SIGA O EM

MST invade fazenda de Eike Batista em Minas

Propriedade fica em Itatiaiuçu e, segundo o movimento, está improdutiva. 150 famílias vão ser abrigadas no local ocupado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1108131, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Geanini Hackbardt - Setor de Comunica\xe7\xe3o do MST', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/03/08/852580/20170308100531132611a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 08/03/2017 10:00 / atualizado em 08/03/2017 12:18

Juliana Cipriani /

Geanini Hackbardt - Setor de Comunicação do MST

No dia da mulher, um grupo de trabalhadoras do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) escolheu uma fazenda do ex-empresário e ex-bilionário Eike Batista para invadir em Itatiaiuçu, Minas Gerais. A Fazenda Santa Teresinha tem 3 mil hectares e, segundo o grupo, está improdutiva há seis anos.

A ação nesta quarta-feira (8) contou com cerca de 100 mulheres e o local vai abrigar 150 famílias inicialmente. Segundo a porta voz do MST, Ester Hoffmann, havia apenas um caseiro no local e não houve resistência. Ela disse que o local foi escolhido para a data porque uma das pautas do MST é a luta contra a reforma da Previdência. “Essa fazenda, simbolicamente, vem colocar para a sociedade quem de fato são os devedores”, afirma, se referindo à sonegação de impostos de empresários.

Por que Eike

De acordo com o MST, a reforma quer retirar direito do trabalhador enquanto o déficit é causado por corrupção e sonegação. Eike Batista está preso na Operação Lava-Jato acusado de pagar propina ao ex-governador do Rio, Sérgio Cabral. O MST critica, entre outros pontos, o aumento da idade para a aposentadoria e a retirada do seguro especial às pessoas do campo.

A fazenda de Eike foi pesquisada antes de ser invadida. Segundo o MST, ele tem um complexo de propriedades na região.

A ação foi protagonizada pelas mulheres na jornada de luta do 8 de março. O tema este ano é “Estamos todas despertas contra o capital, o agronegócio, e por nenhum direito a menos”.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
sebastião
sebastião - 09de Março às 07:03
Quem apodera do que não lhe pertence, é ladrão. Esta. é a qualidade que bandido perigoso tem.
 
alvaro
alvaro - 08de Março às 18:50
LIXO
 
Nilson
Nilson - 08de Março às 18:35
Aposto que estão munidas de enxadas para o trabalho duro e produtivo na lavoura (ou não!). As caminhonetes luxuosas, os Iphone de última geração foram juntos com o grupo?
 
sergio
sergio - 08de Março às 16:31
alguém já viu algum grupo terrorista fazer manifestação pacifica? Esses vagabundos, covardes, canalhas e parasitas não fazem outra coisa se não espalhar o terror por onde passam.
 
Marcelo
Marcelo - 08de Março às 15:22
Desde quando o agronegócio é nosso inimigo? cambada de comunopetralhas!!!
 
Roberto
Roberto - 08de Março às 14:49
tudo uma cambada de aproveitador, pergunta se querem um servico, querem e roubar terra e vender, tudo safados do PT , na lista de pagamento deles, dinheiro pago roubado da gente
 
Marcos
Marcos - 08de Março às 14:41
Tiro, pau e bomba nessas "trabalhadoras".
 
Adalberto
Adalberto - 08de Março às 14:23
Esse vagabundo do Pimentel adora que isso aconteça, pois é a unica coisa que movimenta seu governo, além das páginas policiais.
 
Fábio
Fábio - 08de Março às 13:34
Porquê ficar de rosto tapado? Estão devendo algo?
 
ROBSON
ROBSON - 08de Março às 13:33
Não importa de quem é a fazenda, tem que tirar esses bandidos de lá e mandar todo mundo pra cadeia, por que lugar de bandido é na cadeia, quem rouba é ladrão.
 
Chacall
Chacall - 08de Março às 13:18
Essas manifestações do MST são uma forma que as famílias e as pessoas que não querem trabalhar igual todo mundo pra apropriar de casas e coisas alheias. Vão estudar passar num concurso público e comprar um lote e construir igual todo mundo, malandragem não. Ganhar todo mundo quer trabalhar não né. Conheço varias famílias que ganham salario mínimo por mês e não invadem nada de ninguém. MP tem que pedir prisão dos lideres por formação de quadrilha, isso e crime, senão vão invadir outro terreno. Justiça porque o lula molusco está sooolllllttttoooo
 
Cláudio
Cláudio - 08de Março às 17:43
Concurso público é outra forma de roubar o dinheiro dos meus impostos. Forma e vai exercer a profissão na iniciativa privada. Concurso público para mim é a forma legal do rico fazer o mesmo que esses invasores sem vergonha. Porque legalmente os dois são permitidos.
 
Chacall
Chacall - 08de Março às 13:08
É só a prefeitura de Itatiaçu arrumar serviço e oferecer para esse povo, que desaparece correm 5 dias sem parar! Bando de preguiçosos, turma do lula tríplex, do mensalão dos sindicatos e peteco! Nunca a trabalhou na vida e quer comer o suor dos outros. Xô, PT! Pra mim toda pessoas que invadem propriedade dos outros é bandidos ou Vadios. Trabalhar que é bom não quer, seus preguiçosos caros de pau.
 
Cláudio
Cláudio - 08de Março às 17:45
Verdade, preguiçosos...assim como as pessoas que fazem concursos públicos e querem viver na sombra o resto da vida.
 
Chacall
Chacall - 08de Março às 12:56
Absurdo aqui em Minas eles são recebidos pelo governo, receberam até medalhas dos inconfidentes. Pra quem não sabe a Medalha dos Inconfidentes é uma honraria especial direcionada a cidadãos que prestam serviços de extrema relevância à sociedade. Tudo golpista do PT, para querer ter terra, sem pagar é claro! Esse pessoal, deve ser chamado de 0800, na MÃO GRANDE, tudo...., se você falar para eles pagarem alguma coisa ou trabalhar tem nego ai que passa tão mal que é capaz de parar até no CTI! Quer ver esses bandidos dar no pé, manda eles assinar um carnê de prestação, não vai ficar um!
 
rodrigo
rodrigo - 08de Março às 11:39
Metralhadora em todo mundo! Invasão é crime! Criminoso é bandido e bandido bom é bandido morto!
 
Chacall
Chacall - 08de Março às 11:21
Sei que não vão publicar Porque o mst não vai invadir as grandes fazendas do lula molusco no Estado do Pará. São milhares de denuncias de como o lula conseguiu comprar milhares de hectares se ele não tem renda pra isso.
 
Marcos
Marcos - 08de Março às 11:00
Como é repugnante ver apropriação indébita assim tão explícita, principalmente, mesmo em se tratando de bem cujo proprietário é um pilantra corrupto. Mais repugnante ainda é constatar os rostos cobertos, numa clara demonstração de covardia e falta de dignidade e personalidade. |MP|