Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLíTICA

A prudência da ONU e a sua recomendação

''Hein! Sexta-feira, 13? A recomendação dos médicos que o assistam é o presidente Jair Bolsonaro permanecer no Palácio do Alvorada e esperar''


postado em 13/03/2020 04:00

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez ontem os testes para detectar se foi contaminado(foto: Reprodução internet)
O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez ontem os testes para detectar se foi contaminado (foto: Reprodução internet)
Coronavírus, Coronavírus, Coronavírus, Coronavírus, Coronavírus, Coronavírus… Tem mais alguma notícia mundo afora? Vale, pelo menos, a recomendação do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres.

“Os países devem redobrar os seus esforços para impedir a disseminação do coronavírus COVID-19, informou a agência de saúde da ONU na quarta-feira, depois de anunciar que a emergência global agora pode ser descrita como uma pandemia”, resumiu Guterres.

Seria melhor ficar por aqui com este noticiário, mas não dá para resistir. Afinal, o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, fez ontem os testes para detectar, no verbo transitivo direto com sinônimos como descobrir; revelar ou perceber a existência do que está escondido. Ou mais claro ainda detectar os sintomas da doença. O resultado sai hoje. Quando? Sexta-feira, dia 13.

Hein! Sexta-feira, 13? A recomendação dos médicos que o assistem é o presidente permanecer no Palácio do Alvorada e esperar. Afinal, já tem, devidamente comprovado pelo Palácio do Planalto, com teste de contraprova e tudo mais, que, de fato, o chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), Fábio Wajngarten, está com o Covid-19.

“Jantamos juntos em Mar-a-Lago, na Flórida, com a delegação inteira. Não sei se o assessor de imprensa estava lá. Se estava, estava. Mas não fizemos nada fora do usual. Sentamos perto por algum tempo, tivemos uma ótima conversa”, relatou ontem o próprio Donald Trump.

A close aide to Brazil’s president who attended a dinner with Donald Trump at Mar-a-Lago over the weekend tested positive for coronavirus, destacou a imprensa norte-americana. “I did hear something about that. We had dinner togheter in Florida at Mar-a-Lago with the entire delegation. I don’t know if the press aide was there”. Em tradução simultânea, a coluna informa que o assessor de imprensa estava lá. Yes, ele estava mesmo e o cumprimentou, viu Trump? Já chega.

Para encerrar, a manifestação em favor do governo, prevista para domingo, foi desmarcada. Vice-líder do governo na Câmara, o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) deixou claro: “está tomando uma proporção que não imaginávamos e, apesar de querermos ir pra rua, a saúde e a integridade física das pessoas está em primeiro lugar”.

Não tinha outro jeito, o Coronavírus não deixaria mesmo que houvesse uma aglomeração. Ninguém, ou pouca gente, iria aparecer.


A guerra...

Nem dá tempo de espreguiçar direito pela manhã na política nacional. A guerra de tweets não deixa.  “O Congresso derrubou nosso veto e ampliou o número de famílias que podem se habilitar ao BPC, Benefício de Prestação Continuada. Tal medida impõe uma despesa extra de R$ 20 bilhões ao Executivo no corrente ano”, reclamou o presidente Jair Bolsonaro em seu perfil oficial.

… de tweets

“Jogar o ajuste fiscal em cima de idosos e pessoas com deficiência é a cara do seu governo, homenageador de miliciano. Recuperar o benefício para essas pessoas com renda de meio salário mínimo não prejudica o país. Sua incompetência e desequilíbrio, sim”, retrucou o PT também em seu perfil oficial.


Dança de cadeiras

Igor Eto será o novo Secretário de Governo. Até então, ele comandava a Secretaria-Geral. O secretário acompanha Romeu Zema na administração desde a posse. O governador acredita que a juventude e a energia de Eto serão capazes de estreitar a parceria com a Assembleia Legislativa (ALMG). Para a Secretaria-Geral, será nomeado o vereador Mateus Simões. E, pelo jeito, será indemissível, aquele que não se consegue demitir ou que não pode ser demitido, ensinam os dicionários. Diante do novo desafio, Simões abrirá mão da possibilidade de disputar a Prefeitura de Belo Horizonte e ainda renunciará ao mandato de vereador da capital mineira.

Elogio a Zema

A decisão do governador Romeu Zema (Novo) de conceder aumento parcial de 13% aos trabalhadores da segurança pública – menor do que os 41,7% que estavam no projeto de lei – e vetar o reajuste às demais carreiras desagradou os servidores, mas recebeu elogios do setor empresarial. O presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, disse que a decisão de Zema foi “acertada” e “corajosa”. Segundo Roscoe, a Federação defendia o veto do reajuste a todos os servidores, mas o posicionamento de Zema foi inteligente do ponto de vista político. “O segmento industrial estava pedindo ao governador o veto integral. Mas achei inteligente a solução do veto parcial. Ele valoriza a segurança pública com o reajuste de 13%, que é um número que comporta dentro das finanças estaduais. Foi uma decisão sensata, de bom senso. Corajosa do ponto de vista político, que mostra a que o governador veio, para fazer o melhor para Minas Gerais.

Visitantes

Desobedeceram os chefes, tanto o do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), quanto o da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), embora tenham sido educados. Trata-se da suspensão das visitas ao prédio do Congresso, para evitar a disseminação do novo coronavírus. No total, 28 pessoas no total, visitaram a sede do Legislativo na manhã de ontem. O Programa de Visitação do Congresso informou que, apesar da medida, o fato ocorreu porque não houve tempo para avisar todos os grupos agendados. O passeio, no entanto, ficou restrito ao Senado e durou apenas 30 minutos, 20 a menos que o normal. E só. Não haverá mais visitas nem previsão para a volta.

PInga-fogo


Mais sexta-feira 13. Agenda oficial convocada: A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realiza, nesta sexta-feira, às 10h, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, entrevista coletiva para falar das ações e medidas de enfrentamento ao coronavírus.

Técnicos da secretaria estarão disponíveis para atendimento à imprensa. Local: nas salas 6 e 7 do Prédio Minas, leia-se Sala do Centro de Operações em Saúde (COES) – Cidade Administrativa – Belo Horizonte (MG).

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) anunciará hoje, em entrevista coletiva, às 11h, um conjunto de regras e procedimentos a serem tomados pelo Parlamento mineiro a fim de evitar a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Já chega. Por unanimidade, os ministros presentes do Supremo Tribunal Federal (STF) negaram ontem um pedido da União que buscava anular a alienação de imóveis da Fazenda Ipanema em Iperó (SP).

Mas o que interessa de fato, é o detalhe. Afinal, ela demorou nada mais, nada menos, uma tramitação por mais de 50 anos. A disputa das terras da ação gerou 16 volumes, 1.597 páginas e quatro anexos ao processo. Ficamos assim.
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade