Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DA ANNA MARINA

Quer dar uma melhora no visual?

Veja sete dicas para espantar as olheiras, o inchaço e a pele sem viço


postado em 13/06/2020 04:00

Frutas, legumes e vegetais ajudam a eliminar toxinas(foto: Mesa Brasil/Divulgação)
Frutas, legumes e vegetais ajudam a eliminar toxinas (foto: Mesa Brasil/Divulgação)


Custei a descobrir que uma das canseiras maiores que a quarentena causa é a expectativa da espera pela doença ou não. Todas as pessoas passam por esse tipo de tensão, porque, na compreensão dos leigos, não existe o se organismo está ou não contaminado. Então, o negócio é o seguinte: estar em casa cumprindo o isolamento não quer dizer que estejamos relaxados. Pelo contrário, nos sentimos exaustos, em um grau muito próximo da expressão TATT (tired all the time – cansado o tempo todo, em português).

Se esse já era um diagnóstico comum no passado, sem a pandemia, agora – com o problema do vírus aliado ao estresse e à própria mudança brusca na rotina – o cansaço parece universal. Mesmo que estar exausto seja efeito colateral inevitável da vida moderna, sua pele pode tentar esconder isso – dos males o menor, não é mesmo?

“Olheiras, inchaço, pele sem viço e desidratada são as características mais comuns desses pacientes”, afirma a médica Cláudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A seguir, ela dá dicas pra estes dias de quarentena:

1. Invista na vitamina C. Poderoso, o ingrediente deve ser usado de maneira tópica e oral. “O antioxidante é fundamental para a pele. Internamente, trabalha para apoiar o sistema imunológico, aumentar a absorção de ferro e reduzir os sinais de cansaço. Com ação tópica clareadora e antioxidante, a vitamina C diminui as metaloproteinases que degradam colágeno”, diz a médica. Nos cremes, prefira as fórmulas com vitamina E. “Associado à vitamina E, tem papel hidratante e reverte os danos da pele inflamada e com perda de viço e densidade tissular”, afirma. “Já com relação às cápsulas, a vitamina C pode ser combinada com Bio-Arct e In.Cell para potencializar o reforço ao sistema imunológico”, diz.

2. Lave o rosto com água fria. Assim que acordar, lave o rosto com água fria e com um sabonete específico para seu tipo de pele. “De preferência, esse sabonete deve contar com extratos botânicos com ação anti-inflamatória, calmante e descongestionante, como camomila, erva-doce, hamamélis e calêndula. Eles vão ajudar na diminuição do edema”, afirma a especialista.

3. Use água termal (gelada). Na noite anterior, deixe sua embalagem de água termal com ativos calmantes na geladeira. Logo após lavar o rosto, borrife no rosto. “A temperatura fria do produto refresca e descongestiona a pele”, explica.

4. Lembre-se do cosmético para área dos olhos. A área dos olhos tem a pele mais fininha do nosso corpo, portanto, o cuidado diário é essencial, com produtos que tenham efeito contra rugas, desidratação, flacidez e olheiras, além das bolsas por inchaço e acúmulo de linfa. Uma boa pedida são produtos que diminuem a inflamação e as olheiras.

5. Beba mais água e consuma menos sódio. Estar em casa o dia todo não pode ser desculpa para ingerir menos que dois litros de água diariamente, pois isso é essencial para desinchar o corpo. “Água de coco e chá-verde também são opções. Mas lembre-se de controlar a quantidade de sódio nas refeições, pois ele colabora na retenção de líquido. E fique de olho em sucos de caixinha, que também têm muito sódio”, afirma a médica. É necessário prestar atenção também no consumo de carboidratos e açúcares.

6. Posição de dormir. Deitar de bruços é a opção que mais favorece o inchaço matinal do rosto. Se possível, eleve a cabeça com mais de um travesseiro e durma de barriga para cima.

7. Atividade física e dieta. Mesmo dentro de casa, você precisa arrumar um horário para sua atividade física durante o dia, pois esse estímulo ajudará na oxigenação dos tecidos. “Também é necessário investir em uma dieta equilibrada, com carboidratos de boa qualidade e integrais, alimentos ricos em proteína e gorduras do bem. Lembre-se de consumir frutas, legumes e vegetais, pois melhoram a eliminação de toxinas”, conclui a médica. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade