SIGA O EM

Délio Malheiros diz que está 'esperançoso' de chegar ao segundo turno

O vice-prefeito ainda acusou seus adversários de terem propostas 'superficiais' para a cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1076296, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Vander Rodrigues/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'D\xe9lio Malheiros diz que representa uma "transi\xe7\xe3o sem riscos" para Belo Horizonte', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/09/30/809485/20160930164525972405e.JPG', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 30/09/2016 13:50 / atualizado em 30/09/2016 16:47

Isabella Souto /

Vander Rodrigues/Divulgação

O vice-prefeito Délio Malheiros (PSD) afirmou nesta sexta-feira que seus adversários na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte estão mais preocupados em se “atracar”, e por isso, apresentaram propostas “susperficiais” nos debates televisivos realizados nesta campanha.

“Estou tranquilo e esperançoso (de chegar ao segundo turno), represento uma transição sem riscos para a cidade”, disse o candidato, que aparece com baixo índice de intenção de votos nas pesquisas eleitorais. Nesta amanhã, o candidato fez campanha na Avenida Silviano Brandão, polo moveleiro localizado na região Leste da capital.

Délio ainda recebeu um documento com as principais reivindicações para o local, que abriga cerca de 4,5 mil trabalhadores diretos e gera uma arrecadação mensal de R$ 8,5 milhões em ICMS.

A Associação dos Lojistas da Silviano Brandão e Região pedem que a Prefeitura elabore um projeto de revitalização para ser colocado em prática em até 30 dias, englobando obras arquitetônicas, de acessibilidade, redução de velocidade na avenida e estacionamento para os compradores.

Délio Malheiros assegurou que, se eleito, discutirá a questão com os comerciantes e lembrou que várias melhorias já foram feitas na região, como construção de um centro de saúde, unidades de pronto-atendimento (Upa) e a institucionalização da avenida como polo moveleiro de Belo Horizonte.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Daniel
Daniel - 30 de Setembro às 15:23
E o Paulo Brant? Coitado. Quase foi candidato. Teria mais votos que o vigia de Capivaras.
 
Antônio
Antônio - 30 de Setembro às 14:40
Só se for na vaga de João Leite o deputado estadual que se acha no direito de ter trinta e seis assessores de livre nomeação e exoneração, auxílios, moradia, paletó, gasolina, querosene......... Mais um parasita mordômico da política brasileira.
 
Antônio
Antônio - 30 de Setembro às 14:38
Não vai ter jeito não Délio. Depois da negociata de outrora é melhor ficar no PROCON