Publicidade

Estado de Minas

Indefinição política pressiona o mercado, diz diretor da GO Associados

Fabio Silveira, da GO Associados, avalia que o mercado "tem clara preferência por Aécio"


postado em 15/10/2014 13:01 / atualizado em 15/10/2014 13:17

Ribeirão Preto - A indefinição do cenário político - com o debate dessa terça-feira entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) e a expectativa de novas pesquisas eleitorais, ainda nesta quarta-feira - pressiona e traz volatilidade ao mercado. A avaliação é do diretor de pesquisa econômica da GO Associados, Fabio Silveira.

"Acho que houve um empate técnico no debate de ontem ( nessa terça-feira), pela falta de discussão de propostas e políticas. Não há espaço para debate sério, e a tensão aumenta mais com a expectativa pelas novas pesquisas", disse.

Silveira avalia que a volatilidade no mercado é ainda retrato do equilíbrio no segundo turno e da perda da supremacia que Dilma Rousseff tinha sobre qualquer adversário nas pesquisas eleitorais até pouco tempo atrás.

"Os efeitos da pouca felicidade na política econômica dela mostram que ela não tem mais a supremacia que tinha dois meses atrás", disse. "Isso multiplicou a percepção do eleitorado em relação a ela e amplia a incerteza do mercado, que tem clara preferência por Aécio", comentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade