Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

É vai ou vaza, Neymar!

Ou mostra, contra o Borussia Dortmund, que pode ser o cara que decide, ou já arruma as malas para sair do PSG pela porta dos fundos%u2019


postado em 18/02/2020 04:00 / atualizado em 17/02/2020 20:31

Após longa espera, enfim chegou o momento que todos os amantes do futebol aguardavam: o mata-mata da Liga dos Campeões da Europa. E entre as quatro partidas desta semana, o foco estará em Neymar. E já em uma espécie de tudo ou nada. Ou mostra, contra o Borussia Dortmund, que pode ser o cara que decide, ou já arruma as malas para sair do PSG pela porta dos fundos.
 
Contratado a peso de ouro justamente para ganhar a Champions, até agora Neymar não conseguiu atuar quando seu time mais precisava dele. Nas duas últimas temporadas, deixou a equipe na mão em função de lesões e o PSG acabou eliminado nas oitavas, diante de Real Madrid e Manchester United, respectivamente.
 
Sem atuar desde 1º de fevereiro, em função de (mais uma) lesão, desta vez na costela, Neymar recebeu atenção especial do Departamento Médico do clube. Ainda não estará 100%, mas acredito que tem condições de fazer a diferença. O brasileiro teria feito até pacto de concentração com Leonardo, diretor esportivo do PSG. "Coincidentemente", o prazo vence em maio, na data da final da Champions...
 
Neymar sabe que essa deve ser a última chance de conseguir algo grande com o PSG. Ainda mais porque esse é o ano mais viável rumo ao título, já que possíveis candidatos, como Barça, Real e Manchester City, têm oscilado. Atual campeão, o Liverpool, que pega o Atlético de Madrid, segue o concorrente mais forte.
 
O PSG só não pode esquecer que do outro lado também há uma equipe de muita qualidade. Basta citar o meio- campo com Emre Can, Witsel e Brandt e o ataque com Sancho, Reus e Haland. O 'x' da questão é o setor defensivo. Se o técnico Lucien Favre optar pelo esquema com três zagueiros, Neymar, Mbappé, Icardi e companhia poderão se dar bem, em especial em cima de Piszczek. Façam suas apostas.
 
Africano paraguaio
Considerado um dos maiores jogadores africanos dos últimos tempos, o togolês Adebayor (ex-Arsenal, Manchester City, Real Madrid etc.) colocou o futebol paraguaio em ebulição. Principal reforço do Olimpia para a temporada, o atacante, que completa 36 anos semana que vem, foi apresentado à torcida no domingo. Mesmo que os valores não tenham sido revelados, ele terá o maior salário da história do futebol paraguaio. Adebayor reeditará ataque com Roque Santa Cruz (38 anos), com quem atuou no City. Além do título nacional, o objetivo é levar o clube a uma grande campanha na Libertadores. A estreia será em 4 de março, contra o Delfín, no Equador, em grupo que ainda tem Santos e Defensa y Justicia-ARG.

Efeito colateral?
A punição imposta pela Uefa ao Manchester City, proibido de participar das próximas duas edições da Liga dos Campeões por descumprir o fair play financeiro, pode ter efeito em mercado bem distante da Inglaterra. Comprado em 2017 pelo City Football Group, que controla oito clubes mundo afora, os dirigentes do Montevideo City Torque (ex-Clube Atlético Torque) esperam não ser afetados pela medida. Campeão da Segunda Divisão em 2019, o clube, que fez intercâmbio em Manchester em novembro passado, trocou nome e escudo em janeiro e está construindo novo centro de treinamento. A estreia na elite foi no último fim de semana (derrota de 3 a 1 para o Progresso). Com o aporte financeiro da holding inglesa, a intenção do Torque é revelar jogadores e surpreender os gigantes do futebol uruguaio.

Campeão folgado
A cinco vitórias do inédito título da Premier League, o Liverpool pode quebrar mais um recorde europeu: o de campeão com maior “folga”. Até hoje, o posto pertence ao PSG, que, na temporada 2015/2016 levou o título com 31 pontos de frente. Hoje, a distância entre os Reds e o Manchester City é de 25 pontos, mas como o City entra em campo amanhã (contra o West Ham), pode cair para 22. É difícil, mas para o time comandado por Klopp nada parece ser impossível. 
 
 
(foto: Roslan Rahman/AFP)
(foto: Roslan Rahman/AFP)
de olho
Troy Parrott
 
Com apenas 18 anos, o atacante irlandês Troy Parrott (foto) é tratado como joia bruta. Após começar a carreira no pequeno Belvedere, da Irlanda, aos 15 anos se transferiu para o Tottenham. Convocado para a seleção desde o Sub-17, em novembro de 2019 teve a primeira oportunidade no grupo principal (3x1 na Nova Zelândia, com direito a assistência). Em dezembro, estreou na Premier League e vem sendo integrado aos poucos ao elenco principal dos Spurs. Com valor de mercado de 4 milhões de euros, acabou de renovar contrato 
até junho de 2023. 
 
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade