Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Cuca avalia queda de rendimento de Hulk e Nacho Fernández no Atlético

Destaques do Galo, jogadores tiveram atuações ruins nas últimas partidas


07/10/2021 07:10 - atualizado 07/10/2021 07:13

Hulk carrega Nacho no colo; os dois são os grandes nomes do Galo na atual temporada
Hulk e Nacho são os grandes nomes do Galo na atual temporada (foto: Pedro Souza/Atlético)
Hulk e Nacho Fernández são os principais nomes do Atlético na temporada 2021. Os dois jogadores, no entanto, estão abaixo do potencial demonstrando em outros momentos no ano. O técnico Cuca reconheceu que os dois jogadores podem render mais.

Hulk é o grande nome do Atlético em 2021. São 21 gols e 12 assistências. Nos últimos jogos, no entanto, ele não foi bem. Contra o Palmeiras, na Copa Libertadores, o atacante esteve longe de ter destaque como de costume. No último sábado, contra o Internacional, ele deu uma assistência após jogada individual, mas não teve boa exibição.
 
Contra a Chapecoense, Hulk não foi bem. O jogador do Galo prendeu muito a bola em algumas arrancadas, mesmo com companheiros melhores posicionados para receber o passe. O técnico Cuca diz que já conversou com o atacante e que eles precisam encontrar maneiras diferentes para ele sair da forte marcação adversária.
 
"(O Hulk) Está tendo as tomadas de decisões erradas. Tenho conversado muito com ele, que está sendo visado a forma como ele joga. Temos que ter plano B e C dentro dessa cartilha. Vamos trabalhar ainda mais em cima disso", disse.
 

Nacho Fernández

 
A queda de Nacho Fernández também é visível. O meia não teve boas atuações recentemente e vem demonstrando queda física durante os jogos. Contra a Chapecoense ele teve quatro passes decisivos, mas cometeu muitos erros, comprometendo em algumas situações a criação de jogadas da equipe. Ele tem oito gols e oito assistências na temporada.
 
Cuca afirma que procura passar confiança para o jogador retomar o melhor futebol com a camisa alvinegra. "O Nacho também teve essa queda, é notório. A gente tem que passar confiança para o jogador, dentro da cobrança. Ele é um jogador importante para nós, que pode e deve resolver situações. A gente tem confiança nele e vamos continuar o trabalho para que ele possa retomar os grandes jogos que ele fez", concluiu o treinador.

Depois do empate com a lanterna Chapecoense, o Atlético busca reação já no próximo sábado, às 16h30, contra o Ceará, no Mineirão. O Galo tem 11 pontos de vantagem para o vice-líder Flamengo na classificação do Campeonato Brasileiro.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade