Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas MERCADO S/A

Declaração de Paulo Guedes sobre reforma tributária preocupa empresário

Ao afirmar que a proposta da reforma tributária do governo se ''autoimplodiu'' após a saída de Marcos Cintra da Receita, ministro da Economia causa reações


postado em 25/09/2019 04:00 / atualizado em 25/09/2019 09:22

(foto: Marcelo Ferreira/CB/DA.Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/DA.Press)
O presidente de uma das maiores empresas brasileiras da área de tecnologia não gostou da entrevista do ministro da Economia, Paulo Guedes, à rádio Jovem Pan. Na conversa, Guedes afirmou que a proposta da reforma tributária do governo se “autoimplodiu” após a saída de Marcos Cintra da Receita e o veto a uma nova CPMF. “Quer dizer que o governo não tem nenhuma outra ideia de reforma?”, pergunta o executivo. “Passamos nove meses discutindo um projeto que era visto com antipatia pelo presidente Bolsonaro? Isso não faz sentido”. O temor é que o governo comece a construir alguma alternativa do zero. Uma saída seria, de novo, passar a bola para o Congresso. Neste sentido, existem duas propostas principais. A de autoria do economista Bernard Appy acaba com três tributos federais (IPI, PIS e Cofins), um estadual (ICMS) e um municipal (ISS), substituindo-os por impostos mais simples. A outra, do Instituto Brasil 200, sugere um único imposto para acabar com a maioria dos tributos existentes.


(foto: marcelo camargo/agência brasil)
(foto: marcelo camargo/agência brasil)

Trump abre portas para brasileiros

A política anti-imigração de Donald Trump não é tão dura quanto parece. Segundo informações do gabinete de Assuntos Exteriores dos Estados Unidos, os anos da administração Trump foram os que mais emitiram vistos para brasileiros residirem no país. Nos primeiros sete meses de 2019, o número de declarações de saídas definitivas do Brasil entregues à Receita Federal respondeu por 94% do total de documentos registrados no ano passado inteiro, que já havia sido recorde.

 
 
(foto: Giraffas/Divulgação)
(foto: Giraffas/Divulgação)

Com vendas em alta, Giraffas amplia metas

Para algumas empresas, a retomada econômica é uma realidade. Fundada em Brasília em 1981, a rede de restaurantes Giraffas caminha para ter em 2019 o melhor ano de sua história. Após um bom primeiro semestre, com crescimento de 12% sobre o mesmo período de 2018, a rede alcançou em setembro R$ 500 milhões em vendas. Como o desempenho foi melhor do que o esperado, suas metas foram alteradas. Se a empresa imaginava faturar R$ 720 milhões em 2019, o objetivo agora é chegar a R$ 750 milhões.


Aplicativo PicPay fecha parceria com Banco 24 Horas

A partir desta semana, o aplicativo de pagamentos PicPay começa a liberar a opção de saque digital no Banco 24 Horas, sem cobrança de taxas. Para isso, o usuário deverá escanear o QR Code nos caixas eletrônicos. A novidade chega às cidades de São Paulo e Vitória e estará disponível nos 23 mil terminais da rede, em todo o Brasil, até 7 de outubro. O saque digital é um movimento da empresa – desde julho sob o comando do ex-Previ Gueitiro Genso – para ampliar as possibilidades de utilização do app.
 
 
 
70% das tentativas de adotar inteligência artificial nas atividades das empresas falham, segundo estudo da consultoria Nexo. Embora busquem inovar, as companhias não estão preparadas para isso.

RAPIDINHA

» A chegada de empresas estrangeiras ao Brasil é positiva, mas não parece ser papel do governo fazer publicidade das recém-chegadas. Ontem, o Twitter da Secretaria de Aviação Civil postou o seguinte: “Salvador para Santiago por até R$ 299. Que tal? A cia aérea low cost @VuelaJetSmart acaba de anunciar voos partindo da capital baiana para a capital chilena sem escalas!”

» O programa de fidelidade Dotz, um dos líderes do mercado brasileiro, é o novo investidor da plataforma on-line Supermercado Now. Com o negócio, as duas empresas passam a ter um acordo operacional de cooperação. A expectativa é que atendam pelo menos 50 varejistas parceiras das marcas e com vendas anuais de R$ 40 bilhões.

» A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia detectou um dado alarmante: o aumento das demissões de Pessoas com Deficiência (PCDs). De janeiro a julho, foram desligados 71.156 brasileiros com esse perfil. No mesmo período do ano passado, o número foi de 61.584.

» No estado de São Paulo, as demissões também aumentaram. “Mesmo quando o empregador contrata o PCD para cumprir a lei de cotas, muitas vezes as competências do colaborador não estão alinhadas ao perfil que a empresa precisa” diz Wandreza Ferreira, diretora-executiva do Instituto Ser Mais.

''É fácil se deixar levar por alguém que quer mudar o mundo, mas é difícil não se perguntar: ele foi longe demais?. Ele vai conseguir resolver esses problemas ou estarão sempre fora do alcance''

. Davis Guggenheim, diretor da série O código Bill Gates, sobre a trajetória do gênio que fundou a Microsoft. Depois de deixar a empresa, Gates sonha agora com o desenvolvimento de fontes alternativas de energia




Publicidade