Publicidade

Estado de Minas FIAT STRADA ENDURANCE 1.4 CABINE PLUS

Cara renovada e coração velho

Testamos a versão de entrada da segunda geração da picape compacta, que tem sob o capô o motor 1.4 Fire. Na prática, %u201Cnova cabine%u201D não traz mais espaço para passageiros


01/08/2020 04:00

Com design robusto, a picape de cabine simples tem mais identidade própria, ou seja, é menos parecida com a Toro (foto: Fotos: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Com design robusto, a picape de cabine simples tem mais identidade própria, ou seja, é menos parecida com a Toro (foto: Fotos: Jorge Lopes/EM/D.A Press)


Lançada há cerca de um mês, chega a vez de testarmos a nova Fiat Strada na versão Endurance 1.4 com cabine simples, ou Plus, como quer a montadora. Trata-se da versão de entrada da picape compacta, mas os italianos continuam a oferecer o modelo antigo, vendido por R$ 61.590 na versão Hard Working. Mas, na expectativa da Fiat, a geração antiga deve responder apenas por 5% das vendas, enquanto a versão que testamos agora terá 45% de todas as vendas.

Aqui temos a mistura da nova carroceria com o velho motor 1.4 Fire Evo, incluindo o odiado tanquinho de partida a frio. Com design robusto, a picape de cabine simples tem mais identidade própria, ficando menos parecida com a Toro. A caçamba tem bom espaço, contando também com protetor e iluminação. Para acrescentar capota marítima paga-se R$ 800 a mais. Nesta geração, o estepe foi deslocado para baixo da caçamba, sobrando mais espaço para a carga. A porta da caçamba traz sistema que torna seu manuseio mais leve.

O desempenho da picape é Ok na cidade, com bom torque em baixas rotações. Na estrada, para efetuar ultrapassagens e retomadas de velocidade é preciso trabalhar com o câmbio e ter um pouco de paciência. Carregado com os 720 quilos que suporta, a história é diferente. O motor fica devendo mesmo é quanto ao consumo de combustível. As relações de marcha estão ligeiramente mais curtas. Já a suspensão oferece conforto surpreendente. A direção tem assistência hidráulica, com peso adequado tanto nas manobras quanto em alta velocidade.
 
 
A caçamba tem capacidade volumétrica de 1.354 litros e já traz de série a proteção de plástico, e vidro traseiro com grade
A caçamba tem capacidade volumétrica de 1.354 litros e já traz de série a proteção de plástico, e vidro traseiro com grade
 
Aqui o interior de Mobi e Uno, cheio de plástico duro, não incomoda tanto como na versão mais cara. A cabine Plus é puro marketing e os 100 litros a mais que a antiga cabine simples não se traduz em espaço utilizável para bagagem. Se for carregar algo além de duas mochilas magras, terá que jogar os bancos para a frente e arcar com o desconforto. O interior ganhou aquele toque “dark” que está na moda, com revestimentos do teto, colunas e até os para-sóis em preto. À noite, com esse conjuntinho aí, nem com a luz acesa você encontra as chaves de casa.

CONTEÚDO

No conteúdo, uma mistura de erros e acertos. Graças à legislação, além dos airbags dianteiros e freios ABS, agora o controle de estabilidade é obrigatório para projetos novos, que é o caso da nova Strada. Para melhorar, a picape traz de série o E-Locker, um controle avançado de tração mais aplicável no fora de estrada leve, onde a maior parte do torque é distribuído para as rodas que têm mais aderência com o solo (vale lembrar que o Locker era um opcional caro que equipava a geração anterior e desempenhava a mesma função). Também se destaca o assistente de partida em rampa. Todos esses itens não estão disponíveis nos concorrentes, nas versões semelhantes à testada.
 
 
A versão vem equipada com o velho motor 1.4 Fire Evo, que ainda faz uso do ultrapassado tanquinho de partida a frio
A versão vem equipada com o velho motor 1.4 Fire Evo, que ainda faz uso do ultrapassado tanquinho de partida a frio
 
Mas outros itens básicos fazem falta. Veja que você vai precisar acrescentar mais R$ 2.500 só para equipar o veículo com vidros e travas elétricos, fechadura elétrica na tampa da caçamba, alarme e brake light. Isso tudo para continuar com os ajustes manuais dos retrovisores! As calotas vão te custar mais R$ 150, mas veja se consegue incluí-las como brinde na concessionária, junto com os tapetinhos de borracha que também não equipam a picape. Ah, qualquer cor que não seja o preto também terá acréscimo no preço. Este branco que você vê na unidade testada, cor sólida, custa R$ 900.

Outro opcional a equipar a unidade testada, fundamental para muitos, é a central multimídia com tela de sete polegadas. O equipamento custa R$ 3.490, equivalente a 5,5% do preço do veículo, incluindo também alto-falantes, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro e controles de áudio no volante. Com todos esses opcionais, a unidade testada foi de R$ 63.590 para R$ 70.630.
 
 
Interior da picape ganhou acabamento todo escurecido, com muito plástico duro, e, se o cliente quiser levar a central multimídia com tela de sete polegadas, terá que pagar R$ 3.490 por um pacote com outros itens
Interior da picape ganhou acabamento todo escurecido, com muito plástico duro, e, se o cliente quiser levar a central multimídia com tela de sete polegadas, terá que pagar R$ 3.490 por um pacote com outros itens
 
CONCORRENTES 

A principal rival da Strada é a Volkswagen Saveiro. Sua versão Trendline cabine simples custa R$ 70.300 e supera a Strada Endurance em itens como banco do motorista com regulagem de altura, retrovisores com ajustes elétrico com função tilt-down, sistema de infotainment com bluetooth, vidros e travas elétricos, chave canivete e calotas. Por outro lado, pelo que se paga a mais pela Strada, como na unidade testada, você leva tudo isso (menos a regulagem elétrica do retrovisor) e os itens já descritos.

Já a Chevrolet Montana, que em sua versão Sport custa R$ 73.090, também tem pacote de série superior, com rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis e lanternas de neblina, capota marítima, rack de teto, vidros e travas elétricos, farol automático, chave canivete, sistema de som com Bluetooth e banco do motorista com regulagem de altura. Porém, novamente, a diferença de preço permite equipar a Strada com pacote semelhante. Vale lembrar que só a Strada tem volante com regulagem em altura, que é de série.
 
 
A Strada cabine Plus tem 4,47m de comprimento e 20,8cm de altura em relação ao solo
A Strada cabine Plus tem 4,47m de comprimento e 20,8cm de altura em relação ao solo
 

FICHA TÉCNICA

»  MOTOR (*) Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, oito válvulas, 1.368cm³ de cilindrada, flex, que desenvolve potências máximas de 85cv (gasolina) e 88cv a 5.750rpm (etanol) e torques máximos de 12,4kgfm (g) e 12,5kgfm (e) a 3.500rpm

»  TRANSMISSÃO (*) Câmbio manual de cinco marchas e tração dianteira

»  SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*) Dianteira, independente, McPherson, com barra estabilizadora; e traseira do tipo eixo rígido, com feixe de molas longitudinais/6 x 15 polegadas/195/65 R15

»  DIREÇÃO (*) Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

»  FREIOS (*) A discos ventilados na frente e tambores na traseira, com ABS nas quatro rodas e EBD

»  CAPACIDADES (*) Do tanque, 55 litros; caçamba, 1.354 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 720 quilos

»  DIMENSÕES (*) Comprimento, 4,47m; largura, 1,73m; altura, 1,60m; e distância entre-eixos, 2,73m; altura em relação ao solo, 20,8cm

»  ÂNGULOS (*) De entrada, 23,4 graus; de saída, 26,7 graus

»  PESO (*) 1.078 quilos

»  DESEMPENHO (*) Velocidade máxima: 156km/h (g)/ 157,5km/h (e) 0 a 100km/h: 13,4s (g)/ 12,3s (e)

»  CONSUMO (**) Cidade: 11,8km/l (g); 8,3km/l (e)
Estrada: 12,4km/l (g); 8,8km/l (e)

(*) Dados dos fabricantes
(**) Dados do Inmetro
(g) gasolina (e) etanol
 
 

Quanto custa
Versão de entrada da nova picape, a Fiat Strada Endurance 1.4 cabine simples 2021 tem preço sugerido de R$ 63.590.  Com o opcional listado, a unidade testada custa R$ 70.630.
 
 
 
NOTAS (0 a 10)

Desempenho 7
Espaço interno 6
Caçamba 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 7
Itens de série/opcionais 7
Segurança 9
Estilo 8
Consumo 7
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 8

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade