16°/ 26°
Belo Horizonte,
25/ABR/2014
  • (62) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Impressões de um francês em BH repercutem na internet Francês de 29 anos morador de BH publica em blog 65 observações sobre o país que se espalharam em pouco tempo. Muitos brasileiros concordaram, outros se indignaram

Patrícia Giudice

Publicação: 13/04/2013 06:00 Atualização: 13/04/2013 06:59

'Tem mais coisas, a lista ainda deve aumentar. Mas escrevi sem querer ofender, estou feliz aqui', Olivier Teboul, engenheiro de computação (Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
"Tem mais coisas, a lista ainda deve aumentar. Mas escrevi sem querer ofender, estou feliz aqui", Olivier Teboul, engenheiro de computação


São 65 itens de observações sobre o país escritas por um francês. Olivier Teboul, de 29 anos, se mudou de Paris para Belo Horizonte há um ano e meio e desde então coletou curiosidades por onde andou. Espontâneo, segundo ele. Apenas passava por uma situação, pensava como aquilo era diferente do país dele e guardava na memória. Nesta semana, decidiu listar tudo e postar no seu blog pessoal “(O outro) diário do Olivier”. Rapidamente, as palavras se multiplicaram na internet. Até ontem, o post havia sido visto por cerca de 15 mil pessoas e comentado por quase 300.

São fatos do cotidiano. E ele começa a lista com uma das situações que mais irritam o brasileiro: longas filas para tudo. “Aqui tudo se organiza em fila: fila para pagar, para pedir, para entrar, fila para sair e fila para esperar a próxima fila”, relata.

Sempre dizendo que a intenção não era ofender, Olivier conta um episódio que passou em São Paulo. Na rodoviária, viu uma fila gigantesca e perguntou a uma moça, que era a última, se aquela era a espera para entrar no metrô. E ela respondeu: “Espero que sim, estou aqui há meia hora”, contou o francês achando a situação engraçada.

Quando viu suas impressões lidas e compartilhadas por tanta gente, Teboul ficou com receio de que os brasileiros encarassem  negativamente. Ontem à noite, ele foi com a equipe do Estado de Minas a um dos ícones de BH, a Praça da Liberdade. Disse várias vezes que não queria criticar, apenas, de forma cômica, relatar o que presencia. Em um dos tópicos escreveu: “Aqui no Brasil, tem um organismo chamado Detran. Nem quero falar disso, não saberia por onde começar…”. Outro diz: “Aqui no Brasil, tem um lugar chamado cartório. Grande invenção para ser roubado direito e perder seu tempo durante horas para tarefas como certificar uma cópia (que o funcionário nem vai olhar) ou conferir que sua firma é sua firma”. “Tudo tem uma razão de existir. Dá para melhorar, mas o Brasil é assim”, disse.

Viagens

Engenheiro de computação, Olivier trabalha no escritório do Google em BH. Disse que veio ao Brasil por opção. Anos antes, visitou Brasília e Rio de Janeiro durante as férias. Gostou do país e pediu para se mudar para cá. Em mais de um ano, viajou para o Nordeste, Rio, São Paulo, mas foi vivendo em BH que recolheu todas as observações. Ainda assim, diz que por onde passou viu que as situações são comuns. “Não é um julgamento de valores nem é para ofender, não quis dizer que é melhor ou pior do que na França, são apenas situações que percebi”, afirmou.

Entre os amigos, ele conta que recebeu incentivo para postar que pensava. Os estrangeiros, disse, compartilham das opiniões. Os brasileiros também. “Eles acharam engraçado.” No blog, os comentários são, na maioria, positivos. “Achei incrível. Estou chocado como as coisas são tão comuns para a gente e esquisitas para o restante do mundo”, escreveu Rafael Chagas. “Excelente texto: detalhista, observador, aponta o bom e o ruim em vários aspectos, mas com leveza e humor deliciosos! Adorei”, disse Alessandra Magnago.

Mas há quem não gostou. “Mais um estrangeiro colaborando para os estereótipos do Brasil. No mais, seus textos têm alguma verdade, porém não absoluta”, postou Dávilla Martins.

Na França

Brasileiros que moram em Paris também opinaram e foram além, responderam a Olivier com observações sobre o país dele. “Na França, os restaurantes fecham antes das 22h. Muitas vezes, você acabou de pedir e o garçom vem com uma notinha e põe na mesa discretamente. Na França, a porta do metrô deve ser aberta pelos passageiros, não automaticamente. Na França, tem desodorante 72h, que coisa estranha. Não tem supermercado nem farmácia 24h. Na França, tudo vem com batata frita”, comentou um leitor do blog.

Em outro post, uma leitora comentou que na França todos convidam para tomar um café, mas nem sempre é exatamente para tomar café. “Isso é verdade e eu nunca tinha percebido. Quando você vem de fora repara logo situações que as pessoas que estão dentro não veem”, disse o francês.

Há algo em BH melhor do que em Paris? Olivier diz que sim. Em um tópico, escreveu: “Aqui no Brasil, a vida vai devagar”. Ontem, comentou: “Em Paris, as pessoas são muito estressadas, estão sempre andando rápido. Aqui não. Tudo é mais calmo e isso é bom”, considera. Mesmo com receio de ser mal interpretado, Olivier  enfatizou: “Escrevi sem querer ofender. Estou feliz aqui e não pretendo ir embora por enquanto.”

Começo na fila

1 - Aqui no Brasil, tudo se organiza em fila: fila para pagar, fila para pedir, fila para entrar, fila para sair e fila para esperar a próxima fila. E duas pessoas já bastam para constituir uma fila.

2 -
Aqui no Brasil, não se pode tocar a comida com as mãos. O hambúrguer se come dentro de um guardanapo. Toda mesa de bar, restaurante ou lanchonete tem distribuidor de guardanapos e de palitos. Mas esses guardanapos são quase de plástico, nada de suave ou agradável. O objetivo não é de limpar suas mãos ou sua boca, mas é de pegar a comida com as mãos sem deixar papel nem na comida nem nas mãos.

3 - Aqui no Brasil tudo é gay (ou ‘viado’). Beber chá: é gay. Pedir uma Coca zero: é gay. Jogar vôlei: é gay. Beber vinho: é gay. Não gostar de futebol: é gay. Ser francês: é gay; ser gaúcho: gay; ser mineiro: gay. Prestar atenção em como se vestir: é gay. Não falar que algo é gay: também é gay.

4 - Aqui no Brasil, os homens não sabem fazer nada das tarefas do dia a dia: não  sabem faxinar, nem usar uma maquina de lavar. Não sabem cozinhar, nem a nível de sobrevivência: fazer arroz ou massa. Não podem consertar um botão de camisa.

5 - Aqui no Brasil, os chineses são japoneses.

6 - Aqui no Brasil, a política não funciona só na dimensão esquerda-direita. O Brasil é um país de esquerda em vários aspectos e de direita em outros. Por exemplo, se pode perder seu emprego de um dia para outro quase sem aviso. Tem uma diferença enorme entre os pobres e os ricos. Ganhar vinte vezes o salário mínimo é bastante comum, e ganhar o salário mínimo ainda mais.

7  - Aqui no Brasil, é comum e conhecer alguém, bater um papo, falar “a gente se vê, vamos combinar, tá?”, e nem trocar telefone.

8 - Aqui no Brasil, a palavra “aparecer” em geral significa “não aparecer”. Exemplo: “Vou aparecer mais tarde” significa na pratica “não vou não”.

9  - Aqui no Brasil, não se assuste se estiver convidado para uma festa de aniversário de dois anos
de uma criança. Vai ter
mais adultos do que crianças, e mais cerveja do que suco de laranja.

10 - Aqui no Brasil, pode pedir a metade da pizza de um sabor e a metade de outro. Ideia simples e genial.

11 - Aqui no Brasil, Deus está muito presente... pelo menos na linguagem: “vai com o Deus”, “se Deus quiser”, “Deus me livre”, “ai, meu Deus”, “graças a Deus”, “pelo amor de Deus”. Ainda bem que Ele é brasileiro.

12  - Aqui no Brasil, a comida é: arroz, feijão e mais alguma coisa.

13  - Aqui no Brasil, marcar um encontro às 20h significa às 21h ou depois. Principalmente se tiver muitas pessoas envolvidas.

14 - Aqui em Belo Horizonte, a menor cidade grande do mundo. 5 milhões de habitantes, mas todo mundo conhece todo mundo. Por isso que se fala que BH é um ovo. Eu diria que é um ovo frito. Assim fica mais mineiro.

15  - Aqui no Brasil, o povo é muito receptivo. É natural acolher alguém novo no seu grupo de amigos. Isso faz a maior diferença do mundo. Obrigado, brasileiros.

A lista completa está no olivierdobrasil.blogspot.com.br

Esta matéria tem: (62) comentários

Autor: lUIZ lUIZ REIKI sILVA
Comentários fúteis , típico da "geração BBB" ! Só pq o cara é estrangeiro ? Façam-me favor ! Fosse um brasileiro, não teria tanta repercussão ... e não há novidade alguma nas opiniões do cara ! Mas brasileiro tem que bajular um estrangeiro, se não, não é brasileiro, coloca isso na lista ,Teboul ! | Denuncie |

Autor: Wanessa AR
Excelentes observacoes! É deste jeito mesmo, e nós brasileiros achamos tudo normal, por que nao conhecemos como é em outros lugares. Principalmente a 3 e 4, fantásticas! E BH é mesmo um ovo! Isto é ótimo e q continue assim, que todo mundo conheca todo mundo! | Denuncie |

Autor: Denis
"Belo Horizonte, a menor cidade grande do mundo." hahahah! Isso é verdade... | Denuncie |

Autor: Janaina Arruda
Amei essa lista! Ri demais! Mas Olivier deveria acrescentar à sua lista: "66 - os brasileiros não entendem ironias finas e não têm bom-humor nem educação. Basta você falar alguma verdade que eles escondem para receber uma enxurrada de criticas". | Denuncie |

Autor: Eduardo Dias
Eduardo Domingues não entendeu a ultima, kkkk. | Denuncie |

Autor: Eduardo Dias
Eduardo Araujo Villela, passou vergonha heim meu filho. Só porque é francês e se chama Oliver, não quer dizer que são a mesma pessoa. | Denuncie |

Autor: Sérgio Luiz de Oliveira
São observações pitorescas. Nada de desrespeitoso. Ainda bem que temos este espaço UAI para participar. Que venha mais observações inusitadas como esta. | Denuncie |

Autor: Luiza Lu
Tudo em cima!! certíssimo. Até que ele foi muito simpático!! | Denuncie |

Autor: Jose Correa
Deselegante chegar na casa alheia e ficar listando peculiaridades. Todo mundo aqui é consciente das incoerências, daí não tem necessidade de tripúdios. | Denuncie |

Autor: claudia moreira
Eduardo Villela, não percebeu que o sobrenome é diferente? São pessoas DIFERENTES! Outra coisa: se ele não foi preso é por causa da LEI BRASILEIRA. | Denuncie |

Autor: André Rocha
Se ele tivesse ido na rua Guaicurus iria acrescentar o item 66: Mesmo sabendo quanto é o programa os homens nunca deixam de perguntar. | Denuncie |

Autor: Eduardo Araujo Villela
Olhem esta outra materia sobre o nosso amigo. http://www.uai.com.br/htmls/app/noticia173/2010/06/18/noticia_minas,i=164881/index.shtml | Denuncie |

Autor: carlos costa
É MUITO BOM OUVIR DOS OUTROS O QUE SOMOS, ISTO SERVE PARA QUE POSSAMOS NOS APERFEIÇOAR, E SABER QUE SOMOS ÚNICOS, UAI! IMPLICA ASSIM EM APRENDERMOS E ENSINARMOS. OLIVER PARABÉNS, CONTINUE, QUALQUER DIA TI CONVIDO PARA TOMAR UM CAFÉ COM PÃO DE QUEIJO, BEM MINEIRO, NA CALMA, SEM RELÓGIO. | Denuncie |

Autor: Eduardo Araujo Villela
A culpa do item 4 é o item 3.kkkkkkk | Denuncie |

Autor: tom car
Fantástico! Sem críticas, apenas retrata a verdade. É cultura, não que seja melhor ou pior que outra. Ele só comentou o que tem aqui que lhe chamou a atenção. Cada lugar do mundo tem seus "Aqui no tal país". Não está falando mal, mas citando curiosidades para quem é de fora. Achei MUITO bom. | Denuncie |

Autor: lUIZ lUIZ REIKI sILVA
Calma, pessoal! Isso aí é um tipo: "menino criado cm vó" em apto a leite com pêra, leite moça, cremogema, raspadinho de maçã...! Não é pq ele é francês, mas sim o "burguesinho gente fina"! Os tais "Ecochatos" de shoping center!Esse tipo pentelha qualquer coisa fora do seu padrão "mundinho "fashion! | Denuncie |

Autor: Eduardo Domingues
Deselegante e inconveniente: "Belo Horizonte, a menor cidade grande do mundo. 5 milhões de habitantes". Tenha a santa paciência! Volte para a França amigo! Lá os pães são carregados sob as axilas. Bastante pitoresco! | Denuncie |

Autor: JOSÉ SILVA
Não percebi crítica depreciativa. Ao contrário, são observações bem-humoradas e até mesmo carinhosas. Adorei. São coisas que nós não observamos e são verdadeiras. | Denuncie |

Autor: Hélvio Brito
Rolei de rir. Muito bom! | Denuncie |

Autor: Nathan
Discutir ideias e pontos de vista novos faz bem ao Brasil; oxigena o cérebro, expande a mente, abre visão lateral e, sobretudo, capacita na complexidade integrativa -habilidade de considerar múltiplas perspectivas, chave para a criatividade e sucesso do Brasil. Parabéns Olivier e seus interlocutores. | Denuncie |

Autor: Anderson Lima
Ri com força aqui agora... Esse francês além de gay (rs...) é muito criativo!!! | Denuncie |

Autor: valmir marques
"o patriotismo é o ultimo refugio do canalha" | Denuncie |

Autor: pablo
Talvez o Millôr escrevesse algo do tipo se estivesse vivo e ninguém ficaria bravinho. Alguns cidadãos ainda se sentem colonizados a ponto de serem xenofóbicos. Terapia resolve. | Denuncie |

Autor: José Filho
Se um brasileiro fizer comentários maldosos sobre a França, morando em Paris, os franceses iam matar o brasileiro. Aqui, os estrangeiros podem falar mal de nós. Nelson Rodrigues chamava isto de "complexo de vira-lata." | Denuncie |

Autor: Dilmar de Souza Teixeira
falem mal...mas falem deles; de mim NÃO. A intolerância xenofóbica dos mineiros, k,k,k,k!!!!!! | Denuncie |

Autor: Janice Ferraz
Adorei!!! | Denuncie |

Autor: claudia moreira
Para os ofendidos de plantão: Como sentirão quando o rapaz começar a falar dos crimes e da impunidade? | Denuncie |

Autor: claudia moreira
Parabenizo e sugiro ao Sr Olivier que traduza os textos pra o francês e inglês. O belorizontino ao invés de "ficar "ofendido" devia aproveitar a oportunidade e aprender pois o que ele falou é verdade. Só quem nunca saiu dessa roça grande pensa que esse lugar é civilizado. ACORDA BRASL | Denuncie |

Autor: Marco Antonio Azevedo Meyer
Foi só o francês pegar a seringa e injetarsuas observações no comportar do "mineirim" pará ele bufar de raiva. O "Monsieur" pegou leve:aqui boa parte joga o lixo nas ruas,não respeita a faixa de pedestre, pisa nos da 3a. idade e por ai vai. O "Monsieur" tem um jeito de olhar. respeitemos-lhe. Marco | Denuncie |

Autor: Geraldo Costa
Viva o Brasil, principalmente BH. | Denuncie |

Autor: alvaro mello
Ele esta certo, tem coisas aquí, que tem que mudar, só acho, que um cara, que veio de outro país, que o povo é mal educado, e escolheu morar aquí, e bem tratado, consegue viver tranquilo, faz muitas amizades, e convidado, deveria falar dessas diferenças, que não existe em sua terra, ou voltar p lá, . | Denuncie |

Autor: Chacall Originall Queiroz
Meu Deus, esse babaca, esqueceu de falar da classe dos políticos de seu país. Ñ citou o caso de seu amigo frances q cometeu um crime em Bh e a justiça injustamente o liberou. Esse francês ao invés de preocupar com sua vida, fica preocupado com a vida alheia."Macaco senta no rabo pra falar do outro". | Denuncie |

Autor: valmir marques
uma coisa é evidente: os que ficam histéricos com a menor crítica, os "patriotas" os "nacionalistas' são exatamente os que fazem o país ser a b... que é.. eles se manifestam do mesmo modo em qq questão...eleitores do Feliciano, enfim.. | Denuncie |

Autor: Ronaldo Pontes
Faltou ele dizer que o logo ali do mineiro é 2,3 Km.rs, mineiro dize também vai toda vida (vai reto). Culturas diferentes. Gostei | Denuncie |

Autor: Hudson Wagner da Costa
Muito divertido o cara, gostei mesmo das observações. Pura verdade! Só faltou ele dizer que brasileiro tem mania de tomar banho todo dia! Pra ele isso deve ser um absurdo, né! kkk | Denuncie |

Autor: Hudson Wagner da Costa
Domício, fica difícil saber se vc é um burro mal educado ou se é um mal educado burro! Qualquer brasileiro sabe muito bem que o cara não falou nenhuma inverdade! E ainda pegou leve. Cresça! | Denuncie |

Autor: Hudson Wagner da Costa
Pouca gente tem maturidade para aceitar críticas. O cara não falou nada de mais. Se fosse eu, teria aberto o berro! Deixem de ser mal educados e aprendam a respeitar a opinião dos outros! Ninguém no mundo está acima de críticas. | Denuncie |

Autor: Ana Carollia
Concordo com vc Anivaldo, me chamaram de largatixa branca, e não tem ninguém para nos defender. sou branca e me sinto discriminada. | Denuncie |

Autor: Walter Walter
Olivier observou o real, do bom do diferente e do ruim em relação a outros lugares e países | Denuncie |

Autor: lUIZ lUIZ REIKI sILVA
Bem deselegante! Se o rapaz não quer ofender, precisa reformular o vocabulário p descrever as situações. Nem é questão d ser polido, é ser OBJETIVO! Brasil é sulrreal e não precisamos qu um gringo fique martelando isso! Ficou antipático, arrogante, como convém aos franceses! Qm já esteve lá sabe! | Denuncie |

Autor: Italo Junior
Ele deveria acrescentar em sua lista: "Aqui no Brasil, tem gente com medo da verdade e, quando lê a verdade, não tenta corrigir o defeito, mas impedir o observador de falar." Como tem comentários frágeis abaixo, mostrando que a carapuça serviu. Obrigado Olivier, por suas observações. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Costa
Porque esse idiotas que criticam o Francês , não tem a mesma coragem para cobrar mais seriedade dos políticos e parlamentares e tornar o Brasil melhor. Ele foi brando em suas observações. Tem coisas muito piores que ele poderia ter falado. Parem com esse papo furado e ajam para melhorar o Brasil. | Denuncie |

Autor: Luiz Roberto Jesus Ramos
Cada matéria pra encher linguiça... O cara sai de sua terrinha falida pra vir achar algo aqui? "parle à ma main" | Denuncie |

Autor: Gustavo
Não falou nada demais e que não seja verdade. Só faltou falar que só o brasileiro é que pode falar mal do Brasil. Aí é bacana... mas quando alguém de fora fala, é absurdo. | Denuncie |

Autor: Edilson Guimaraes
Comentários de uma pessoa que tem parâmetro para fazer a comparação, já que veio de Paris para cá. Aos xenófobos que o estão hostilizando, tenho um recado. Levantem do próprio rabo e comecem a pensar em melhorar. Se não resolver, porque não tiram as calças e pisem nelas???? Talvez alivie!!! | Denuncie |

Autor: alexandre Sousa
OTIMO! Parabens Olivier por nos fazer enxergar nossas falhas e nossas virtudes. mas claro. existem aqueles de alma subdesenvolvida que acham que só por que foi escrito por , ingles, alemão ou americano é coisa de colonialismo. | Denuncie |

Autor: Luiz De
Francês... grandes... Dá um google em: Olivier Rebellato | Denuncie |

Autor: Luiz De
Dá um google em: Olivier Rebellato Olivier Rebellato Olivier Rebellato Olivier Rebellato Olivier Rebellato Olivier Rebellato | Denuncie |

Autor: Eduardo Silva
Falou verdade. Eita país de gente hipócrita! | Denuncie |

Autor: valmir marques
entendeu tudo... | Denuncie |

Autor: ariani CAMPOS
ELE NÃO FALOU NADA DEMAIS! É ISSO MESMO! PONTO PRA ELE! | Denuncie |

Autor: Antonio
Esse francês é um imbecil. O país dele é um país de frouxos que foram invadidos pelos alemães em 1870, em 1914 e em 1940, neste último com a metade do pais se entregando e borrando de medo (Governo de Vichy). Se não fossem o americanos e ingleses estariam no lixo até hoje. Vai embora, otário!! | Denuncie |

Autor: Daniel Batista Ferreira
Aqui no brasil pode avançar o sinal, colocar a mocinha na cama pelo resto da vida e fugir para frança, isto pode. A frança, segundo pesquisas com turista, é o pessoal mais mal educado do planeta. Babaca visite a mocinha que seu amiguinho arrebentou. e leva uma rosa para ela. babaca. Geraldo | Denuncie |

Autor: Joao Bosco de Lima Cardoso
Reclamar o que do francês? Ele pegou foi muito leve, ficou mais no sentido de citar coisas que aqui são estranhas, para ele e para o resto do mundo. A verdade é que as coisas aqui são muito piores do que ele retratou. Um abraço, francês, você é boa gente. | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
O Brasil é o que é hoje em dia, devido nossos descobridores e colonizadores. Para o nosso azar, chegaram e fincaram o pé no Brasil a pior nata da raça do planeta: portugueses, espanhóis, africanos. Deu no que deu. Somos um povo que desde a época de colônia que esquecemos de evoluir. EDUCAÇÃO? KKKKKK. | Denuncie |

Autor: Laercio Silva Porto
Êle só faltou falar que, no Brasil pode assassinar algúem pegar 20 ou 30 anos mas,não fica mais do que alguns dias. Se ficar. | Denuncie |

Autor: sebastião costa
Esqueceu de mencionar a falta de leis para gente, e muita proteção para bandido; salario minimo para bandido é de R$915,00. | Denuncie |

Autor: Wilson Baptista Junior
Genial. Vai ter gente reclamando (principalmente quem não conhece a França), mas as observações do Olivier são espontâneas e essencialmente verdadeiras. É sempre bom ver como somos vistos pelos outros é diferente de como nos vemos no espelho. | Denuncie |

Autor: Anivaldo Costa
Viver e ser politicamente correto está ficando chato!!!Fui chamado de branquelo por um negro e não tem lei para me defender!! Além do quê não tenho cota alguma em lugar nenhum!!Ser hétero neste país agora é ser discriminado!! Quem estudou ou estuda em escola particular "jogou dinheiro no lixo"!! SOS! | Denuncie |

Autor: domicio junior
FORA FRANCES,EXPULSEM ESSE CARA . | Denuncie |

Autor: domicio junior
Se esse frances critica tanto o brasil,vou te dar um conselho a ele. VAI EMBORA .VOLTA PARA TUA FRANCA.sabe porque não vai la não tem emprego para voce. | Denuncie |

Autor: Paulo Barbosa
Ainda bem que lembrou de pequenos dealhes da vida dos brasileiros, e tem coisas piores como enfrentar as precárias rodovias brasileiras, com excessões, atendimento em unidade pública de saúde, ônibus urbano cheio. Agora, aqueles croissaints em Paris na mão e o vendedor pegando o dinheiro é de lascar | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.