. O medo tomou conta. Em todasas casas.

Lis não vai mais pra escola, não dou mais aula, não vou na rua, não saímos mais. Não podemos ver ao vivo quem amamos. Agora os encontros são pelos zooms da vida. O medo toma conta. Vamos ficar em casa. Sim, vamos ficar em casa e cuidar da gente. De todos.

A rotina ficou estranha. Até hoje tô me adaptando a ela. Crise de ansiedade, sem rotina... criando rotina... Usando máscara, entrando no eixo e criando juntos esse novo jeito de viver. Se adaptar.

Fiquem em casa. Respirem. Uma hora, vai passar.


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade