Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Os prós e contras das 'big techs'

"Por um lado, essas empresas atingem um público mais amplo, muitas vezes ignorado pelos bancos tradicionais''


postado em 22/04/2019 06:00 / atualizado em 22/04/2019 11:21

(foto: Arte/Soraia Piva)
(foto: Arte/Soraia Piva)

Os prós e contras das ‘big techs’
Estudo feito pelo Banco Internacional de Compensações (BIS, na sigla em inglês), considerado o “Banco Central dos bancos centrais”, analisou a entrada de gigantes tecnológicas no mercado financeiro. Ao oferecer serviços como meios de pagamento e empréstimos, empresas como Amazon, Apple, Facebook e Google, nos Estados Unidos, e Alibaba, na China, avançam sobre uma área dominada pelas instituições financeiras. O relatório destaca que, por um lado, essas empresas atingem um público mais amplo, muitas vezes ignorado pelos bancos tradicionais. O BIS, porém, faz um alerta. As big techs têm uma vantagem competitiva considerável perante empresas do setor financeiro, pois já contam com ampla base de dados dos consumidores, que pode ser usada para mapear os interesses dos clientes com mais facilidade. Segundo o BIS, essas companhias tecnológicas fazem mais empréstimos em países com menor competição no setor bancário e regulação menos rígida.

O peso da carne para a economia brasileira
A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne lançou seu relatório anual, o Beef Report 2019. Chama a atenção no emaranhado de dados do estudo o aumento da participação do PIB da pecuária de corte sobre o PIB total do Brasil. Em 2018, o índice ficou em 8,7%, o maior em uma década – o que reforça a importância do setor para a economia brasileira. Entre os principais destinos da carne brasileira estão Hong Kong (24% do volume total exportado) e China (19%).

20 empresas
vão abrir o capital no Brasil em 2019, segundo estimativa do banco Santander. Na semana passada, a rede de material esportivo Centauro abriu a fila

O governo que funciona
O dono de uma das maiores transportadores do país diz que, até agora, o que tem funcionado melhor no governo Bolsonaro é a pasta da infraestrutura. “Enquanto notamos em alguns ministérios muita confusão, na Infraestrutura as coisas estão andando”, diz ele. Desde que assumiu, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas (foto) se reuniu com 18 dos 27 governadores do país, além de seis embaixadores e inúmeros empresários. “Ele parece realmente disposto a destravar o país”, diz o dono da transportadora.

“À medida que a empresa cresce, tudo precisa ser dimensionado, incluindo os fracassos. Se o tamanho das suas falhas não estiver aumentando, você não estará inovando o suficiente”,
Jeff Bezos, CEO e fundador da Amazon, em sua tradicional carta anual aos acionistas

RAPIDINHAS

A rede hoteleira Accor e a plataforma digital de criptomoedas Footcoin assinaram parceria para oferecer benefícios aos fãs de futebol. O torcedor que comprar criptomoedas do seu time terá 20% de desconto nas diárias dos hotéis econômicos (Ibis, Ibis Styles e Ibis Budget) e 30% nas reservas dos hotéis de luxo (Grand Mercure, Pullman, MGallery e Sofitel).

Ameaçada pela nova concorrência (Amazon, Disney, Apple, para citar os rivais mais poderosos), a Netflix resolveu investir em outras frentes. A empresa estreou nas rádios com o programa de humor “Netflix is a joke” (Netflix é uma piada), transmitido na rádio on-line Sirlus XM.

O Travel Awards, prêmio concedido pelos usuários do site de busca de voos Kayak.com, elegeu a panamenha Copa Airlines (foto) como a melhor companhia aérea na América Latina. Entre as razões da escolha estão pontualidade, atenção dos tripulantes, agilidade no embarque e conforto das aeronaves.

E por falar em aviação: a companhia aérea norueguesa Norwegian, recém-chegada ao Brasil, é uma das empresas do setor que mais crescem no mundo. Em março, transportou 2,9 milhões de passageiros, 9% a mais do que no mesmo mês do ano passado. No Brasil, a empresa promete oferecer as tarifas mais baixas para viagens à Europa.


Publicidade