Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BAPTISTA CHAGAS DE ALMEIDA

Apoio de youtubers e indignação no Supremo contra reunião de Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro recebeu apoiadores fora da agenda oficial no Palácio da Alvorada


postado em 24/05/2020 08:50 / atualizado em 24/05/2020 08:57

Mais uma vez, Jair Bolsonaro se reuniu com apoiadores, desta vez youtubers, e ninguém usava máscara(foto: TWITTER/REPRODUÇÃO)
Mais uma vez, Jair Bolsonaro se reuniu com apoiadores, desta vez youtubers, e ninguém usava máscara (foto: TWITTER/REPRODUÇÃO)

Logo na manhã deste sábado, uma notícia chamava a atenção na seção de Gerais do jornal. Um avião monomotor que tentava decolar da pista do Aeroporto Carlos Prates, na Região Noroeste de Belo Horizonte, foi obrigado a fazer pouso de emergência e derrapou, indo parar na vegetação do entorno do aeródromo. Felizmente, ninguém se feriu. O relato é do repórter Mateus Parreiras.

O Corpo de Bombeiros informou que o monomotor chegou a iniciar a decolagem, porém, houve pane mecânica. Foi necessária a realização de pouso forçado imediato. Quem dera seria possível levantar voo e trazer boas notícias políticas para serem lidas neste domingo? A resposta é: o cenário nacional no país não permite.

Melhor, então, tratar de uma atitude publicada no Twitter: "Agradeço ao ministro interino Eduardo Pazuello pelo convite para ser conselheiro do Ministério da Saúde, mas não seria coerente ter deixado o cargo de ministro da Saúde na semana passada e aceitar a posição de conselheiro na semana seguinte".

Saudável, no entanto, é o fato de o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), ter recebido um grupo de youtubers de perfil pró-governo. Se uma foto publicada no Twitter vale mais que mil palavras, basta um registro. Todos, inclusive o presidente, estavam sem máscaras, inclusive as deputadas Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF). Dois registros: ambas estão no primeiro mandato.

O outro detalhe é que as mulheres na foto estavam em franca maioria. Entre os homens, eram só dois, um deles o youtuber de direita declarado Allan Frutuoso, do canal Vista Pátria.

Chega disso. O atual cenário político não permite. Um exemplo vem do ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). "Tudo lamentável, ante a falta de urbanidade. Fiquei perplexo. O povo não quer 'circo'. Quer saúde, emprego e educação", declarou em entrevista publicada neste sábado. Nela, ele ainda acrescentou: "De forma alguma. Não sou vagabundo. A carapuça passou longe". A referência era sobre o ministro nada educado Abraham Weintraub.

O que já é fato, é que líderes de diversos partidos na Câmara dos Deputados pretendem convocar, isso mesmo, não é convite, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, para esclarecer quais são as “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”. Já deu para perceber que é o telefone celular do presidente.

Se é esse o motivo, o melhor a fazer é dar alô a todos. A semana promete um cenário nada tranquilo.

Indígenas

Relatora na Câmara Federal, a deputada indígena Joênia Wapichana (Rede-RR), claro, ficou em sua praia. E pediu pressa, já que se baseou em dados fornecidos pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). Eles indicam que a COVID–19 já chegou a 53 comunidades e matou, pelo menos, 110 indígenas em registro da semana passada. Joênia ressaltou que nosso modo de vida comunitário e a falta de estrutura em atendimento de saúde facilitam a rápida disseminação. O projeto que cria o plano de ações emergenciais voltado às comunidades indígenas, quilombolas e por aí vai já foi aprovado na Câmara dos Deputados e agora falta o Senado.

Falar nisso ...

… Caladinho vale destacar: “So-called ‘environment’ minister Ricardo Salles “believes that people dying in line at hospitals is a good opportunity to move forward on his anti-environmental project”. Em tradução simulada e livre, basta ressaltar que foi na calada da noite que o ministro do Meio Ambiente aproveitou para atender à bancada ruralista e permitiu até desmatar o máximo possível a Amazônia. “We need to make an effort while we are in this calm moment in terms of press coverage, because they are only talking about COVID”. @GretaThunberg

#Lave as mãos

“Agradeço ao ministro interino Eduardo Pazuello pelo convite para ser conselheiro do Ministério da Saúde, mas não seria coerente ter deixado o cargo de ministro da Saúde na semana passada e aceitar a posição de conselheiro na semana seguinte”, postou o ex-ministro da Saúde Nelson Teich. E tucanou em seguida: “Uma condução técnica do sistema de saúde significa uma gestão onde estratégia, planejamento, metas e ações são baseados em informações amplas e precisas, acompanhadas continuadamente através de indicadores”.

Sanduíche sem máscara

O presidente Jair Bolsonaro circulou por Brasília e visitou estabelecimentos comerciais ontem. Ele cumprimentou apoiadores e ouviu gritos de "mito",  mas também vaias e panelaços. Ele foi a uma confeitaria da Asa Sul acompanhado do ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo. O presidente foi também ao Sudoeste, bairro de Brasília próximo ao Plano Piloto, onde mora o filho Jair Renan Bolsonaro. Na quadra também foram registrados panelaços vindos das janelas. O passeio incluiu ainda a parada em barraquinha de cachorro-quente (foto) na Asa Norte. Mais uma vez, o público se dividiu entre apoio a vaias. A visita à carrocinha de cachorro-quente foi transmitida ao vivo nas redes sociais do presidente.

Vigilância

Primeiro, os fatos: o projeto permite à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar a fabricação e comercialização de ventiladores pulmonares com base em laudos de médicos especializados e projetos técnicos com padrões mundiais mínimos de qualidade. O público-alvo são pacientes com insuficiência respiratória. Daí o substitutivo do deputado Lafayette de Andrada (Republicanos-MG) à proposta que permite à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar a fabricação e comercialização de ventiladores pulmonares com base em laudos de médicos especializados e projetos técnicos com padrões mundiais mínimos de qualidade.

PINGA FOGO
  • Duas mulheres unidas devem conseguir. Elas pretendem destinar R$ 3,6 bilhões para ações emergenciais no setor cultural. Elas pretendem a suspensão do pagamento de tributos federais incidentes sobre rendimentos de artistas e atividades culturais até o fim da pandemia da COVID–19.
  • O projeto é da deputada Benedita da Silva (PT-RJ) e teve um texto substitutivo capitaneado pela deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ). O fato é que ele concede suspensão do pagamento de tributos federais incidentes sobre rendimentos de artistas e atividades culturais até o fim da pandemia.
  • “Teremos um anúncio excelente e transformacional que vai melhorar ainda mais a confiança e a segurança do cliente.” A frase, em pleno sábado, isso mesmo, ontem, é do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.
  • Mas o melhor ainda estava por vir: “Teremos um anúncio excelente e transformacional que vai melhorar ainda mais a confiança e a segurança do cliente.” Bastaria, mas ele ressaltou ainda: não há necessidade de a pessoa chegar de madrugada. Tentem evitar chegar muito cedo…
  • Então, sendo assim, o melhor a fazer é encerrar a coluna, já está quase de noite. Um bom dia.


Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade