Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Mercado S/A

Cadastro Positivo vira 'janela' usada por 64% dos consumidores

Inovação regulatória resulta em score de desembaraço ou reabilitação na obtenção de financiamentos ou compras parceladas


31/05/2021 04:00 - atualizado 31/05/2021 07:35

Pesquisa de inteligência analítica indica que quase dois terços dos brasileiros tem recorrido a consultas sobre Cadastro Positivo(foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS 30/4/03)
Pesquisa de inteligência analítica indica que quase dois terços dos brasileiros tem recorrido a consultas sobre Cadastro Positivo (foto: JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS 30/4/03)

Pesquisa realizada pela empresa de inteligência analítica Boa Vista junto a 1.015 brasileiros traz uma notícia positiva e aponta oportunidades perdidas pelos consumidores.

A boa nova é que 64% conhecem e utilizam a funcionalidade de consultar o seu Cadastro Positivo, inovação regulatória que traz os pagamentos de contas feitos em dia pelo consumidor, resultando em um score que pode habilitá-lo a obter financiamentos e fazer compras parceladas, mesmo que seja “desbancarizado”.

Outros 71% também alegam que conhecem e utilizam a consulta de CPF, que aponta débitos pendentes. Por outro lado, o levantamento mostra que existem oportunidades de utilização de serviços úteis ao consumidor, todos eles disponíveis no site e no app Boa Vista Consumidor Positivo.

Entre eles estão alertas sobre o roubo ou uso indevido de cheques e documentos (usado por apenas 26% dos respondentes), verificação de estabelecimentos que consultam o seu CPF (35%) e dicas de educação financeira (39%).

Terceira onda ou recuperação econômica?

O Brasil vive um momento contraditório. Enquanto muitos especialistas da área de saúde reforçam os perigos da terceira onda da pandemia, o mercado financeiro aposta na forte recuperação do país a partir do segundo semestre, que, ressalte-se, está logo ali. A questão está intimamente ligada a um único aspecto: vacina. O governo tem prometido a chegada de um número expressivo de doses, mas os céticos desconfiam – e a extensa lista de erros do Ministério da Saúde dá certa razão a eles.

(foto: OI RDIO/REPRODUÇÃO INTERNET)
(foto: OI RDIO/REPRODUÇÃO INTERNET)

 

Pesquisa revela que 86% dos brasileiros acessam serviços de streaming


As plataformas de streaming se tornaram onipresentes no Brasil. De acordo com pesquisa da consultoria KPMG, 86% da população acessa pelo menos um serviço desse tipo. O índice de pessoas que costumam assistir a duas plataformas é de expressivos 30%. Para escolher um novo streaming, os entrevistados consideram facilidade de acesso (59%), preço (49%) e conteúdo (38%). Mais da metade dos participantes da pesquisa (51%) acessa a programação por meio de TVs, e 30%, por smartphones.

Comércio eletrônico continua em alta

Depois de crescer 74% em 2020, muitos analistas disseram que o segmento sofreria certa acomodação, e que seria difícil repetir desempenhos tão positivos. Eles estavam errados. Em abril, o faturamento do setor aumentou 41% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo pesquisa da Compre & Confie em parceria com a Câmara Brasileira da Economia Digital. “As compras on-line continuam sendo a solução para muitos brasileiros no período de isolamento social”, diz Felipe Brandão, diretor da entidade.

RAPIDINHAS

 

  • A China não será capaz de conter a alta de commodities, especialmente cobre e soja. Essa é a principal conclusão de estudo feito pelo banco americano Goldman Sachs, que diz que as tentativas dos chineses de frear os avanços serão inúteis. Segundo o Goldman, as commodities continuarão em trajetória ascendente nos próximos meses. Isso é ótimo para o Brasil.

  • Uma nova modalidade esportiva ganha espaço nas grandes cidades brasileiras que não têm praia: o beach tennis. Na falta de praia de verdade, alguns empresários estão construindo espaços artificiais para a prática do esporte. No ano passado, havia 90 locais desse tipo no estado de São Paulo. Agora, são 150.

    (foto: Tibúrcio Carvalho/Divulgação 11/11/20)
    (foto: Tibúrcio Carvalho/Divulgação 11/11/20)


  • O drones provocam verdadeira revolução no campo. A China já tem 100 mil dessas aeronaves operando em suas lavouras. Há três anos, eram apenas 10 mil. A pulverização aérea também avança no Brasil, mas a falta de conectividade nas áreas rurais é um entrave que precisa ser superado. Estima-se que 1.500 drones monitorem as plantações do país.

  • Os brasileiros estão sedentos para fazer turismo. Segundo a CVC, maior operadora da América Latina, as buscas por orçamentos de viagens subiram 42% em maio em relação a abril. Se o ritmo de vacinação avançar, o setor espera um crescimento sem precedentes a partir do segundo semestre do ano.

 

250%

é quanto avançaram as ações da Positivo em apenas três meses.
O salto se deve ao aumento explosivo das vendas de notebooks e tablets no primeiro trimestre de 2021



(foto: Elza Fiúza/Agência Brasil 18/12/15)
(foto: Elza Fiúza/Agência Brasil 18/12/15)

''combate às mudanças climáticas não é uma guerra contra outras pessoas, ou um vírus, mas vai exigir coordenação de políticas públicas, escolhas bem pensadas e o engajamento da população para realizar a promessa de segurança, crescimento e emprego. O Brasil não pode ficar de fora''

Joaquim Levy, ex-presidente do BNDES e diretor de estratégia econômica e relações com mercados do Banco Safra

 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade