Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

A vitória de Rayssa e os ventos das mudanças que sopram na Olimpíada

Pela 1ª vez, as mulheres praticamente alcançaram os homens em participação nos jogos, resultado do ativismo e de uma geração que desafia a desigualdade


27/07/2021 04:00 - atualizado 27/07/2021 07:17

Estrelas do esporte, como Rayssa Leal, são cada mais jovens, despojadas e engajadas(foto: Nelson Almeida/AFP)
Estrelas do esporte, como Rayssa Leal, são cada mais jovens, despojadas e engajadas (foto: Nelson Almeida/AFP)

Os Jogos de Tóquio são o retrato das profundas mudanças da sociedade. As estrelas são cada vez mais jovens (a medalhista de prata do skate Rayssa Leal (foto) é exemplo disso), mais despojadas (observe a turma do surfe) e mais engajadas (como as meninas da ginástica artística que se colocaram contra a sexualização das atletas).

Pela primeira vez, as mulheres praticamente alcançaram os homens em termos de participação, o que é resultado do ativismo crescente e de uma geração que não teve medo de desafiar a desigualdade. Para se ter ideia, na atual edição olímpica elas ocuparão 48,8% das disputas (nos Jogos de Tóquio, em 1964, o índice foi 13,2%).

Em resumo: pelo menos na Olimpíada, o reacionarismo perdeu de lavada. A propaganda que a Nike colocou no ar com a própria Rayssa é exemplo disso – a empresa termina a campanha com a mensagem “Vai no Novo”. Como se vê, é impossível frear o curso da história.

4%

é quanto o setor da construção espera crescer em 2021, segundo projeção da CBIC, a associação do setor. Se o número se confirmar, representará o maior avanço desde 2013

Nubank lança serviço de transferências internacionais

 
(foto: Nelson Almeida/AFP - 8/6/21 )
(foto: Nelson Almeida/AFP - 8/6/21 )
 
Os bancos digitais estão com o apetite aguçado por novos mercados. Nesta semana, o Nubank começou a oferecer o serviço de transferência internacional de recursos. A iniciativa é resultado de parceria com a Remessa Online, plataforma brasileira especializada nesse tipo de operação. Segundo o Nubank, o novo serviço poderá ser acessado por seus 40 milhões de clientes e permitirá transferências de valores para mais de 100 países, mas com o limite anual de R$ 75 mil.

Na Telebras, prejuízos e salários em alta


Nos últimos 5 anos, a Telebras, estatal do governo federal que atua na área das telecomunicações, teve prejuízos superiores a R$ 1 bilhão. Isso, porém, não foi impedimento para que a empresa pagasse salários generosos para a diretoria. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Economia, a Telebras está entre as 10 estatais que melhor remuneram seus executivos. Por ano, os rendimentos chegam a  R$ 675 mil. E ainda há os que são contrários à privatização da companhia.

Geada ameaça lavouras de Minas Gerais e São Paulo


O frio intenso nos próximos dias no Sul e Sudeste pode até atrair turistas às regiões serranas, mas na agricultura ele causará estragos. As lavouras de café e cana-de-açúcar sofrem com geadas e temperaturas baixas demais, que deverão prejudicar produtores nos estados de Minas Gerais e São Paulo. Segundo especialistas, será a terceira onda de frio severa neste inverno, o que não ocorria há pelo menos 50 anos. O cenário é agravado pela seca, também umas das piores das últimas décadas.

 
(foto: Miguel Schincariol/AFP - 12/12/16)
(foto: Miguel Schincariol/AFP - 12/12/16)

''A gente escolhe o que quer ser na vida. Escolhemos e trabalhamos pelo nosso futuro. A melhor maneira de prever o futuro é construí-lo''

Abilio Diniz, empresário


RAPIDINHAS


» O avanço das campanhas de vacinação e a retomada das atividades econômicas aumentaram os índices de confiança do consumidor. Segundo a Fundação Getulio Vargas, o indicador atingiu em julho 82,2 pontos. É o maior patamar desde outubro de 2020, quando os impactos da segunda onda da COVID-19 ainda não eram sentidos.

» A startup chilena NotCo, especializada na produção de alimentos com base em plantas, recebeu aportes de US$ 235 milhões de diversos fundos estrangeiros. Com a nova captação de recursos, que serão utilizados na expansão internacional, a empresa atinge valor de mercado de US$ 1,5 bilhão. A NotCo faz hambúrgueres, maionese e até sorvetes de planta.

» O mercado plant-based, que consiste em alimentos feitos de plantas para a diminuição do impacto ambiental, deverá saltar das atuais 13 milhões de toneladas por ano para 97 milhões até 2035, segundo projeção da consultoria Boston Consulting Group. No Brasil, o segmento dobrou de tamanho nos últimos 5 anos.

» Os jovens descobriram os prazeres do vinho. Na pandemia, o consumo da bebida entre a geração Z, como são chamados os nascidos a partir de 1996, aumentou 30% na plataforma digital Evino. É a faixa etária de maior crescimento. Nesse grupo, a proporção dos que compraram os rótulos está igualmente dividida entre homens e mulheres.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade