Boliviano denuncia trabalho escravo em Ribeirão das Neves

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 12/11/2013 06:00 / atualizado em 12/11/2013 07:50

Francelle Marzano

Um boliviano acionou a Polícia Militar e pediu socorro por estar trabalhando em regime escravo em uma confecção em Ribeirão das Neves, na Grande BH. De acordo com policiais, um homem de 25 anos, a esposa dele, de 23, e outro, de 25, disseram que chegaram ao Brasil há sete meses, começaram a trabalhar no local, mas nunca receberam pagamento.

Ainda segundo informações da PM, o trio boliviano alegou que seus trabalhos eram submetidos à perícia de um comprador e eles só recebiam o pagamento se as peças fossem aprovadas e compradas por ele. Os bolivianos foram encaminhados à Polícia Federal com os responsáveis pela fábrica.

A PM afirma que dos três bolivianos apenas um tinha a carteira de identidade internacional. A mulher foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Justinópolis, com os filhos, de 2 e 3 anos, que estão com suspeita de catapora. A Polícia Federal informou que está apurando o caso, que ainda não foi confirmada a situação de trabalho escravo e que as informações deverão permanecer em sigilo para não atrapalhar as investigações. 
Tags: