Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Na onda dos compactos

Mercedes-Benz apresenta o inédito GLB, SUV com plataforma compacta que carrega até sete ocupantes. Modelo tem duas opções de motor a gasolina, além de tração integral


postado em 15/06/2019 04:29

Rodas enormes, moldura nas caixas de roda e dupla saída de escape dão o tom esportivo(foto: Mercedes-Benz/Divulgação)
Rodas enormes, moldura nas caixas de roda e dupla saída de escape dão o tom esportivo (foto: Mercedes-Benz/Divulgação)



A Mercedes-Benz apresentou o GLB, seu novo SUV de porte intermediário que vai se posicionar entre o GLA e o GLC. Para começo de conversa, já vamos falando que o modelo será vendido no Brasil, vindo do México, a partir de 2020. Mas o utilitário-esportivo também será fabricado na China, onde sua versão-conceito foi apresentada há cerca de dois meses no Salão de Pequim, praticamente igual ao veículo que irá para as ruas.


O inédito GLB é construído sobre a plataforma compacta MFA II, a mesma do Classe A Sedan, Classe B e CLA. Suas dimensões são 4,62m de comprimento, 1,82m de largura, 1,65m de altura e 2,83m de distância entre-eixos, o que está mais para um SUV médio e nos deixa mais aliviados, já que o veículo tem capacidade de levar até sete ocupantes (resta saber se faz isso com conforto).


O design não é tão fluido como o do GLA e GLC, sendo o capô mais baixo e o para-brisa menos inclinado, com linhas bastante originais. Apesar de ter um porte mais quadrado, para aproveitar melhor o espaço (ele tem que levar sete pessoas!), as extremidades são arredondadas. Também por isso a área envidraçada é generosa. Capô vincado, rodas enormes, molduras nas caixas de roda e dupla saída de escape são elementos que agregam esportividade.

DENTRO O interior traz painel de instrumentos digital, numa tela enorme que também abrange a central multimídia MBUX. O projeto buscou a versatilidade e o maior aproveitamento possível do espaço, já que o modelo tem proposta familiar. A segunda fileira de bancos tem ajuste longitudinal e do encosto. O GLB é o primeiro compacto da Mercedes-Benz a receber uma terceira fileira de bancos, que é opcional. De acordo com o fabricante, esses assentos são individuais e acomodam bem pessoas de até 1,68m.


Os alemães destacam a segurança dedicada à terceira fileira de bancos, que conta com apoios de cabeça retráteis, cintos de segurança com pré-tensionadores, airbags de cortina que também protegem esses passageiros e fixações Isofix e Top-Tether para cadeiras infantis. A terceira fileira tem ainda suportes de bebidas entre os bancos e compartimentos com entradas USB. Quando estão fora de uso, esses assentos podem ser embutidos no assoalho do compartimento de carga. O porta-malas tem capacidade de 560 litros (sem a terceira fileira de bancos), que pode chegar a 1.755 litros com os bancos rebatidos.

MOTORES São duas motorizações a gasolina disponíveis. As versões GLB 200 trazem motor 1.3 turbo – com 163cv de potência e 25,5kgfm de torque – e câmbio automatizado de dupla embreagem de sete marchas. Com esse propulsor, o veículo atinge velocidade máxima de 207km/h e acelera até os 100km/h em 9,1 segundos. Já as versões GLB 250 oferecem motor 2.0 turbo – de 224cv e 35,7kgfm – combinado à transmissão automatizada de duas embreagens e oito velocidades, com máxima de 236km/h e aceleração em 6,9s.


Também existe opção do motor 2.0 a diesel, com potências de 150cv e 190cv e torques de 32,6kgfm e 40,8kgfm, sempre com câmbio automatizado de dupla embreagem e oito marchas. Também há opção de tração integral 4Matic, com distribuição da força nos eixos variando conforme o modo de condução escolhido pelo motorista: a proporção é de 80:20 (dianteira/traseira) no modo Eco/Comfort; 70:30 no Sport; e 50:50 no Off-Road. As suspensões têm configuração McPherson na dianteira e multilink na traseira.

MERCADO Com este lançamento, agora a Mercedes-Benz conta com oito modelos compactos em sua gama, de hatches a sedãs, de cupês a peruas. A oferta de opções intermediárias como o GLB é interessante, porque a cada três modelos vendidos da marca um é SUV, e desses, a cada quatro um é compacto. Os principais concorrentes do GLB são os SUVs compactos alemães Audi Q3 e BMW X1.

 

 

 


Publicidade