Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Bom gosto e economia


postado em 27/06/2019 04:00 / atualizado em 27/06/2019 17:45

(foto: Fotos: Divulgação )
(foto: Fotos: Divulgação )
A Feira de Malhas de Tricô do Sul de Minas continua salvando o inverno e a elegância de muita gente. E está de volta – de 5 a 14 de julho –, montada, como tem ocorrido nas últimas edições, no piso superior do Mercado Central. Funcionando durante a semana das 12h às 20h, e aos sábados e domingos, das 9h às 20h.

Esta é a 58ª edição da feira, que é realizada há 23 anos pela Dynâmica Eventos, respeitada empresa da cidade de Jacutinga. Conhecida nacionalmente pela qualidade de seus produtos, toda malharia produzida na região tem orientação de consultores e estilistas contratados, que estão atentos às tendências e o que vai estar na moda durante a estação. Além de produtos das cidades do Sul de Minas, a Feira de Malhas de Tricô, através de 70 estandes, mostrará produtos do interior de São Paulo, e em menor escala da capital mineira. Nos estandes, predominarão as peças em malhas de tricô em linha e lã para os mais diversos estilos e gostos. Também estarão à venda peças em malhas de algodão, modal, casacos de couro, moda íntima, cama/mesa, doces e acessórios.

Modelos elegantes, com cores clássicas ou combinadas com vibrantes, estarão na coleção de expositores do Sul de Minas
Modelos elegantes, com cores clássicas ou combinadas com vibrantes, estarão na coleção de expositores do Sul de Minas
Cores vibrantes e muitas estampas de inspiração animal foram usadas nas criações, num retorno aos anos 1980. Oncinha, zebra e cobra dividem as vitrines onde estão os animais print nas cores clássicas e/ou combinadas com as vibrantes, estas uma pegada mais moderninha no look. Xadrez e listras juntas ou separadas. Quando juntas, formam a dupla mais versátil do inverno 2019. Desta vez, a feira abrigará também produtores de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, que contribuem para aumentar a diversidade de produtos do evento. Mesmo assim, 60% dos 70 estandes são das malharias do Sul de Minas. Os 40% restantes estão divididos entre São Paulo e a capital mineira. A Feira de Malhas gera empregos diretos e indiretos. Os diretos giram em torno de 250 contratações temporárias. São atendentes, vendedoras, pessoal de segurança, limpeza, transporte, saúde, recepção, brigada de incêndio, montagem, eletricistas e plantonistas.

O inverno é a estação do ano mais aguardada pelas malharias do Sul de Minas. As vendas de abril, maio, junho e julho representam 80% da demanda anual das confecções da região. Com o aumento da demanda e a realização de feiras em vários estados brasileiros, os produtores de malhas do Sul de Minas profissionalizaram-se, mas não perderam a característica de empresas familiares. As empresas da região contrataram estilistas e consultores de moda, inteirados nas tendências de cada estação. Atentas, algumas empresárias viajam constantemente para a Europa (Paris, Roma etc.) e os Estados Unidos (Nova York) para acompanhar os principais desfiles das grifes mais famosas do mundo.

Para superar a concorrência chinesa, as malharias do Sul de Minas fazem pesados e constantes investimentos em tecnologia e em capacitação profissional, o que resulta em um ganho competitivo. Antônio Raffaelli faz um balanço positivo dos 23 anos e 57 edições da Feira de Malhas de Tricô do Sul de Minas, realizadas pela Dynâmica Eventos. “A oportunidade que nos foi e continua sendo concedida com a realização deste evento é de vital importância para a continuidade da microrregião produtora de tricô, cuja pilastra básica da economia se faz de milhares de pequenas e médias empresas de âmbito familiar. Com a feira, esses empreendedores têm a chance de se tornar conhecidos, além de expor e comercializar seus produtos num espaço privilegiado.”

Feira de Malhas de Tricô do Sul de Minas. De 5 a 14 de julho, no Mercado Central/piso superior (Avenida Augusto de Lima, 744, Centro). De segunda a sexta, das 12h às 20h. Aos sábados e domingos, das 9h às 20h. 


Publicidade