SIGA O EM

MEC desmente boatos na internet sobre vazamento de provas do Enem

No ano passado, um perfil anônimo no Twitter publicou um suposto gabarito da prova e o MEC, mais uma vez, negou as informações

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/11/2014 16:59 / atualizado em 08/11/2014 19:05

Estado de Minas

A assessoria de imprensa do Ministério da Educação (MEC) informou neste sábado que o vídeo com um suposto caderno de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 é falso. A gravação tem circulado em redes sociais, como o Facebook e o Whatsapp.


O vídeo divulgado mostra uma pessoa folheando uma suposta prova em branco. O esclarecimento publicado pelo MEC informa que “os procedimentos de segurança do Inep identificaram durante a madrugada a postagem nas redes sociais de um vídeo com uma suposta prova do Enem 2014. Esclarecemos que o conteúdo do vídeo é falso e a Polícia Federal já está apurando os responsáveis pela postagem que, quando identificados, serão punidos com o rigor da lei”.

Nas duas últimas edições, a realização do exame ocorreu sem maiores problemas logísticos. Entre 2009 e 2011, o MEC enfrentou graves falhas de organização, como o vazamento de perguntas e erros de impressão da prova.

Durante este fim de semana do Enem, o ministério montou um esquema para monitorar as redes sociais. Em coletiva nesta sexta-feira (6), a Pasta alertou que os candidatos que fizerem selfie durante a prova serão eliminados.

Cerca de 8,7 milhões de alunos participam das provas do Enem que são aplicadas neste sábado e domingo em 1,7 mil cidades de todo o país. As provas tiveram início às 13h (horário de Brasília) e tem duração de quatro horas e meia no primeiro dia de aplicação e cinco horas e meia no domingo. (Com agências)
Tags: enem2014