Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Como será o mercado imobiliário em 2040

No mercado imobiliário, as transformações deverão mudar a forma como as empresas atuam


postado em 27/06/2019 06:00 / atualizado em 27/06/2019 11:25

(foto: Wikimedia Commons)
(foto: Wikimedia Commons)

As novas gerações vão provocar grandes mudanças no mundo dos negócios Na indústria automobilística, os carros serão elétricos. No setor de serviços, o delivery vai ditar o futuro. No mercado imobiliário, as transformações deverão mudar a forma como as empresas atuam. É isso o que revela estudo realizado pela Deloitte em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). A pesquisa, que consultou 1.313 pessoas, identificou perspectivas do consumidor imobiliário para 2040. Algumas conclusões chamaram a atenção. “Um dos principais resultados é a tendência de compartilhamento de espaços”, diz Giovanni Cordeiro, economista-chefe da Deloitte. Outro dado interessante diz respeito à preocupação com a segurança: é ela que determinará a escolha de um imóvel. Em uma lista com 24 itens, regiões seguras foram as mais indicadas pelos entrevistados. Outra curiosidade: em duas décadas, 40% das compras de residências serão realizadas integralmente pela internet.

RAPIDINHAS

.  As vinícolas brasileiras estão aumentando as receitas com a expansão do enoturismo. É o caso da Cantina Tonet, que produz anualmente 400 mil litros na cidade gaúcha de Bento Gonçalves. No ano passado, 120 mil pessoas visitaram o local. Com isso, 75% do faturamento da empresa veio do enoturismo, segundo o diretor Ângelo Márcio Tonet.

. Os espaços de coworking, ou escritórios compartilhados, não se destinam apenas aos jovens. A Nextt 49+, incubadora de negócios voltada ao público sênior, criou um coworking voltado para pessoas com mais de 49 anos. Chamado de Castelinho, ele fica em São Paulo e é o primeiro desse tipo no Brasil.

.  Não existe crescimento econômico sem que a sociedade confie no país. Nesse aspecto, um indicador divulgado ontem pela Fundação Getulio Vargas mostra que o pessimismo começa a ficar para trás. Em junho, o Índice de Confiança do Comércio subiu pela primeira vez em 2019. O caminho é longo, mas é preciso dar o primeiro passo.

.  E por falar em otimismo: os empresários já dão como certa a aprovação da reforma da Previdência. Agora a preocupação é pela reforma tributária, que aguarda na fila o aprofundamento dos debates por parte da sociedade. Se o Brasil encerrar 2019 com as duas reformas prontas, o setor produtivo promete um ciclo forte de investimentos.

Google contra as fake news
Para combater a disseminação de fake news, o Google ampliou o projeto Be Internet Awesome, que treina crianças de 7 a 12 anos para distinguirem conteúdos maliciosos e criminosos na internet. O material educativo foi produzido em parceria com especialistas no ambiente on-line e prevê seis planos de aulas para serem apresentados pelos professores aos estudantes. Segundo o Google, o Be Internet Awesome está disponível em nove idiomas, incluindo o português.

China suspende importações de carne do Canadá
O mercado global de carnes continua despertando fortes emoções. Guerra comercial, febre suína e outras encrencas têm movimentado o setor como poucas vezes se viu nos últimos anos. Mas os problemas não param por aí. Nesta semana, a China suspendeu todas as importações de carne do Canadá, depois que uma investigação feita por Pequim acusou a existência de certificados forjados em remessas de carne suína canadense. Segundo os chineses, os canadenses falsificaram selos veterinários.

Analistas falam em Ibovespa na faixa dos 120 mil pontos

Com a provável aprovação da reforma da Previdência nos próximos meses, os gestores e analistas do mercado financeiro já projetam o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de São Paulo, aos 120 mil pontos até o fim do ano. Ou mais. O mercado de ações vive um período de grandes expectativas. Com os juros baixos, diminuem as boas opções de investimentos na renda fixa – e as ações acabam entrando no radar de mais pessoas.

"Se para fazer algo entre os departamentos um colaborador tiver que falar com seu gerente, que fala com um diretor, que fala com um vice-presidente, que fala com outro vice-presidente, que fala com outro diretor, que fala com um gerente, que fala com o responsável pelo trabalho, então coisas estúpidas vão acontecer”, Elon Musk, presidente da Tesla e da SpaceX


US$ 1,7 bilhão foi o déficit da balança comercial de autopeças no acumulado de janeiro a maio, valor 40% menor do que o anotado nos cinco primeiros meses do ano passado. O resultado menos deficitário se deve à queda de 17,9% das importações


Publicidade