Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

80 anos da Marvel serão lembrados com exposição da Casa dos Quadrinhos

A mostra, na Biblioteca Pública de Minas Gerais, vai reunir 40 obras criadas por artistas que trabalham para o conglomerado de entretenimento


postado em 07/01/2020 04:00 / atualizado em 06/01/2020 17:22

(foto: Reprodução YouTube)
(foto: Reprodução YouTube)

 
Os 80 anos da Marvel serão lembrados pela exposição organizada pela Casa dos Quadrinhos – Escola Técnica de Artes Visuais na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais. O acervo reúne 40 peças, entre revistas, pôsteres, esculturas e originais criados pelos artistas e professores da escola, premiados nacional e internacionalmente. São eles: Márcio Fiorito, que atualmente desenha Os Vingadores para a revista Marvel Action: Avengers; Eduardo Pansica, que participou de Monte Cook’s Ptolus, publicado pela Marvel em 2007, que desde 2009 desenha para a editora DC Comics; Guilherme Balbi, que desenhou para as americanas IDW, Dark Horse, DC Comics, criou design para filmes de Hollywood e fez cards para a Marvel; Rodney Buchemi, que trabalhou em projeto assinado por Stan Lee e teve produções publicadas pela Marvel Comics, DC Comics e Dabel Brothers. A exposição poderá ser visitada a partir da próxima segunda-feira (13).

***

Paralelamente à mostra na Biblioteca Pública, a Casa dos Quadrinhos promoverá, em sua sede, a Miniexposição 20 anos da Casa na Casa, na qual apresenta a evolução de produções criadas por alunos e professores. Com entrada franca, o evento celebra as duas décadas da escola, especializada em artes visuais e digitais, com diploma aprovado pela Secretaria de Estado da Educação.
 
NO MINAS
FELIZ 2020

Tradição do réveillon no Minas Tênis Clube, a queima de fogos marcou a virada do ano na unidade do Mangabeiras. Cerca de sete mil pessoas passaram por lá e curtiram a festa realizada no salão de festas, animada pelas bandas Dib Six, Expresso e Cia, nas quadras de peteca, com shows dos grupos Zepper e Toque de Classe, no gramado, que bombou com Putzgrila e Via Láctea, e na boate sub-17, onde a garotada se esbaldou.


FESTIVAL DO JAPÃO
ORDEM E HARMONIA 

Reiwa, nome dado ao novo período imperial do Japão, inspira a ambientação do 9º Festival do Japão em Minas, marcado para 28 e 29 de fevereiro e 1º de março, no Expominas. Os temas serão os 
famosos leques dobráveis (ogi ou sensu) e não dobráveis (uchiwa), com suas coloridas variações, e a xilogravura nipônica (ukiyo-ê). O evento ocupará 20 mil metros quadrados, com palco principal para apresentações e concursos musicais, áreas institucionais e espaços comerciais. Na programação não vão faltar a cerimônia do chá, ikebanas, campeonatos de hashi e kendama e  oficinas gratuitas. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade