Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO MINEIRO

América busca reação contra o Tombense para manter o tabu

Para dar mais um passo rumo à classificação às semifinais do Estadual, América encara a Tombense e busca confirmar sua superioridade sobre o adversário


11/04/2021 04:00 - atualizado 11/04/2021 09:21

Para o zagueiro Anderson todo jogo fora de casa é difícil, mas ele confia que a equipe jogará focada para buscar a vitória(foto: João Zebral/América/Divulgação)
Para o zagueiro Anderson todo jogo fora de casa é difícil, mas ele confia que a equipe jogará focada para buscar a vitória (foto: João Zebral/América/Divulgação)

Com o sonho de melhor campanha na Copa do Brasil adiado depois da eliminação pelo Vasco (derrota por 2 a 1, em casa, na última quarta-feira, na segunda fase), o Tombense recebe o América neste domingo (11/04), às 18h15, no Estádio Antônio Guimarães de Almeida, o Almeidão, em Tombos, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.

O Coelho foca em mais uma vitória para dar mais um passo rumo à classificação para as semifinais do Estadual. A missão dos comandados do técnico Lisca é se recuperar do empate na rodada passada diante da Patrocinense, por 1 a 1, no Independência. Agora, a missão é reagir no campo adversário.

A favor, um tabu: o Coelho não perde para o Gavião Carcará há cinco anos. Neste período, foram quatro partidas, sendo três vitórias dos americanos e uma do Gavião, todas válidas pelo Estadual.

Atual vice-campeão mineiro, o Gavião Carcará tem 106 anos de fundação, mas apenas 22 como equipe profissional. Determinado a melhorar a campanha, agora que está só focado no Campeonato Mineiro, o time está decidido a chegar ao G-4.

O último triunfo do Carcará sobre o Coelho ocorreu em 2016, quando o América foi campeão do Mineiro pela última vez. Naquela ocasião, em confronto válido pela 8ª rodada, o Tombense superou o Coelho por 2 a 0, em Tombos.

Focado em recuperação, o América fez o último treino ontem, em um campo anexo ao hotel, onde a delegação americana está hospedada, na cidade de Pedra Dourada (MG), município vizinho a Tombos. Os jogadores fizeram um treino com o técnico Lisca para formatar a parte tática e trabalhar situações específicas conforme estudo feito junto à Comissão Técnica e Núcleo de Análise.

Também aperfeiçoaram o controle de bola, enquanto outros aprimoravam lançamentos e domínio. Para o volante Sabino, a reação virá porque “temos confiança no trabalho, estamos focados no objetivo e as coisas aconteceram naturalmente”.

O América, além do reforço na preparação física, se concentrou em apurar a tática e técnica que marcaram o futebol do Coelho na última temporada: forte ritmo de jogo com velocidade e precisão. Assim, Lisca insistiu no treino com campo reduzido, movimentação e troca de passes rápidos, cobrando precisão nas finalizações.

O treinador também focou na preparação para encarar a Tombense, em jogadas específicas pelo meio e lado de campo, atividade que exigiu muito dos goleiros americanos.

RITMO ACELERADO

O zagueiro Anderson espera um jogo complicado: “Joga fora é difícil, o Campeonato Mineiro está equilibrado, as equipes ditas de menor porte têm feito um bom trabalho, teremos uma viagem desgastante e enfrentaremos o atual vice-campeão mineiro. Time bom, acompanhamos o jogo contra o Vasco, pela Copa do Brasil, e precisamos focar para garantir os três pontos”.

Anderson confessa que no empate com o Patrocinense, o América teve “uma queda visível, apesar de melhor rendimento no segundo tempo, conseguindo o empate, quando crescemos e evoluímos. Precisamos melhorar mais nosso ritmo, voltar a ter aceleração no início das jogadas e impor nosso jogo da temporada passada”.

Para o jogador, uma vitória diante da Tomense é fundamental para “nos credenciarmos ainda mais a uma vaga nas semifinais. É importante para a nossa classificação. Temos de entrar focados, determinados desde o início e com concentração maior”, destaca Anderson.

FICHA TÉCNICA

Tombense x América

TOMBENSE: Felipe Garcia; David, Wesley, Matheus Lopes e João Paulo; Rodrigo, Paulinho Dias, Jhemerson; Everton Galdino, Daniel Amorim e Rodrigo Carioca
Técnico: Bruno Pivetti
AMÉRICA: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira (Joseph), Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo (Sabino), Juninho e Alê; Marcelo Toscano (Bruno Nazário); Ademir e Rodolfo (Ribamar)
Técnico: Lisca
9ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos
Horário: 18h15
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Vivaldi Pedro Baeta (MG)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade