Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Como criar verdadeira conexão com Deus

Bruno Gimenes cita em seu livro "A oração mais poderosa de todos os tempos" quatro etapas para se conectar com o Criador


postado em 06/03/2020 04:00

Hoje é celebrado o Dia Mundial da Oração. Tenho que confessar que nunca soube disso. Segundo fiquei sabendo agora, a data é lembrada desde 1968 em mais de 170 países, e surgiu para promover o aumento das obras missionárias, além de ajudar na troca de experiências entre pessoas de todo o mundo. No Brasil, começou bem antes, passou a ser festejada em 1938, sem ser destinada a uma religião específica.

Minha vida é pautada por Deus, minha fé nele, meu relacionamento e as experiências pessoais que tenho com Ele. Não consigo imaginar como seria minha vida sem Deus. Minha mãe me levava todos os domingos pela manhã na 1ª Igreja Presbiteriana, para a Escola Bíblica Dominical. Aprendi a fazer minhas orações ao deitar e ao levantar e na hora das refeições. À medida que fui crescendo, esses momentos passaram a ser mais constantes, porque a toda hora e para tudo que preciso recorro ao Criador.

Cresci ouvindo “Deus proverá, creia nisso” e “Em tudo dai graças”. E assim eu faço. Todo aperto, eu falo Deus proverá, e em tudo eu agradeço, até mesmo nos momentos ruins e difíceis. Isso independe de religião, trata-se de relacionamento com o Eterno. Deus nos ama, incondicionalmente, e quer que a gente se aproxime d'Ele, que a gente converse com Ele. O que acho mais legal disso tudo é que a gente pode conversar com Deus naturalmente, como a gente fala mesmo, sem precisar usar palavras chiques, decoradas, nem mesmo de um momento litúrgico. Pode ser em qualquer lugar, a qualquer hora. No trânsito, no banho, no quarto, enquanto cozinha, enfim, sempre que dá vontade, sempre que precisamos.

Tomando Jesus como exemplo – é o melhor de todos –, percebemos que no pai-nosso ele ensina como orar, primeiro louvar a Deus, depois agradecer e então pedir. Pedir pelos outros e por nós. Bruno Gimenes, fundador do grupo Luz da Serra, lançou há alguns anos o livro A oração mais poderosa de todos os tempos, no qual ele ensina uma nova forma de enxergar e praticar as preces.

Para quem não conhece, o Luz da Serra é um grupo que tem o propósito, em todos os seus segmentos, da busca pela espiritualidade, entendendo que isso é uma necessidade básica que todos temos e da qual não podemos nos alienar. Que essa busca por Deus pode ser de forma livre, sem dogmas ou paradigmas religiosos, o que chamam de universalismo, ou seja, sem nenhuma religião, a não ser o amor e querer fazer o bem.

Em seu livro, ele cita quatro etapas para criar uma verdadeira conexão com Deus. Para quem costuma fazer uma reza específica, Bruno orienta incluir a oração mais poderosa durante as práticas diárias. Ele garante: as mudanças que todos desejam ocorrerão. E pelo que se pode perceber, ele também tomou como base o que Jesus ensinou. O primeiro passo é o agradecimento. “Onde quer que esteja, do jeito que for, sozinho ou acompanhado, na sua casa ou na igreja, em um lugar barulhento ou no silêncio absoluto, comece a oração agradecendo. Agradecer não é ignorar o que está ruim, mas enaltecer o que está bom. A gratidão vem mudando a vida de muitas pessoas.” Em seguida, conecte-se com outras pessoas que estão nessa mesma vibração de gratidão que você para aumentar a energia. O próximo passo é direcionar essa energia e, antes de pensar em você mesmo, deve pensar no mundo. Pense nas causas universais. Por último, lembre-se de você e dos seus, o que o autor chama de “Eu mereço”. É agora que vai pedir o que quer.

Independentemente da sua crença, o importante é celebrar este dia com uma oração agradecendo pela vida, saúde, trabalho, filhos, amigos, enfim, por tudo que tem recebido. Pedir pelos problemas do mundo e pedir pelo que você e sua família precisam. (Isabela Teixeira da Costa/Interina)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade