Publicidade

Estado de Minas

Esperança renovada

Torcida celeste emociona Marcelo Moreno na chegada do atacante à sede do Barro Preto. Mais de mil pessoas cantaram por mais de duas horas e fecharam a Rua Timbiras


postado em 19/02/2020 04:00 / atualizado em 18/02/2020 23:04

A torcida lotou a Rua Timbiras para recepcionar o atacante Marcelo Moreno, que fez o famoso gesto da flechada em agradecimento(foto: Leandro Couri/em/d.a press)
A torcida lotou a Rua Timbiras para recepcionar o atacante Marcelo Moreno, que fez o famoso gesto da flechada em agradecimento (foto: Leandro Couri/em/d.a press)

A chegada do atacante Marcelo Moreno renovou as esperanças da torcida do Cruzeiro, como ficou claro com a grande recepção ao jogador no início da tarde de ontem. Cerca de mil pessoas se aglomeraram em frente à sede administrativa do clube, no Barro Preto, e por mais de duas horas cantaram e gritaram, chegando a fechar a Rua Timbiras no momento em que o jogador apareceu na sacada que dá acesso ao prédio.
 
(foto: Leandro Couri/em/d.a press)
(foto: Leandro Couri/em/d.a press)
 
“Marcelo Moreno na reconstrução, veio para somar e não tem arrego, não”, cantaram os cruzeirenses, deixando o atacante emocionado nesta segunda volta ao Cruzeiro, clube que defendeu entre março de 2007 e maio de 2008 e em 2014.
 

"Estou muito feliz de estar aqui. Nem no meu melhor sonho eu imaginava uma festa como esta. Muito obrigado, de verdade. Vamos reconstruir o Cruzeiro, levá-lo ao lugar que ele merece"

Marcelo Moreno, atacante celeste

 
 
“Estou muito feliz de estar aqui. Nem no meu melhor sonho eu imaginava uma festa como esta. Muito obrigado, de verdade. Vamos reconstruir o Cruzeiro, levá-lo ao lugar que ele merece”, declarou o camisa 9, que fez 93 jogos e 45 gols com a camisa celeste, tendo conquistado títulos do Campeonato Mineiro (2008 e 2014) e do Campeonato Brasileiro (2014).
 
É confiando nesse retrospecto de artilheiro que os torcedores foram recepcionar o novo contratado do Cruzeiro. Gente como o pintor industrial Fernando Silva, que mora no Bairro Jardim Teresópolis, em Betim, e foi até o Barro Preto junto com o filho João Victor, de 6 anos, e de amigos. A idade do garoto, aliás, era inversamente proporcional à animação dele, que cantou todas as músicas.
 
“O Marcelo Moreno é excelente jogador e vem para somar”, declarou ele, que está otimista com o Cruzeiro em 2020, apesar de todas as dificuldades. “Vamos precisar de mais três ou quatro jogadores experientes. Mesclando com os jovens valores que temos atualmente, vamos conseguir estar na Primeira Divisão em 2021, ano do centenário.”
 
Como nem todo mundo teve a terça-feira de folga como Fernando, muitos dos torcedores aproveitaram o horário do almoço para prestigiar a volta do boliviano, como denunciavam crachás e gente de gravata engrossando a torcida. Já alunos de colégios próximos eram facilmente identificáveis pelos uniformes das instituições de ensino.
 
“Uh, terror, o Marcelo é matador” foi um dos gritos entoados pelos presentes, mostrando toda a esperança depositada nele, que assinará contrato por três anos. Ainda não há previsão de reestreia, mas, como ele vinha em pré-temporada com o Shijiazhuang Ever Bright, da China, não deverá demorar muito.
 
Antes de chegar à sede administrativa, Marcelo Moreno foi recebido pela alta cúpula da Raposa no aeroporto da Pampulha. Estiveram no local integrantes do Núcleo Dirigente Transitório, além do empresário Pedro Lourenço, responsável por pagar parte dos salários do atleta, que neste primeiro ano serão de R$ 200 mil.

De saída No dia em que Marcelo Moreno chegou, outro artilheiro, Fred, conseguiu na Justiça se desligar do Cruzeiro. Através de liminar expedida pela Justiça do Trabalho, que concedeu rescisão indireta do vínculo de trabalho, ele poderá acertar transferência para outro clube.
 
A Raposa deve salários, férias e FGTS ao atleta, que continua movendo ação para receber os atrasados. Além disso, as partes estão juntas em processo movido pelo Atlético, que cobra multa de R$ 10 milhões de acordo com o distrato assinado com o jogador em dezembro de 2017 caso ele acertasse com o rival, o que ocorreu.
 
Em sua segunda passagem pelo Cruzeiro, Fred disputou 69 jogos e marcou 25 gols, tendo a temporada 2018 prejudicada por grave lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Em 2019, o camisa 9 começou bem, sendo artilheiro do Mineiro, com 12 gols. Depois caiu de produção, especialmente no Brasileiro, no qual não conseguiu ajudar a Raposa a se livrar do rebaixamento.
 
 
enquanto isso...
...Diretoria rebate ex-presidente
 
O Cruzeiro repudiou as declarações do ex-presidente do clube Wagner Pires de Sá sobre o zagueiro Dedé. Em vídeo que circula nas redes sociais, o ex-mandatário, sem perceber que estava sendo filmado, disse que o defensor estava “todo fodido” e que recebeu mais de “R$ 50 milhões sem jogar”, nos períodos em que esteve lesionado. “O presidente em exercício, José Dalai Rocha, e o Núcleo de Gestores que administra o Cruzeiro vêm a público manifestar repúdio às declarações do ex-presidente Wagner Pires de Sá divulgadas nas redes sociais sobre o atleta Dedé, em absoluta falta de respeito ao jogador que defende o clube. Obviamente, o ex-presidente, que renunciou ao cargo em dezembro, não fala em nome do Cruzeiro. Além disso, a opinião por ele externada não tem nenhum respaldo médico, pois se Dedé está apto a jogar pelo Cruzeiro, pode atuar em qualquer clube do mundo”, diz a atual diretoria, em nota oficial. Dedé recebeu 30 dias de licença e os representantes dele tentam transferência para clube da Série A ou para o exterior. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade