Publicidade

Estado de Minas AVALIAÇÃO

Testamos o VW Polo GTS, versão nervosinha do hatch compacto, por R$ 112 mil

Com elementos esportivos e motor 1.4 turbo de 150cv, versão apimentada do hatch premium cobra caro pelo que oferece


09/01/2021 04:00 - atualizado 08/01/2021 23:12

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)


Lançado há um ano, o Volkswagen Polo GTS está muito longe de ser um esportivo. Aliás, os últimos lançamentos da marca pecam por querer ser mais do que realmente são, vide o “SUV” Nivus, onde a marca se desviou do bom caminho que começou a ser traçado nos lançamentos de Polo e Virtus. O fabricante também perdeu a vergonha na hora de sugerir preços para seus modelos. O próprio Polo GTS foi lançado a preço de Golf, R$ 99.470, e hoje já custa assustadores R$ 112.090. Mas será que a versão nervosinha do hatch compacto tem predicados que justificam esse valor?
 
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Apesar da tentativa de a Volkswagen reviver o carisma do Gol GTS, lá dos anos 1980, o modelo testado não tem tanta popularidade. Além de custar muito caro, os tempos são outros, com grande oferta de concorrentes bastante superiores. Em vez da visão de um hot hatch irado, o sentimento que o Polo GTS nos passa é o do copo meio vazio, um compacto vendido a preço de Golf, mas que entrega bem menos que o hatch médio, que deixou de ser produzido no Brasil.
 
A unidade testada estava com rodas de 18 polegadas, opcional(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
A unidade testada estava com rodas de 18 polegadas, opcional (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Além dos elementos esportivos – como a faixa vermelha que “corta” a grade e os faróis, para-choques exclusivos, retrovisores em preto brilhante, rodas de liga leve de 17 polegadas (a unidade testada “calçava” rodas aro 18, opcionais), minissaias, lanternas escurecidas, spoiler e ponteira dupla de escape –, a versão GTS tem faróis de LED com luzes de rodagem diurna integradas. A unidade testada também trazia a pior opção de cor, um vermelho, que, além de ser sólido, custa mais R$ 500 e ainda faz o modelo parecer um Golzão. Agora, dê uma olhada nas fotos do Polo GTS e fale se não ficou faltando um belo teto solar.
 
Muito plástico no acabamento interno e multimídia Discover Media(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Muito plástico no acabamento interno e multimídia Discover Media (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
O nível de acabamento do interior é uma decepção, pois é muito espartano, semelhante ao das versões de entrada, mas, por R$ 112 mil, esse mar de plástico duro é imperdoável. Ao menos o quadro de instrumentos digital e configurável, além da tela de oito polegadas do sistema multimídia, enchem os olhos. Por dentro, a esportividade é evocada pelos bancos com bons apoios nas laterais, revestidos em couro e tecido, soleiras exclusivas e pedaleiras de alumínio.
 
Já a vida a bordo é a mesma das demais versões, com espaço interno compatível com o de um compacto, confortável para até quatro pessoas. O banco traseiro tem saída de ar-condicionado e uma tomada USB, mas o carro não conta com alças de apoio, o velho “puta-merda”. O porta-malas tem 300 litros de volume, aceitável para um compacto, mas sua tampa não oferece maçaneta,  obrigando você a ir até a cabine para abri-lo ou pegar a chave no bolso, o que não é desejável, já que a mesma é pre- sencial.
 
Os bancos dianteiros tem desenho esportivo e a sigla GTS gravada(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Os bancos dianteiros tem desenho esportivo e a sigla GTS gravada (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 

RODANDO Apesar de não ser um esportivo, também seria injusto classificar o Polo GTS como um esportivado, ou seja, um carro que oferece apenas firulas. O motor 1.4 turbo, com potência de 150cv, oferece desempenho acima da média dos compactos. Seu principal predicado é o bom torque de 25,5kgfm totalmente disponível já a 1.400rpm, que proporciona conforto tanto no trânsito lento da cidade quanto o fôlego necessário para aquela esticada na estrada.
 
Motor 1.4 turbo tem bom torque já em baixas rotações(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Motor 1.4 turbo tem bom torque já em baixas rotações (foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
 
 
Com o toque de um botão, é possível escolher entre quatro temperamentos: Eco, focado na economia de combustível; Normal, um meio-termo; Sport, que favorece o desempenho; ou ainda o modo configurável Individual. Mesmo em modo Eco e “pisando leve”, o motor se mostrou um tanto beberrão. Já o modo Sport produz dentro da cabine um ruído bastante artificial.
 
O câmbio automático de seis marchas oferece trocas manuais por aletas próximas ao volante. As suspensões reforçadas, com amortecedores mais rígidos, tornaram a versão desconfortável sob piso irregular. Como a altura do veículo não foi rebaixada, ele não raspa em rampas e quebra-molas. Para parar, freios a disco nas quatro rodas.

EQUIPAMENTOS Na lista de itens de série do Polo GTS, destaque para a chave presencial, sistema multimídia com navegação nativa, quadro de instrumentos digital, sistema Post Collision Brake (que freia o veículo após uma colisão) e faróis de LED. Mas o Polo GTS fica devendo airbags de cortina, o que o Chevrolet Onix oferece já no pacote de entrada, que custa metade do preço.

CONECTIVIDADE O Discover Media traz tela tátil de oito polegadas. Um dos seus destaques é o sistema de navegação nativo. São várias opções de mídia, como CD-Player (já em extinção), cartão SD, tomadas USB e Bluetooth. É possível espelhar o smartphone na telinha do painel (pelo Apple CarPlay, Android Auto e Mirror Link) para usar os aplicativos. Além de botões no volante, vários comandos podem ser feitos por voz. Também está disponível sistema de telefonia.

CONCORRENTES Se você quer um hot hatch, outra opção disponível é o Renault Sandero RS, que custa cerca de R$ 82 mil (R$ 30 mil a menos) e ainda oferece muito mais controle, com motor 2.0 aspirado de 150cv e câmbio manual de seis marchas. Ele acelera até os 100km/h em 8 segundos, enquanto o Polo chega em 8,4 segundos. Mas seu pacote é bem mais despojado.
 
Já por um preço parecido com o do Polo GTS você pode estacionar na garagem o último hatch médio “acessível” do mercado brasileiro, o Chevrolet Cruze Sport6. Com motor 1.4 turbo de até 153cv e 24,5kgfm de torque, ele acelera até os 100km/h em 9 segundos. Mesmo na versão de entrada LT, a lista de equipamentos é semelhante à do Polo GTS
 
 
z FICHA TÉCNICA

» MOTOR (*)
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.395cm³ de cilindrada, que desenvolve potência de 150cv (gasolina/etanol) a 5.000rpm e torque de 25,5kgfm (g/e) entre 1.400rpm e 4.000rpm

» TRANSMISSÃO (*)
Tração dianteira, com câmbio automático de seis velocidades

» SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*)
Dianteira, independente do tipo McPherson; e traseira, eixo de torção/de liga leve com 17 polegadas/205/50 R17

» DIREÇÃO (*)
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

» FREIOS (*)
A discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e distribuição eletrônica de frenagem

» CAPACIDADES (*)
Do tanque, 52 litros; porta-malas, 300 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 426 quilos

» PESO (*)
1.230 quilos

» DIMENSÕES (*)
Comprimento, 4,06m; largura, 1,75m; altura, 1,47m; distância entre-eixos, 2,56m

» DESEMPENHO (*)
Velocidade máxima de 207km/h (e)
Aceleração até 100km/h em 
8,4 (e) segundos

» CONSUMO (**)
Cidade: 11km/l (g)/7,5km/l (e)
Estrada: 13,7km/l (g)/9,6km/l (e)

(*)Dados do fabricante
(**) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol


» EQUIPAMENTOS

» DE SÉRIE
Airbags frontais e laterais dianteiros; controle de estabilidade e tração; bloqueio eletrônico do diferencial; Isofix; assistente de partida em rampa; chave presencial; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; câmera traseira; controle automático de velocidade; banco do motorista com ajuste de altura; volante com ajuste de altura e distância; ar-condicionado digital com saídas para o banco traseiro; banco traseiro com encosto rebatível bipartido; bancos dianteiros esportivos com revestimento em couro e tecido; descanso de braço dianteiro com porta-objetos; detector de fadiga; retrovisores com regulagem elétrica; faróis de neblina com luz de conversão estática; faróis Full LED; lanternas em LED; luz de condução diurna em LED; quadro de instrumentos digital; grade do radiador em preto brilhante com inserto vermelho; indicador de pressão dos pneus; Post Collision Brake; para-choque esportivo GTS; para-sóis com espelhos iluminados para motorista e passageiro; pedaleiras esportivas; porta-luvas iluminado e refrigerado; regulagem automática e dinâmica dos faróis; tapetes em carpete; suporte para smartphone com entrada USB; vidros elétricos; volante multifuncional revestido em couro com shift-paddles; sensores de chuva e crepuscular; e sistema multimídia Discover Media.

» OPCIONAIS
Pintura sólida (vermelho tornado), R$ 495; pacote com rodas 18 polegadas e pneus 205/45 R18, R$ 1.570.

» QUANTO CUSTA?
O Volkswagen Polo GTS tem preço sugerido de R$ 112.090. Com os opcionais descritos, a unidade testada custa R$ 114.155.

Notas (0 a 10)

Desempenho............................................ 8
Espaço interno........................................... 7
Porta-malas............................................. 8
Suspensão/direção.................................... 8
Conforto/ergonomia..................................8
Itens de série/opcionais............................. 8
Segurança................................................. 8
Estilo.......................................................... 9
Consumo....................................................7
Tecnologia................................................. 9
Acabamento.............................................. 7
Custo/benefício......................................... 7 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade