SIGA O EM

Aécio Neves faz afago nos pernambucanos elogiando maturidade política do povo

Acompanhado da cúpula do PSB estadual, o tucano aproveitou coletiva de imprensa para elogiar Paulo Câmara e conquistar eleitor local

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2014 18:04 / atualizado em 11/10/2014 18:07

Larissa Rodrigues /Diario de Pernambuco

Acompanhado do governador eleito Paulo Câmara (PSB), do senador eleito Fernando Bezerra Coelho (PSB), do prefeito do Recife (PSB), Geraldo Julio (PSB), e do atual governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSB), entre outras lideranças políticas, o presidenciável tucano Aécio Neves (PSDB) aproveitou a coletiva de imprensa concedida no Clube Internacional, na manhã deste sábado (11), para fazer afagos no povo pernambucano.

Aécio teve 33,55% dos votos dos pernambucanos no primeiro turno, contra 41,59% obtidos pela candidata adversária, Dilma Rousseff (PT). Agora, com o apoio da cúpula do PSB no estado, tenta reverter o quadro. Ao mesmo tempo em que elogiou Paulo Câmara, disse que o fato de o socialista ter sido o governador mais bem votado do Brasil é uma “demonstração clara da maturidade política dos pernambucanos”. Ele prometeu estabelecer parceria com Câmara, caso seja eleito.

No ato, onde Aécio apresentou uma carta compromisso, o tucano tentou desconstruir a imagem de que o PSDB não governa olhando para o social e, além de Pernambuco, também fez promessas para o Nordeste. “Serei o presidente da República dos mais pobres, daqueles que mais precisam da mão do estado. Serei o presidente que vai permitir que o Nordeste avance de forma consistente. Vou manter e ampliar os programas sociais, porque eles não pertencem a um partido político e muito menos a um governo, eles são um direito dos cidadãos brasileiros”.

Além da cúpula do PSB local, também estavam ao lado de Aécio o candidato a vice-presidente de Marina Silva (PSB) no primeiro turno das eleições, o deputado federal Beto Albuquerque (PSB), o irmão de Eduardo Campos, Antônio Campos, e os filhos de Eduardo e Renata Campos, Eduarda e João Campos.

A viúva do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes, Madalena Arraes, também foi saudar Aécio e foi citada por ele em seu discurso para a imprensa. “O Brasil inteiro lhe admira e respeita. Sua presença dá uma dimensão maior a este evento”, disse Aécio para Madalena Arraes.

Na entrevista coletiva, Aécio falou sobre o desvio de dinheiro da Petrobras. Ele afirmou que “vê uma ação sistêmica dentro da maior empresa brasileira em beneficio de um projeto de poder”. “É contra tudo isso que estamos aqui reunidos. Queremos encerrar esse ciclo de governo pelo conjunto da obra e comportamento ético”, disse.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.