[an error occurred while processing this directive] Samsung suspende a venda do Galaxy Note 7 após casos de explosão da bateria - Tecnologia - Estado de Minas
Publicidade

Estado de Minas

Samsung suspende a venda do Galaxy Note 7 após casos de explosão da bateria

Empresa informou que aparelhos serão substituídos


postado em 02/09/2016 06:52 / atualizado em 02/09/2016 15:07

(foto: AFP / JUNG YEON-JE )
(foto: AFP / JUNG YEON-JE )

A Samsung Electronics anunciou nesta sexta-feira que vai suspender a venda do smartphone Galaxy Note 7 após incidentes que implicariam a explosão da bateria do modelo. A empresa informou que substituirá os aparelhos das pessoas que compraram este modelo de smartphone.

"Recebemos várias informações sobre a explosão da bateria do Note 7, que foi lançado oficialmente em 19 de agosto", afirmou à imprensa o diretor do departamento mobile da empresa sul-coreana, Koh Dong-Jin. "Foi confirmado que era um problema da bateria", disse".

A Samsung já vendeu um milhão de aparelhos Galaxy Note 7 na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. Vinte e quatro aparelhos apresentaram problemas de bateria, segundo Koh Dong-Jin, que afirmou "lamentar profundamente" o incidente.

Donos do aparelho começaram a publicar fotos e vídeos do Note 7, alguns deles totalmente carbonizados. Os internautas afirmaram que o smartphone pegou fogo de forma súbita.

Os problemas levaram a Samsung a suspender as entregas no mercado interno e a atrasar o lançamento do produto em alguns mercados europeus.

A situação representa um grande revés para a empresa sul-coreana, que havia anunciado em julho uma alta do lucro superior ao previsto no segundo trimestre, graças às boas vendas dos modelos Galaxy S7 e S7 Edge.

A divisão mobile da Samsung representa a parte mais forte da atividade do grupo. Nos últimos anos, a empresa enfrenta a concorrência da Apple nos modelos de alto custo e de fabricantes chineses, como a Huawei, nos produtos de médio e baixo custo.

NOTA A Samsung divulgou a seguinte nota por volta das 15h: "A Samsung tem o compromisso de produzir produtos de alta qualidade e, por isso, levamos cada relatório de incidente de nossos clientes muito a sério. Em resposta a casos relatados recentemente do Galaxy Note7, realizamos uma investigação minuciosa e encontramos uma questão referente à bateria. Até o dia 1º de Setembro ocorreram 35 casos que foram relatados globalmente e estamos atualmente realizando uma inspeção completa com os nossos fornecedores para identificar possíveis baterias afetadas no mercado onde os produtos já foram vendidos.

No entanto, como a segurança dos nossos clientes é uma prioridade absoluta para a Samsung, interrompemos as vendas do Galaxy Note7 nos países onde o produto já estava sendo comercializado. Para os clientes desses mercados que já têm um Galaxy Note7, a Samsung voluntariamente substituirá o aparelho atual por um novo nas próximas semanas. Estamos trabalhando em conjunto com os nossos parceiros para garantir que a experiência de substituição seja a mais conveniente e eficiente possível.

A Samsung destaca que o produto ainda não foi comercializado no Brasil e seu lançamento no país será adiado. Esse processo visa garantir que a Samsung continuará a fornecer produtos da mais alta qualidade aos nossos clientes. Para mais informações a respeito do caso, por favor, entre em contato com nossa equipe de atendimento ao consumidor pelo telefone: 4004-0000 (capitais) e 0800-124-421 (demais cidades)."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade