Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BELEZA

Cremes são aliados no combate ao envelhecimento do corpo

Especialistas ensinam a tratar da pele corporal, que deve ser esfoliada corretamente e hidratada


04/11/2020 04:00 - atualizado 04/11/2020 08:28


O processo de envelhecimento afeta todo o organismo e, assim como o rosto, a pele do corpo sofre com agressões do dia a dia, como a poluição e a exposição ao sol, que favorecem o aparecimento de sinais da idade, flacidez e manchas. Por isso, a pele corporal deve receber atenção na hora da rotina skincare.

“A falta de cuidados, principalmente a hidratação, leva à perda da elasticidade e da firmeza da pele, já que o colágeno e a elastina são dependentes da água retida por substâncias fundamentais, como as glicosaminoglicanas e o ácido hialurônico, que embebem essas fibras para proporcionar sustentação ao tecido”, explica o médico Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Os cuidados com o corpo não podem ser os mesmos adotados para a face, pois a pele corporal tem necessidades e características específicas que devem ser levadas em consideração na hora da escolha dos cosméticos.

De acordo com o dermatologista, a pele do corpo tem menor quantidade de glândulas sebáceas e, por isso, é mais seca, devendo ser hidratada com veículos mais pesados, como cremes. “A hidratação corporal deve priorizar produtos ricos em anti-inflamatórios, antioxidantes e calmantes, como os extratos de camomila, aloe vera, edelweiss e malva, além de substâncias como OTZ 10, alistin, nicotinamida, vitamina B5 e aveia coloidal, que agem na hidratação e recuperação da pele”, afirma ele.

Em casos de pele mais ressecada e descamativa, vale a pena optar por ativos à base de ácido hialurônico, silício e óleos terapêuticos de argan e girassol, que promovem o reparo e a regeneração epidermal, aconselha o doutor Abdo Salomão Jr.

O ideal é que a hidratação corporal seja realizada logo após o banho (de 5 a 10 minutos) para facilitar a absorção dos cosméticos. “É importante que o creme seja espalhado da forma correta para evitar que sua eficácia seja reduzida. Aplique o produto uniformemente, com movimentos circulares e uma leve massagem, não se esquecendo dos joelhos e cotovelos. Tome cuidado com movimentos demasiadamente bruscos e repetitivos, que podem irritar a pele”, diz Isabel Piatti, consultora executiva em estética e inovação cosmética e conselheira do Comitê Técnico de Inovação da Buona Vita.

Uma ótima opção para quem procura manter a pele do corpo hidratada, macia e sedosa é o Nutribalm Lipid Replenish, da Ada Tina Italy, hidratante corporal que tem ação antioxidante e antiglicante, sendo capaz de manter o tecido cutâneo protegido, íntegro e saudável, além de ajudar a clarear manchas devido à presença de niacinamida em sua fórmula.

A fotoproteção também é fundamental, pois a exposição solar desprotegida é um dos principais agressores da pele. “A radiação solar leva a um dano cumulativo, promovendo a formação de radicais livres, deteriorando as fibras de colágeno e elastina e gerando danos ao DNA, o que favorece o surgimento de flacidez e de manchas e até do câncer de pele”, diz Isabel Piatti.

Para essa etapa, opte por produtos que contenham, no mínimo, FPS 30 e consistência mais espessa para atenderem as necessidades da pele corporal.

O corpo deve ser higienizado diariamente, de preferência com produtos que tenham pH compatível com a pele da região e não causem ressecamento, como o sabonete BodyCare, da Éclairé, que, além de limpar profundamente, remove as células mortas da pele e uniformiza a tonalidade graças ao ácido glicólico em sua composição, tornando o tecido cutâneo mais suave e macio.

Duas vezes por semana, vale a pena investir na esfoliação corporal, que estimula a renovação celular e melhora a textura da pele, tornando-a mais homogênea.

“Esfoliantes corporais devem ser compostos de partículas maiores do que aquelas presentes nos esfoliantes faciais incorporados em sabonetes cremosos para uso no banho ou em óleos naturais de fácil aplicação e espalhabilidade. Ao realizar a esfoliação, fique atento para não machucar as áreas mais sensíveis, como o colo e os seios. Faça movimentos mais intensos nos joelhos, cotovelos, pés e mãos, por serem partes do corpo com mais queratina e, portanto, mais resistentes”, recomenda a médica Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade