Publicidade

Estado de Minas MODELO 2023

Renault Duster Iconic ganha motor turbo TCe 1.3 flex, mas custa R$ 135.590

Só versão topo de linha passa a contar com a motorização turbo de 170cv e 27,5kgfm de torque associada ao novo câmbio automático CVT Xtronic de oito marchas


06/02/2022 04:00

moldura frontal em preto
A linha 2023 do SUV compacto da Renault traz pequenas alterações no visual, como moldura frontal em preto (foto: fotos: renault/divulgação)
 
 
Com números de vendas não muito animadores no mercado brasileiro, o Renault Duster acelera no tempo e já lança a linha 2023 trazendo uma novidade. A versão Iconic passa a ser equipada com o novo motor 1.3 TCe (Turbo Control Efficiency), flex, combinado ao câmbio automático CVT XTronic, que simula oito marchas. São 170cv e 27,5kgfm de torque. O SUV compacto ganha também algumas mudanças pontuais no visual, sem alterar suas características.

O Duster é o SUV mais vendido da Renault no Brasil, mas no cenário geral sua posição não é tão confortável. O modelo encerrou 2021 como o 21º automóvel mais emplacado do país, com 22.457 unidades. O líder do segmento, o Jeep Renegade, emplacou 73.913 unidades. Entre os SUVs compactos, o Duster fechou 2021 na oitava posição. Em janeiro, o modelo teve 1.445 unidades emplacadas, caindo para a 23ª posição no ranking geral dos automóveis e para a 10ª entre os SUVs compactos.

Para tentar melhorar a performance do Duster no mercado brasileiro, a Renault já antecipa a linha 2023 do modelo com algumas alterações. No que diz respeito ao estilo, o SUV passa a contar com moldura frontal, retrovisores e barras de teto com acabamento em preto, mas apenas nas versões Intense e Iconic. A versão de topo de linha traz também alargadores de roda e bancos com revestimento premium de série.

Fora isso, trata-se do mesmo Duster, modelo de linhas robustas, equipado com luzes diurnas de LED em formato de C. Por dentro, não foram feitas mudanças e o SUV compacto continua disponibilizando a central multimídia Easy Link com tela tátil de oito polegadas. Além de bom espaço interno, o Duster mantém o porta-malas de 475 litros.

Na linha 2023, o Renault Duster passa a ser vendido nas versões Zen, Zen CVT XTronic, Intense CVT XTronic, Iconic CVT Xtronic, todas equipadas com o motor 1.6 Sce. A novidade passa a ser a nova Iconic CVT XTronic, que traz sob o capô o motor turbo TCe 1.3 flex. Desenvolvido em parceria pela aliança Renault-Nissan-Mitsubishi-Daimler, o propulsor promete alto torque em baixas rotações e baixo consumo de combustível.

O motor TCe 1.3 flex conta com injeção direta de combustível, turbocompressor com válvula wastegate eletrônica e duplo comando de válvulas variável com atuadores elétricos, recursos utilizados para otimizar o desempenho e o consumo. Com esse motor e o câmbio CVT XTronic, o Duster acelera até 100km/h em 9,2 segundos, com máxima de 190km/h. A transmissão continuamente variável disponibiliza a possibilidade de trocas de marchas manuais na própria alavanca de câmbio, simulando oito velocidades.

O modelo traz ainda o sistema Start&Stop que desliga o motor em paradas, ajudando a reduzir o consumo de combustível, sendo que para isso a central multimídia Easy Link conta ainda com as funções Eco Scoring e Eco Monitoring.
lanternas em LED
A versão Iconic tem a identificação do novo motor 1.3 TCe turbo flex na traseira, que traz lanternas em LED

Com o motor 1.3 Tce, o Duster recebeu nota A no selo do programa brasileiro de etiquetagem do Inmetro. Com gasolina, o consumo na estrada é de 16,1km/l, e na cidade, 13,9km/l. Com etanol, o consumo é de 11,7 km/l no percurso rodoviário, e 9,9km/l no urbano. (EG)

VERSÕES E PREÇOS

  • Zen 1.6 Sce R$ 99.990
  • Zen 1.6 SCe CVT XTRONIC R$ 108.090
  • Intense 1.6 SCe CVT XTRONIC R$ 115.190
  • Iconic 1.6 SCe CVT XTRONIC R$ 122.090
  • Iconic turbo TCe 1.3 CVT R$ 135.590

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade