SIGA O EM

CCJ da Câmara aprova mudança do nome da BR-267 para 'Rodovia Presidente Itamar Franco'

A proposta, segundo o autor, pretende homenagear o político, morto em julho de 2011

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1089140, 'arquivo_grande': '', 'credito': ' Geraldo Magela/Agencia Senado - 20/03/2011 ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/11/28/827855/20161128155619589501i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 28/11/2016 15:52 / atualizado em 28/11/2016 15:59

Marcelo Ernesto

  Geraldo Magela/Agencia Senado - 20/03/2011

Morto em 2 de julho de 2011, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), o ex-presidente Itamar Franco, poderá ser homenageado nomeado uma rodovia em Minas. Projeto de Lei, aprovado nesta segunda-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, transforma a BR-267 em “Rodovia Presidente Itamar Franco”. O autor da proposta é o deputado federal Diego Andrade (PSD-MG).

Na justificativa da matéria, o parlamentar argumenta que Itamar Franco “incontestavelmente” é um dos filhos mais ilustres de Minas Gerais. E mais: Andrade ainda afirma que o ex-presidente e ex-governador de Minas Gerais prestou relevantes serviços a manutenção da democracia. “Sua morte deixou sobretudo o nosso Estado de Minas Gerais desfalcado de uma de suas principais lideranças, e há hoje o consenso sobre o preponderante papel que exerceu pela democracia em nosso País”, justifica.

O PL 1769/211 foi apresentado em 2011, logo após a morte de Itamar, mas só está sendo analisado atualmente. Antes de passar pela CCJ, a proposta havia sido aprovada nas comissões de Viação e Transportes; e de Cultura. Agora o texto segue para o Senado, a menos que haja algum pedido para que o texto que propõem a nova nomenclatura seja apreciado no plenário da Câmara.

Com quase 2 mil quilômetros de extensão, a BR-267 se inicia na cidade de Leopoldina, na Zona da Mata, e se estende por até Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul.

O projeto ainda revoga Lei 8.927/94, que atribuiu o nome “Rodovia Vital Brasil” ao trecho da BR-267 entre Juiz de Fora, na Zona da Mata, e Poços de Caldas, no Sul do estado.

Ainda não há data prevista para que o projeto começa a ser analisado no Senado.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Adilson
Adilson - 29 de Novembro às 08:14
acho que o Itamar mericia ter seu nome numa Rodovia de maior expressão no caso a Fernão Dias que hoje esta duplicada e diminuindo o numero de mortes damos graças a ele, que teve coragem de fazer isso quando foi Presidente da Republica.
 
geraldo
geraldo - 28 de Novembro às 18:10
Essa é mais uma prova que esse é um país que só anda pra trás, homenagear esse ser tão insignificante para o Brasil, a não ser ressuscitar o velho fusca, palhaçada. Acorda Brasil!!!
 
Luciano
Luciano - 28 de Novembro às 17:24
Agora só faltam mudar o nome das Marginais Pinheiros e Tietê para Marginal Aécio Neves e Marginal Luis Inácio Lula da Silva
 
ROBSON
ROBSON - 28 de Novembro às 16:46
Esses deputados deveriam procurar algo útil pra fazer, tanta coisa de utilidade pública a ser feita esses vagabundos ficam gastando nosso dinheiro com projeto sem importância. aposto que a quantidade de buracos e mau sinalização na via ninguém foi observar.