20°/ 35°
Belo Horizonte,
20/OUT/2014
  • (15) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Prejuízo com "gato" na rede elétrica passa dos R$ 8 bilhões Consumo de energia irregular no Brasil seria suficiente para abastecer quase 800 municípios atendidos pela Cemig

Zulmira Furbino -

Publicação: 01/06/2011 06:00 Atualização: 01/06/2011 06:20

 

'Roubo' de energia na Região Oeste de BH: perda da Cemig chega a 6% (Paulo Filgueiras/ EM/D.A Pres-4/7/07)
'Roubo' de energia na Região Oeste de BH: perda da Cemig chega a 6%

Sessenta e uma das 63 distribuidoras de energia do Brasil que passaram pelo segundo ciclo de revisão tarifária entre 2007 e 2010 tiveram prejuízo anual de R$ 8,1 bilhões com consumo irregular de energia. O valor das perdas equivale ao popular “gato” e inclui o custo da energia perdida e os impostos que deixaram de ser arrecadados. O volume de energia usado de forma irregular, à revelia das companhias, ultrapassa os 27 mil gigawatts-hora (GWh), o que representa 8% do mercado cativo elétrico brasileiro, formado pelos consumidores que só podem comprar energia da empresa que atua na rede à qual estão conectados. As informações são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo a agência, esse montante de energia seria suficiente para abastecer anualmente os 774 municípios atendidos pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig Distribuição) e as 217 cidades servidas pela Companhia Energética do Maranhão (Cemar). Enquadram-se nas perdas não técnicas os erros de medição, as deficiências no processo de faturamento, a falta de medidor em unidades consumidoras, as fraudes e os furtos de energia, entre outros fatores. Para a Aneel, a fraude é um ato cometido por consumidores que violam o sistema de medição para obter um registro de consumo menor que seu gasto real. Já o furto é praticado por quem não é consumidor e se liga clandestinamente à rede para consumir energia.

Consumidor

As perdas não técnicas encarecem a tarifa, pois parte desse prejuízo acaba sendo rateado entre os consumidores legalmente cadastrados na distribuidora, no momento do cálculo tarifário. Numa área de concessão como a da Light Serviços de Eletricidade S/A, por exemplo, a redução tarifária poderia ser de 18% se não houvesse consumo irregular. A região com maior índice de consumo irregular é o Norte, com 20% da energia distribuída, seguida do Sudeste, com 10%, do Nordeste, com 9%. No Centro-Oeste, o percentual é de 5%, e no Sul, de 3%. A Centrais Elétricas do Pará (Celpa) lidera o ranking de perdas, com 24,4% da energia distribuída. A Cemig ocupa a 25ª posição, com perdas de 6%, informa a Aneel. A distribuidora, porém, afirma que as perdas não técnicas correspondem a 2,22% da energia que distribuiu em 2010.

Pesquisa

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e a Cemig lançaram o Edital 11/2011, que vai destinar R$ 30 milhões a pesquisas relacionadas ao setor elétrico. O valor será destinado a pesquisas em desenvolvimento científico, tecnológico e inovação em diversas áreas, como meio ambiente e planejamento elétrico. As propostas poderão ser recebidas até 12 de agosto.

Esta matéria tem: (15) comentários

Autor: Alessandro Faleiro
Os bilhões que as empresas de eletricidade roubaram do povo e não querem devolver também não é gato? | Denuncie |

Autor: Janaina Pimenta
Hipócritas!A CEMIG passa debaixo de gato o dia todo e não faz absolutamente nada! Claro, afinal quem paga a conta somos nós, gente isso é um absurdo, certa vez liguei mais de 10 vezes pra lá denunciando gato e não fizeram nada. Pagamos pela incompetência deles.Até quando vamos tolerar esse abuso? | Denuncie |

Autor: carlos mello
Por 21 anos, paguei eletrecidade religiosamente, porem, todos meus vizinhos faziam "gatos" e nada acontecia com eles. Em 2008 finalmente fiz um "gato" e estou feliz pela minha decisao, pois neste pais ninguem leva nada a serio mesmo. Agora tenho internet e TV a cabo de graca. | Denuncie |

Autor: valmir marques
somos 4 pessoas em casa - todos trabalham fora e nao ficam gastando energia - e pagamos, pasmem, R$ 350.00 por mes de conta de luz...será que isso ajuda explicar os gatos??? | Denuncie |

Autor: welbr santos
Os "gatos" só existem porque o governo permite que as empresas repassem os prejuízos para a população. É possível instalar até medidores pre-pagos, controladores de fluxo de energia para se evitar roubo de energia. Se me contratarem pelo salário que eu exigir eu resolvo o problema. | Denuncie |

Autor: FAUSTÃO FAUSTÃO
GATO É O QUE ELES FAZEM COM CUSTO DA MÃO DE OBRA DELES E O PESSIMO ATENDIMENTO NAS HORAS DE MAIS NECESSIDADES, BASTA COMEÇAR A CHOVER QUE DA PARA VER O GATO QUE A PROPRIA EMPRESA FAZ NAS LINHAS DE DISTRIBUIÇÃO E SEUS PESSIMOS TRANSFORMADORES ISTO SIM EU SEI QUE É GATO. FAÇA UM BOM ATENDIMENTO. | Denuncie |

Autor: itamar santana
Talvez, se conta de luz fosse mais barata, não ocorreria isso.E não venha com essa que se nao tivesse isso, iria reduzir o valor da conta, cadê a gasolina?Reduziu o preço?aumentaram 30% e reduziu 2%.Conversa pra boi dormir.Estão reclamando pq nao irão poder gastar esse dinheiro!!! | Denuncie |

Autor: Sebastião Junior
A foto da matéria não mostra nenhuma fraude na rede elétrica, mesmo porque, só mostra a rede de telefonia. | Denuncie |

Autor: eron carvalho
MAS COM ESSA CARGA TRIBUTARIA INACREDITAVEL EMCIMA DAS CONTAS DE ENERGIA, QUEM GANHA 545 REAIS DO SALARIO MINIMO, TEM QUE FAZER E GATO MESMO. DE ENERGIA, AGUA, INTERNET. E IMPOSTO PARA QUE? PARA OS VEREADORES DE BH GASTAREM TUDO NAS CHURRASCARIAS E VIAGENS. E NO FINAL DAS CONTAS O ELEITOR PAGA O PATO | Denuncie |

Autor: cesar bolt
Fico imaginando como nossos direitos como cidadãos são atropelados pelas pseudo-autarquias, e ninguem fala nada. Copasa, Cemig, BHTrans, todas são mistas em suas composições societarias, mas mesmo assim se sentem a ultima bolacha do pacote. "Vamos lucrar mais e o povo que se dane" e o povo oh... | Denuncie |

Autor: Brasil Calcados Industria E Comercio Ltd
A democracia deste país, tem como alicerce, a injustiça e a corrupção. Quando alguém comete algum prejuízo, todos pagam. Quando é benefício, somente poucos usufruem. Deveria existir somente um sistema de aponsetadoria, são muitos exemplos de situações que demonstra a injustiça. | Denuncie |

Autor: cesar bolt
Todo consumidor com conta de luz em seu nome, nos ultimos 05 anos antes de 2010 tem direito a devolução destes impostos repassados ilegalmente em sua conta. Valores consideraveis que devem ser devolvidos, mas a CEMIG e outras, se calam esperando a caducidade. Esta noticia interessa ao povo EM. | Denuncie |

Autor: cesar bolt
Mas, e os impostos cobrados a mais pela CEMIG, ela não fala em devolver. veja isto: "Superior Tribunal de Justiça determina que concessionária de energia elétrica devolva ao consumidor valores repassados na conta de luz a título de PIS e COFINS" pro povo nada, para eles tudo, continua..... | Denuncie |

Autor: Brasil Calcados Industria E Comercio Ltd
Gostaria de saber, como que as distribuidosras de energias, chegaram a esse cálculo de perda de arrecadação devido o que se chama gato? Parece a nós cidadãos, que esses argumentos são utilizados , tendo como objetivo, justificativa para majorar os preços, sendo que a energia já é muita cara. | Denuncie |

Autor: jose sousa
os k paga sua energia e dia nunca tem beneficio certo os k falda a empresa e k tem grandes regalias ou grandes furtos isto os ricos k fazem os pobres so so vitimas p tampar os grades poderosos | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.