Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Novos negócios surgem no embalo da euforia com ações

O primeiro passo é desconfiar de promessas de ganhos rápidos e muito altos - isso não existe


postado em 06/02/2020 04:00 / atualizado em 06/02/2020 07:26

(foto: Miguel SCHINCARIOL/AFP - 24/8/2015)
(foto: Miguel SCHINCARIOL/AFP - 24/8/2015)

O crescimento expressivo do número de investidores na bolsa de valores fez surgir nos últimos meses uma avalanche de negócios ligados ao mercado de ações. Analistas que vendem relatórios, gestores que passam informações diárias por WhatsApp, traders que oferecem cursos de finanças, operadores que comandam debates via podcasts e youtubers que dão dicas de investimentos são alguns dos “especialistas” nascidos no embalo da alta da bolsa. Para o investidor comum, tem sido difícil separar os profissionais sérios dos picaretas, especialmente diante da excessiva oferta de serviços. Como identificar os bons e os ruins? O primeiro passo é desconfiar de promessas de ganhos rápidos e muito altos – isso não existe. Também é importante pesquisar a história do profissional, sua formação e o desempenho de sua carteira de ações ao longo dos anos. Investir é coisa séria. Nestes tempos de euforia com a bolsa, ser cauteloso nunca é demais.

Mercado projeta Ibovespa com forte alta em 2020

Apesar do susto dos últimos dias, provocado pela epidemia do coronavírus, o mercado continua otimista com a performance do Ibovespa, o principal índice da bolsa brasileira (foto). Segundo sondagem feita pela XP, os investidores institucionais – gestores, economistas e analistas – acham que o indicador fechará o ano em torno dos 135 mil pontos, o que representaria uma alta de 15% sobre o nível atual. Os especialistas dizem que a retomada da economia irá turbinar os resultados das empresas.

Números da Gol decolam em janeiro

O mercado aéreo brasileiro vai decolar? A julgar pelo desempenho da Gol em janeiro, a resposta é sim. Nesse mês, o número de decolagens feitas pela empresa aumentou 5,8% na comparação com dezembro do ano passado e a taxa de ocupação chegou a 83,9%, índice 0,4% maior do que o observado no mesmo período de 2019. O total de passageiros transportados também cresceu, chegando a 3,6 milhões de pessoas em janeiro, ou 5,5% acima do resultado de dezembro de 2019.

 

Primeiro, faça o necessário, depois faça o possível e, de repente, você vai perceber que pode fazer o impossíveL

Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza



Nestlé vai tirar dúvidas sobre reciclagem por WhatsApp

A Nestlé vai lançar hoje o EcoBot, um serviço que tira dúvidas sobre reciclagem por WhatsApp. Segundo a empresa, a ferramenta permite ao usuário solicitar informações sobre materiais recicláveis e a maneira correta de descartá-los. Atualmente, 90% das embalagens da Nestlé são recicláveis ou reutilizáveis – a ideia é atingir a marca de 100% até 2025. Nos últimos três anos, a companhia investiu R$ 200 milhões em ações sustentáveis, como alterações em embalagens e apoio a parceiros da cadeia de coleta. 

13,5% foi quanto cresceu o e-commerce brasileiro em 2019 na comparação com o ano anterior, segundo estudo da Mastercard. As vendas totais do varejo – incluindo comércio eletrônico e lojas físicas – avançaram 1,5% 

RAPIDINHAS


• Um relatório divulgado pelo YouTube encerrou as dúvidas a respeito da capacidade de redes sociais ganharem dinheiro. Em 2019, o canal de vídeos faturou US$ 15 bilhões com propagandas, o que representa uma expansão de 30% sobre o ano anterior. Apenas o YouTube TV tem 2 bilhões de usuários mensais.

• O bom desempenho comercial do YouTube não é um caso único. No ano passado, o Instagram faturou US$ 20 bilhões com publicidade. É o maior valor da história. O número corresponde a 25% do total que o Facebook, dono do Instagram, faturou com propaganda em 2019.

• A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) informou que os embarques para a China dispararam 126% em janeiro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo a entidade, foram enviadas 53,2 mil toneladas de carne bovina ao país asiático.

• A respeito da nota “Urnas eletrônicas de filhos de senador disputam encomendas do TSE”, publicada ontem neste espaço, o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) afirma que deixou a presidência do Grupo Positivo em 2012 e, desde então, “não tem qualquer participação acionária na administração da Positivo Informática e, por isso, não pode ter seu nome associado ou muito menos ser responsabilizado por ações da empresa”.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade