Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Mercado S/A

Pandemia do coronavírus vira febre para encontros virtuais

O fenômeno é global. No mundo, o Zoom lidera, com 300 milhões de pessoas conectadas todos os dias


10/05/2021 04:00 - atualizado 10/05/2021 07:38

Além de conteúdos relacionados a trabalho e estudo, os encontros virtuais são crescentes entre amigos e familiares(foto: Gil Leonardi/Imprensa MG 26/3/21)
Além de conteúdos relacionados a trabalho e estudo, os encontros virtuais são crescentes entre amigos e familiares (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG 26/3/21)

As reuniões virtuais são a febre do momento. No Brasil, a base de usuários da versão gratuita do Google Meet aumentou 275% desde janeiro. O interessante é que as videoconferências não se restringem a trabalho ou estudo. Segundo o Google, é crescente o número de pessoas que usam a plataforma para encontros casuais com amigos, namorar ou tomar parte de eventos religiosos.

“Nos últimos 12 meses, a criatividade e o desejo de se conectar mostrou que as possibilidades das videochamadas vão muito além do que se podia imaginar”, diz Raquel Cabral, líder de vendas do Google Workspace para a América Latina.

O fenômeno das videoconferências é global. No mundo, o Zoom lidera esse mercado, com 37% de participação global e 300 milhões de pessoas conectadas todos os dias. No Brasil, ele é ainda mais soberano, usado por uma em cada duas pessoas que participam de teleconferências. A tecnologia foi criada nos anos 70 pela IBM, mas demorou 50 anos para emplacar.

Empresas, mais uma vez, resistem à crise

Os balanços corporativos divulgados até agora mostram, mais uma vez, a impressionante capacidade das empresas para resistir a crises. Segundo levantamento realizado pela corretora XP, 54% das companhias que compõem o Ibovespa, o principal índice da Bolsa brasileira, já reportaram os resultados do primeiro trimestre de 2021. Entre elas, 61% tiveram desempenho acima das expectativas do mercado, 25% vieram em linha com o consenso e apenas 14% apresentaram números abaixo das estimativas.

58%

dos profissionais brasileiros se sentem mais produtivos em home office. O estudo é fruto de parceira entre a Fundação Dom Cabral e a consultoria Grant Thornton Brasil

Arábia Saudita suspende importação de aves do Brasil

A Arábia Saudita, segundo maior comprador de carne de frango do Brasil depois da China, suspendeu as importações de aves e produtos derivados de ao menos 11 frigoríficos brasileiros. Sete deles são da JBS (foto). A informação foi publicada no site oficial da “Saudi Food & Drug Authority (SFDA)”, agência governamental que regula alimentos e medicamentos no país, mas não há explicações sobre os motivos da suspensão. Segundo a entidade, as restrições começarão a valer a partir de 23 de maio.

''O risco de interferência política na gestão do Banco do Brasil é zero''

Fausto Ribeiro, que assumiu no início de abril a presidência da instituição. Ele é o terceiro presidente do BB no governo Bolsonaro


A carteira de Bill Gates

Poucas estratégias podem ser tão bem-sucedidas  no mercado financeiro quanto repetir o que os gênios fazem. Nesse aspecto, Bill Gates (foto), fundador da Microsoft, abriu rara oportunidade. Ele revelou parte de sua carteira de investimentos. Além, claro, da Microsoft, ela é formada por empresas como Canadian National Railway, maior companhia ferroviária do Canadá, Berkshire Hathaway, a holding de investimentos de Warren Buffett, e Waste Management, que faz a gestão de resíduos sólidos.

Rapidinhas

  • A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Sebrae, a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) defendem a aprovação do Projeto de Lei 5829/2019, que prevê a criação de um marco legal para a geração própria de energia no país.

  • A votação está prevista para amanhã, na Câmara. No total, são 30 instituições em favor da lei que permite ao consumidor produzir e consumir a própria eletricidade por meio de fontes limpas e renováveis.  Segundo a Absolar (entidade do setor solar), o projeto poderá atrair R$ 139 bilhões em investimentos até 2050.

  • O Bllu, seguro para veículos com contratação por mês do Grupo Porto Seguro, chegou ao mercado mineiro. Segundo a empresa, o produto é contratado de forma 100% digital e a assinatura fica atrelada ao corretor. Além de Minas Gerais, o Bllu está disponível no Rio de Janeiro. No Brasil, 70% dos carros não têm cobertura.

  • Os investimentos em publicidade no Brasil somaram R$ 11,2 bilhões no primeiro trimestre do ano, recuo discreto de 1,2% em relação ao mesmo período de 2020. Segundo a Kantar Ibope Media, o resultado é positivo. Ele mostra que, apesar da pandemia, o setor se manteve estável. Com a retomada, os investimentos tendem a crescer.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade