Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Retoque muito sutil

Renault divulga fotos oficiais do novo Sandero, que será apresentado na última semana do mês juntamente com o Logan e o aventureiro Stepway. Confira as mudanças do hatch


postado em 06/07/2019 04:08

A dianteira é praticamente a mesma do modelo atual, mas os faróis ganharam assinatura de LED e os auxiliares de neblina têm novas molduras(foto: Renault/Divulgação)
A dianteira é praticamente a mesma do modelo atual, mas os faróis ganharam assinatura de LED e os auxiliares de neblina têm novas molduras (foto: Renault/Divulgação)


O vazamento de imagens do Sandero em redes sociais levou a Renault a antecipar fotos oficiais do modelo, cuja reestilização será lançada ainda neste mês. Vale lembrar que o registro de patentes no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) já havia dado spoiler de como seria o hatch, assim como o sedã Logan. As imagens vazadas trazem justamente o ponto de vista mais polêmico do Sandero, as lanternas horizontais, que inicialmente não agradaram muito. Com a foto, fica claro que a parte da lanterna que fica na carroceria permanece igual à atual, mudando apenas os elementos internos, justamente para combinar com a parte localizada na tampa do porta-malas.
 
Ainda analisando a traseira do hatch, é possível ver que a tampa do porta-malas foi redesenhada para receber as lanternas horizontais. A logomarca da Renault cresceu e ultrapassa o vinco central da tampa traseira. Aparentemente, agora o modelo não traz o botão da maçaneta dentro do losango da marca francesa, devendo existir um mecanismo elétrico de abertura na fenda junto ao para-choque. A dianteira é praticamente a mesma da atual, apenas se diferenciando pela maior separação entre a grade inferior do para-choque e os faróis de neblina, que ganham novas molduras. As fotos oficiais revelam que os faróis receberam assinatura de LED, mas mantêm o mesmo formato. O interior também não muda muito, mantendo o mesmo quadro de instrumentos e desenho atual, com um ou outro detalhe.
 
Esta pode ser uma estratégia perigosa para um produto que já não goza de boa relação custo/benefício e está inserido em um contexto no qual concorrentes importantes, como Chevrolet Onix e Hyundai HB20, estão prestes a ganhar mudanças mais profundas. A principal característica do Sandero, que o eleva como o preferido dos motoristas de aplicativo, é o espaço interno. Porém, este predicado já vem sendo oferecido pelos hatches premium, cujas versões de entrada não trazem diferença de preço tão expressiva.

VERSÕES O Sandero da foto vazada é a versão esportiva R.S., que traz diversos elementos exclusivos, como rodas de 17 polegadas pintadas em preto, pneus de perfil baixo, aerofólio, para-choque traseiro com difusor de ar, dupla saída de escape, minissaias laterais e para-choque dianteiro exclusivo, com luzes diurnas de LED integradas nos faróis. Aqui também podemos esperar o interior sem qualquer novidade, com revestimento exclusivo nos bancos, pedaleiras de alumínio e volante revestido em couro com costura vermelha aparente.
 
Além dessa versão veloz, o hatch aventureiro Stepway também fará parte da gama Sandero. Espera-se ainda para o sedã Logan uma inédita versão aventureira. As demais versões passam a adotar as mesmas nomenclaturas usadas atualmente em outros modelos da marca: a de entrada Authentique passa a se chamar Life; a intermediária Expression vira Zen; e a versão de topo Dynamique, a partir da reestilização passa a se chamar Intense.

MOTORES Os motores disponíveis para esses modelos permanecem os mesmos. O econômico 1.0 Sce 12V desenvolve 79cv de potência e 10,2kgfm de torque com gasolina, e 82cv e 10,5kgfm com etanol. Já o 1.6 Sce 16V traz potências de 118cv (g) e 120cv (e), além do torque de 16kgfm (com ambos os combustíveis). Esses propulsores mantêm o câmbio manual de cinco marchas, porém, o 1.6 deve trazer a opção de câmbio automático tipo CVT, que entra no lugar do automatizado Easy’R. A versão esportiva R.S. também mantém o motor 2.0 flex com 145cv e 20,2kgfm (g) e 150cv e 20,9kgfm (e), sempre com câmbio manual de seis velocidades.


Publicidade