Publicidade

Estado de Minas

Novos Galaxys chegarão ao Brasil em abril, mas preços não foram divulgados


postado em 02/03/2015 11:59

(foto: AFP PHOTO/ LLUIS GENE)
(foto: AFP PHOTO/ LLUIS GENE)
 

Um dia após ser anunciada a data do lançamento global dos novos Samsung Galaxy S6 e S6 Edge para 10 de abril, com o Brasil fora da lista inicial de países que receberão os aparelhos, os executivos brasileiros da empresa confirmaram que ainda no próximo mês os tops de linha da empresa começarão a serem vendidos no país.

Inicialmente 20 países terão em suas lojas os novos Galaxys. Na América do Sul o primeiro a recebê-los será o Chile. No entanto, Roberto Sobol, diretor de produtos móveis da empresa, garantiu que no mesmo mês as duas versões do S6 também estarão disponíveis para os brasileiros.

A empresa sul-coreana tem fábrica própria no Brasil e todos os aparelhos serão fabricadas no país. No entanto, o preço do Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge ainda não foi revelado. A única notícia adiantada é que o S6 Edge naturalmente será mais caro por oferecer um maior número de beneficios que o S6.

Samsung pay
Anunciado como uma das inovações presentes no Galaxy S6 em Barcelona, o sistema Samsung Pay ainda irá demorar para ser utilizado no Brasil. A tecnologia permite que todas as máquinas de cartão de crédito e débito façam a leitura do celular para efetuar pagamentos sem necessidade do uso de cartão. O dispositivo é ativado a partir da impressão digital do usuário, garantindo a segurança da compra.

No entanto tanto a Samsung como os bancos ainda conversam sobre como levar a tecnologia existente às ruas de todo o país. Ricardo Barbosa, diretor de operações da Samsung no Brasil, fala que tanto a empresa de celular como os bancos são muito conservadores neste tipo de serviço para que o cliente tenha total segurança quando for implementado.

Para o diretor "Ainda faltam anos para que as pessoas deixem de levar o cartão de crédito na carteira. Até porque ele não acaba a bateria". Depois de fornecer a tecnologia, a Samsung trabalhará a mudança de cultura das pessoas para que utilizem o sistema de pagamentos sem qualquer receio, mas já prevê que haverá um longo caminho pela frente.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade