Publicidade

Estado de Minas

WhatsApp abandona cobrança anual e oferecerá aplicativo de graça para sempre

Serviço de aplicativo mais popular do Brasil anunciou novidade em seu blog oficial nesta segunda-feira, 18


postado em 18/01/2016 10:31 / atualizado em 18/01/2016 10:41

Jan Koun, criador do WhatsApp, anunciou a suspensão da cobrança em uma conferência em Munique(foto: OUT / AFP / dpa / Tobias Hase)
Jan Koun, criador do WhatsApp, anunciou a suspensão da cobrança em uma conferência em Munique (foto: OUT / AFP / dpa / Tobias Hase)

Quem acessa o WhatsApp com frequência já está acostumado a receber aquela mensagem inicial, informando que o app será gratuito por um ano e - a partir daí - passará a ter uma anuidade US$ 0,99 pelo uso.

Pois a cobrança anual (que já foi adiada inúmeras vezes) foi banida de vez pelo WhatsApp, que promete nunca cobrar pelo aplicativo de troca de mensagens mais usado no Brasil.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 18, por Jan Koun, criador do WhatsApp, durante uma conferência em Munique, na Alemanha. "Realmente, (a cobrança) não funciona muito bem", informou Koun durante a Digital Life Design Conference. "Não queremos que as pessoas pensem que terão sua comunicação com o mundo cortada de repente", afirmou.

Além da suspensão da cobrança pelo uso do aplicativo, o WhatsApp - que foi comprado pelo Facebook pela bagatela de US$ 22 bilhões em 2014 - também garantiu a seus usuários que não usará anúncios e spams como modelo de negócios.

A boa notícia também foi compartilhada pelo WhatsApp em seu blog oficial, nesta segunda-feira. Confira a nota na íntegra (clique aqui para ler o original):

"Quase um bilhão de pessoas ao redor do mundo hoje depende do WhatsApp para ficar em contato com seus amigos e familiares. Desde de um novo pai na Indonésia compartilhando fotos com sua família, à um estudante na Espanha encontrando seus amigos ao voltar para casa, a um médico no Brasil mantendo contato com seus pacientes, pessoas confiam no WhatsApp para ser rápido, simples e confiável.

É por isso que estamos felizes em anunciar que WhatsApp não mais cobrará a taxa de assinatura. Por muitos anos, pedimos às pessoas que pagassem uma taxa para utilizar o WhatsApp após seu primeiro ano de uso. A medida que nós crescemos, fomos descobrindo que esta abordagem não tem funcionado bem. Muitos usuários do WhatsApp não têm um cartão de débito ou crédito, e eles temiam perderem acesso aos seus amigos e família, passado o ano inicial. Assim, ao longo das próximas semanas, vamos remover as taxas das diferentes versões do nosso aplicativo, e o WhatsApp não mais cobrará pelo serviço

Naturalmente, as pessoas podem se perguntar como nós nos manteremos funcionando sem taxas de assinatura e se a mudança de hoje significa a implementação de anúncios de terceiros. A resposta é não. A partir deste ano, testaremos novas ferramentas que permitirão que você se comunique com empresas e órgãos aos quais você quer ouvir. Isso poderia significar conversar com seu banco sobre uma possível fraude em uma transação recente, ou com uma companhia aérea sobre um voo atrasado. Todos nós recebemos mensagens deste tipo em outros meios atualmente - seja por meio de mensagens de texto ou chamadas telefônicas - por isso queremos testar novas ferramentas para fazer com que esta comunicação fique mais fácil pelo WhatsApp, enquanto continuamos fornecendo uma experiência sem anúncios de terceiros e spam.

Nós esperamos que você aproveite o que vem pela frente com o WhatsApp, e estamos ansiosos para o ouvir o seu feedback."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade