Publicidade

Estado de Minas Série A

Para ampliar a vantagem

Desfalcado, Atlético visita Fortaleza e busca quinta vitória seguida para garantir grande distância na liderança do Brasileiro. Cearenses estão invictos há cinco jogos


07/10/2020 04:00

Equipe treinou ontem, antes da viagem e o zagueiro Rever pediu cautela apesar do entusiasmo da torcida com o desempenho do time(foto: Bruno Cantini/Atlético/Divulgação)
Equipe treinou ontem, antes da viagem e o zagueiro Rever pediu cautela apesar do entusiasmo da torcida com o desempenho do time (foto: Bruno Cantini/Atlético/Divulgação)
Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Atlético tem chance de aumentar a vantagem na ponta da competição na noite desta quarta-feira. O Galo visita o Fortaleza, 10° colocado, às 21h30, no estádio Castelão, em duelo válido pela 14ª rodada da Série A.

O time comandado por Jorge Sampaoli soma 27 pontos em 12 partidas realizadas – nove vitórias e três derrotas. O vice-líder, Internacional (22 pontos), só joga amanhã – visita o Bragantino. Terceiro colocado, também com 22 pontos, o Palmeiras visita o Botafogo hoje e pode assumir o 2° lugar.

Caso o alviverde não vença sua partida, o Galo poderá aumentar a vantagem na liderança se conquistar o resultado positivo diante do Fortaleza, que ocupa a 10ª posição na Série A, com 17 pontos. Mesmo com um jogo a menos que a maioria dos concorrentes, o Atlético tem o melhor ataque de forma disparada. O Galo marcou 25 gols na competição, sete a mais que o Santos, segundo melhor no quesito.

Keno, artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, estará presente em campo e é esperança de gols. Quem também deve jogar é o meia Nathan, que deixou o gramado do Mineirão com dores no último domingo. O meia é responsável por dois gols, uma assistência e dois pênaltis sofridos na competição.

Já a equipe cearense tem a segunda melhor defesa, atrás apenas do Internacional, que sofreu nove gols. Mais desafiador do que passar pelo bom sistema defensivo da equipe comandada por Rogério Ceni será quebrar a boa sequência da equipe em casa. O Fortaleza só levou dois gols como mandante: ambos na primeira rodada, quando perdeu para o Athletico-PR, por 2 a 0. De lá para cá, foram cinco jogos: Botafogo (0 a 0); Bragantino (3 a 0); Sport (1 a 0); Internacional (1 a 0); e Atlético-GO (0 a 0).
 

Atlético


O Galo venceu os últimos quatro jogos que disputou no Campeonato Brasileiro: Bragantino (2 a 1), Atlético-GO (4 a 3), Grêmio (3 a 1) e Vasco (4 a 1). O capitão Réver pediu cautela ao elenco e deixou a empolgação somente para os torcedores.

“A gente vê a euforia do torcedor. Muito disso é pelo que estamos apresentando dentro de campo. Não poderia ser diferente da parte do torcedor, mas temos de manter essa cautela. Futebol é uma constância e gira a todo momento. Temos sim uma vantagem na competição, com um jogo a menos. Mas sabemos que não é o bastante, pois são 38 rodadas, e tudo pode acontecer”, declarou o zagueiro.

Para o jogo contra o Fortaleza, o técnico Jorge Sampaoli não contará com os convocados Junior Alonso (Paraguai), Alan Franco (Equador) e Savarino (Venezuela). As duas primeiras vagas devem ser ocupadas por Igor Rabello e Allan, respectivamente. A principal dúvida é sobre o substituto do ponta venezuelano. Brigam pela vaga nomes como Marrony, Marquinhos, Sávio e Mailton.


Fortaleza Invicto há cinco jogos, o Fortaleza estagnou na tabela da Série A após dois empates consecutivos (contra Santos e Atlético-GO). Atualmente, o time ocupa a 10ª colocação, com 17 pontos ganhos em 13 partidas disputadas. A tendência é que o técnico Rogério Ceni mantenha a formação titular numa espécie de 4-2-4, com Wellington Paulista voltando à equipe.

Galo é o único que ainda não empatou


Numa competição marcada pelo grande número de empates (39 em 125 jogos), chama a atenção o retrospecto do Atlético. Líder, com 27 pontos em 12 partidas disputadas, o time alvinegro acumula nove vitórias, três derrotas e nenhuma igualdade no Campeonato Brasileiro.E mais: a ofensiva equipe do técnico Jorge Sampaoli é a única das 60 que disputam as Séries A, B e C que ainda não empatou. Numa competição em que o número de vitórias é o primeiro critério de desempate, os números alvinegros são animadores.

A diferença do Galo para o vice-líder Internacional (que tem 22 pontos), por exemplo, é justamente nesse sentido. As duas equipes perderam a mesma quantidade de jogos: três. O Colorado, porém, acumula quatro empates – e, logicamente, venceu menos vezes que o Atlético.

o caso do terceiro colocado Palmeiras (com os mesmos 22 pontos do Inter), a diferença fica ainda mais evidente. O time de Vanderlei Luxemburgo ainda não perdeu, mas soma impressionantes sete empates em 12 partidas. Depois do Atlético, os times da Série A que menos empataram são Sport, Athetico-PR e Ceará, com duas igualdades cada.

Outras divisões


Na Série B, os times que menos empataram em 13 rodadas são Avaí e CSA, com uma igualdade cada. Em nove jogos da Terceira Divisão, Imperatriz e Brusque também têm um empate. Na Série D – em que os times jogaram apenas quatro partidas até agora –, várias equipes ainda não empataram.

Nathan treina

Com treinamento na manhã desta terça-feira, na Cidade do Galo, o Atlético encerrou a preparação para a partida contra o Fortaleza, no Castelão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A boa notícia para o torcedor alvinegro foi a presença de Nathan na atividade. O meia, que se queixou de dores na coxa esquerda após a vitória sobre o Vasco, treinou normalmente e deve atuar no jogo desta quarta-feira, às 21h30, na capital cearense. Na vitória do Atlético por 4 a 1 sobre o Vasco, no domingo passado, Nathan deixou o campo aos 21 minutos da etapa final com dores na coxa esquerda, a mesma que lesionou na segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Por conta da contusão, o meia ficou fora do time por oito partidas.

Fortaleza
Felipe Alves; Tinga, Jackson, Paulão e Carlinhos; Felipe e Juninho; Osvaldo, Romarinho, Wellington Paulista e David

Técnico: Rogério Ceni

Atlético
Everson; Guga, Réver, Igor Rabello e Guilherme Arana; Allan, Jair e Nathan; Marrony (Marquinhos), Keno e Eduardo Sasha

Técnico: Jorge Sampaoli

14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

Data e horário: quarta-feira, 6 de outubro, às 21h30

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)

VAR: Wagner Reway (PB)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade