Publicidade

Estado de Minas JOVENS ENXADRISTAS

Quatro atletas de Itajubá vão representar o Brasil em torneio de xadrez

Festival Panamericano de Xadrez será de 30 de julho a 5 de agosto, em Florianópolis (SC). Ano passado, equipe de Itajubá conquistou título inédito


09/06/2021 17:33 - atualizado 09/06/2021 18:18

Júlia Cardoso, de 12 anos; Giovanna Almeida Magalhães, de 5; Enzo Almeida, de 11; e Lucas Emanuel Cunha, de 12, vão representar o Brasil em torneio pan-americano de xadrez(foto: Prefeitura de Itajubá/Divulgação)
Júlia Cardoso, de 12 anos; Giovanna Almeida Magalhães, de 5; Enzo Almeida, de 11; e Lucas Emanuel Cunha, de 12, vão representar o Brasil em torneio pan-americano de xadrez (foto: Prefeitura de Itajubá/Divulgação)
Quatro jovens atletas de Itajubá, no Sul de Minas, vão representar a delegação brasileira na 31ª edição do Festival Panamericano de Xadrez, que vai acontecer entre 30 de julho e 5 de agosto, em Florianópolis (SC). É o principal torneio da categoria, realizado anualmente.
 
Os atletas são: Júlia Cardoso, de 12 anos; Giovanna Almeida Magalhães, de 5; Enzo Almeida, de 11; e Lucas Emanuel Cunha, de 12 
 
Os dois últimos enxadristas foram selecionados da segunda etapa classificatória, que ocorreu em 29 de maio. Haverá mais uma no fim deste mês, mas somente campeões brasileiros e atletas classificados anteriormente poderão participar. 
 
Os vencedores do festival vão garantir ranking na Federação Internacional de Xadrez (FIDE, na sigla em inglês) para futuras competições, além de troféus e certificados.

"Velhos" conhecidos

Dois dos integrantes da equipe deste ano já tiveram a oportunidade de representar Itajubá. Foi no ano passado, durante o Campeonato Brasileiro de Xadrez. Enzo venceu na categoria 5º ano do ensino fundamental e ganhou o título de Mestre do Xadrez.
 
Já Giovanna foi além. Ela é a atleta mais nova da história do xadrez brasileiro a se tornar Mestre. Tinha apenas 4 anos em 2020 e venceu a categoria pré-escolar.
 
O título de Mestre Nacional é geralmente concedido aos jogadores que obtiveram excelente desempenho em torneios importantes ou que alcançaram pontuação alta no ranking da Federação Internacional e da Confederação Brasileira.
 
Os dois competiram com atletas de idades diferentes, por isso o reconhecimento pela Confederação Brasileira de Xadrez (CBX).

Ainda no ano passado, Enzo venceu na categoria Sub-10 e Giovanna na categoria Sub-8 do Festival Nacional da Criança (FENAC), promovido pela Confederação, o que garantiu o passaporte para a competição panamericana de 2021.
 
E uma curiosidade: os dois são irmãos.
 
A viagem dos quatro integrantes da equipe de Itajubá para Florianópolis está prevista para a segunda quinzena de julho. A prefeitura da cidade tem uma parceria com a Federação Mineira de Xadrez.

Por isso, atletas da cidade já participaram de campeonatos como o Sul-americano, em 2019, na Argentina, e duas edições do Panamericano – em 2014, no México, e 2015, na Colômbia.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade